Fasano, a SEXTA MARAVILHA

(Dizem que essa é uma  “estória verídica”  sobre um rapaz cinco de suas reações…)  Era uma vez um encantador galanteador, no desejo de impressionar sua nova amada, a que entende que a vida é SER COM ARTE, convidou-a para um final de semana em São Paulo. Sabe por quê? Passeando pelo blog Dilucious, ele soube que a artista Joana Vasconcelos estava expondo na cidade… “Ah… Minha deusa vai adorar conhecer essa que faz sapato com panela”. Bem… O hotel não significava problema, pois havia um mês, ele abiscoitou num sorteio, no mesmo blog, duas diárias de hotel, num tal de FASANO. Até parecia coisa daquele escritor famoso… sabe aquele do blá blá blá do “universo conspira na realização dos desejos…?”. Pois é!

.

Fasano SP

.

O que muito interessava ao rapaz, era a localização do hotel. Nossa! No ponto mais elegante de São Paulo, perto das mais exclusivas grifes, bem no coração dos Jardins! Próximo às ruas Oscar Freire, Bela Cintra e Haddock Lobo, apenas a 12 km do aeroporto de Congonhas, 5 minutos do Parque Ibirapuera e do MASP… E ainda pertinho do Mercadinho do Alex Atala, que ela a-do-ra! Num tem nenhum melhor! É “tão tão” que o hotel ganhou o presente de rebatizar a antiga Rua Taiarana com o nome do patriarca da família: Vittorio Fasano.

.

fasano porta

.

Pois é, mas como todo bom mineiro, achou por bem se informar. Buscou na internet e viu que o negócio era pra lá de bom messssmo. Projeto de Isay Weinfeld um arquiteto que deve ser bã, bã, bã (também… com esse nome). Viu lá que o bacanão recria o estilo dos anos 30 em releitura arrojada. Não entendeu muito bem, mas deixou pra lá, pois, com certeza a amada ia entender. E isso é que importava!

.

fasano a lareira

fasano a sofas

fasano a bau

fasano a poltronas

fasano a lareira 2

IMG_6670

.

São Google, e o quarto? Putz… Super! Dava para ele e a amada se ajeitarem com folga e conforto – cama king-size, lençol de algodão egípcio de 500 fios, travesseiros de plumas de ganso, e ainda iam ter uma vista danada de bonita para os Jardins. Que trem bom, gente!

.

fasano quarto

a fruta_Fotor_CollageIMG_6720

IMG_6665_Fotor_Collage

59d0b6fa79677af9446074fb4e1f9e0a

.

E o banheiro? Pra lá de bom! Em mármore branco, quadros com molduras venezianas e vasos de Murano. As amenities, exclusivas by Fasano.

.

a ba_Fotor_Collage

.

Os três últimos andares do hotel, com vista sobre São Paulo, são dedicados exclusivamente para a beleza e relaxamento: piscina aquecida, duas banheiras de Ofurô, sauna seca e a vapor, espreguiçadeiras, cinco salas de massagem com terapias e uma sala de fitness muito bem equipada. Ah… sua amada ia ficar linda demais depois de tanto mimo!

.

SPA_FASANO-740x478

a spa_Fotor_Collage

.

Como estava tudo até parecendo presente dos Deuses, lá foram eles ao encontro de todo aquele glamour. Logo na entrada do hotel… um Lobby Bar que serve aperitivos e cocktails a qualquer hora do dia e é considerado um dos melhores locais de São Paulo. É lindo e por lá já ficaram para o primeiro brinde, com direito a lareira e tudo!

.

lobby

IMG_6680

.

Dali foram conhecendo todo o espaço, passaram pelo Baretto – ideal para depois do jantar, aconchegante, imbuído de classe e elegância, à meia-luz, com música cool, blues, jazz, MPB e bossa nova. Legítimo bar com qualidade internacional e exala romantismo. Bom demais da conta!

.

IMG_6684_Fotor_Collagefasa

.

O café da manhã é servido no Nonno Ruggero, um dos restaurantes no primeiro andar do hotel, com uma agradável varanda com vista sobre a rua Vittorio Fasano.

.

a cafe_Fotor_Collage

.

Para completar tudo isso, claro!!!, o rapaz também precisava pesquisar qual o restaurante conseguiria atingir todos os adjetivos para enternecer a moça, que é cozinheira de mão cheia. Enquanto ela descansava e apreciava o hotel, ele correu na recepção (por sinal, maravilhosa), para pedir sugestões do concierge para um jantar em alto estilo.

.

recepção

.

Ouviu falar maravilhas de um tal de… Fasano… “Ah vá?! O mesmo nome do hotel?” Não, não. “É que o melhor restaurante do hotel também se chama Fasano.”

.

7e3c990f51a079a8080808e334311790

.

Fasano, 100 anos de vida gastronômica, ganhador de vários prêmios, point de gente fina, elegante e sincera! Conta até com pianista para alegrar as noites de quem por lá tem o privilégio de passar, possui uma das mais primorosas adegas do Brasil, para ser mais alinhado, o restaurante oferece até a opção de um ambiente privê ou Vip, sei lá, com capacidade para 26 pessoas – chic!

.

800x600

.

Pimba! É lá mesmo! Todo feliz com o achado, o afoito rapaz esqueceu-se de perguntar sobre um fator importantíssimo: os valores praticados para cada pratinho de comida. Ah! Mas isso é um assunto pra depois. Outro fato de suma importância seria se informar como funcionam “as coisas” neste tipo de restaurante. Por exemplo: ele não fazia a menor ideia que restaurantes “chics” trabalham com dois cardápios: um para homens, com os preços, e outro sem, para mulheres. Aliás… algo incompreensível: se o fulano intenciona impressionar, seria perfeito se a fulana soubesse que o rango é caro pra caramba. Neste dia, por vacilo do garçom, os dois menus vieram iguais, ambos sem preços. O rapaz que naquela noite acreditava que existia um lugar chamado “Nuvens”, pois se encontrava nelas, pedia coisas sem nem se lembrar que tudo aquilo custava… (e como!). O ambiente é o próprio a serviço do desfrute da mesa. Spaghetti alla chitarra com ragu de polvo, Paleta de cordeiro com alcachofra, Millefoglie Classica e por aí vai!

.

a sob_Fotor_Collage

.

No final… “A conta por favor”. O garçom, solícito por demais, atendia o desavisado… oops… o atirado cliente com a maior polidez. Até gerou risos, olhares de cumplicidade, e o comentário: “Que serviço nota 2.000”

– “Eis a conta senhor”…

.

IMG_6665

.

O rapaz contemplou aquele pequeno pedaço de papel, de repente se tornou lívido, e mais de repente, emudecido… Olhou todos aqueles zeros lembrando números que ele e a amada tinham acabado de aludir quando brincavam alegremente ao descreverem o serviço. Essa foi sua PRIMEIRA reação. A SEGUNDA foi pedir licença e correr ao toalete. Era preciso respirar, algo insistia em apertar seu pescoço, faltava-lhe ar, mas o que conseguiu, foi uma tremenda dor de barriga. Água na testa, na nuca, inspira, expira, pensa, pensa… Era preciso voltar àquela fatídica… sorry… àquela sedutora mulher (afinal, por ela ele foi parar naquele antro da gastança desenfreada). Bem… a TERCEIRA reação… pagar a conta. Como? Cheque sem fundo! E ele se sentindo no mais fundo dos poços. A QUARTA foi, como combinado anteriormente, levar a moça para o Baretto… Só que não. Melhor ir para o quarto… Quem sabe… Só que não de novo! Não existia a menor possibilidade da noite se estender. No dia seguinte, veio a QUINTA reação: sorrateiramente foi até a cozinha conhecer o lugar onde talvez fosse passar um bom tempo lavando pratos.

.

a cozinh_Fotor_Collage

.

Mas preferiu enfrentar “as feras” e foi ao restaurante: “Não tenho o dinheiro, preciso parcelar!” Deste dia em diante o rapaz ficou esperto, aprendeu a se informar melhor antes de se enveredar por caminhos nunca dantes navegados.

.

IMG_6719

.

Ah… por falar em caminhos, imagino que vocês queiram saber que rumo tomou o casal de pombinhos.

.

a nos 3

.

Para ninguém ficar curioso quanto ao final da história… ó, desculpe, da estória, vou contar…

.

a no

.

Nunca mais se viram, pois a moça achou que o rapaz não era bom o suficiente para acertar na SEXTA… Ãh? Como assim? Ai que horror! Nemmm… Ah não, vamos mudar isso!

.

a n

.

Meu coração entristeceu e quero reescrever esse final trágico, afinal, não importa se estória ou história, mas qualquer que seja, já que começou com “Era uma vez…”, tem de acabar com final feliz.

.

a nos 2a nos 1a nos.

Sim, eles foram felizes para sempre, especialmente em todas as vezes que pensavam no Fasano que está para chegar em Belo Horizonte (claro, querem repetir a experiência, afinal…). Mais felizes ficavam quando se lembravam da estadia no de São Paulo, a SEXTA MARAVILHA!

.

face fasano.

aaaa

Oiiiê, se quiser receber um email avisando quando publico um novo post, por favor deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

BBB

Você poderá gostar de:

53 comentários em “Fasano, a SEXTA MARAVILHA

    • Fabiana, a nossa intenção quando falamos sobre qualquer coisa, é em primeiro lugar, divertir mesmo, mas claro que podemos lançar umas pequenas informações sem ficar maçante. Que bom que estamos conseguindo. Bjs e super obrigada

    • Juliana, obrigada. Vou te contar que até eu achei legal demais… foi um jeito de brincar com algo que não é novidade pra ninguém. O Fasano é caro mesmo, e todos que vão, sabem disso. Mas como o compromisso do blog é informar, claro que eu tenho de dizer qualquer coisa a respeito. Bjss querida!

  1. Dilu,
    Vc não me conhece, mas depois desses posts que estou lendo, eu te conheço. Hoje estava almoçando c amigas e elas falaram sobre o seu blog. Alias, foi um elogio atrás do outro. Fiquei curiosa, apesar de não gostar muito de computador, e estou aqui pensando nos seus dons. São leves, doam carinho, formam amigos, estou falando isso pq fiquei curiosa e li muitos comentários. Quero te parabenizar. Por tudo que vi no seu blog.
    Um abraço, Marcia

    • Ah Marcia… fiquei emocionada! Nossa! Senti agora o mesmo que senti no restaurante que fui semana passada. Ao dar meu cartão para o chef, ele leu e disse: “Ah, eu te sigo!”. Obrigada querida, espero que nos tornemos amigas tb, espero que vc venha fazer parte dessa corrente de amigos queridos que tem se formado a partir do Dilucious. Ficaremos honradas se isso vier a acontecer. Bjss

  2. Eta d.Dilu, inspiração não é pra qualquer um não! Que tal iniciar oficialmente seu dom de contista ou cronista, quiçá os dois ou três, quatro… e por aí vai? Criatividade, imaginação e suas vivências vividas tão intensamente são porções perfeitas pra misturar no caldeirão e dali sair a história mágica real ou fictícia. Pense nisso! Bjos, amore!

    • Pelo seu comentario, te digo que aceito uma parceira, e ela é você! Pense nisso! Rsrsrsss
      Bjs minha querida, muito feliz com vc aqui

  3. Pra mim o melhor da estoria foi imaginar esse encantador galanteador lavando pratos…. kakakakakaka e voltar pra fatídica tb. Genial Dilu!

  4. Muita inspiração na “estória”. Rsrsrs
    O Fasano é tudo de bom. Uma pena que a vinda do O Fasano para BH não se concretizou. Uma pena mesmo!
    Bjs.

    • Ei Felix, é verdade, tudo de bom!
      Querido, tenho a impressão que o hotel vem, pois só coloquei no post pq li uma reportagem sobre a parceria do FASANO com a CONCRETO e a ASAMAR. Segundo a reportagem, será na rua São Paulo, perto da rua Prof. Antonio Aleixo. É um projeto do escritório BERNARDES, que terá 80 apartamentos, inclusive, o restaurante GERO. Vamos aguardar! Um ponto pra essa cidade um tanto sem graça que é BH.
      Bjs

      • Que boa notícia então. Porque antes seria no prédio da IPSEMG e depois não deu certo.
        BH ta precisando de uma chacoalhada de bom gosto mesmo.
        Legal!

    • Vanessa querida, obrigada, fico feliz que vc tenha gostado.
      E obrigada por confirmar a noticia, eu tb li. Vamos esperar e aproveitar! Bjss

  5. É isso, caro e teria de ser obrigatoriamente, muito bom. Mas não é exatamente assim. As duas vezes que minha esposa e eu jantamos lá, a comida não nos satisfez a altura do que pagamos. Eu penso que se paga pelo que se tem. Lá a gente não volta mais. Seu post não aborda a qualidade da comida, tenho uma certa impressão que você foi elegante. Mas um post genial, muito bem escrito, parabéns!

    • Ah obrigada Adrian, o post ficou legal mesmo, também gostei!
      Comungo com sua opinião de que o que se recebe tem de fazer jus ao valor pago.
      Obrigada pelo seu ótimo comentário, volte mais vezes aqui, vou adorar!
      Bjss

  6. Querida, se este jantar teve um preço $$$$, esta história com charme, graciosidade, humor e rica e detalhes gastromonicos e culturais NÃO TEM $$$$$$$$$ obrigada

    • Juuuuuuunia querida, que bom ver vc aqui, nossa! Que sumiço que vc deu fiaaaa!
      Amei seu comentário, e quem agradece sou eu amor
      Num some mais não, please!

  7. Dilu! Passei uns dias sem aparecer e vejo que tem um monte de posts que não li. Sua inspiração está a mil! Vou ler todos e volto kikiki

  8. Amiga, como diria minha avó, benza deus! Seus textos estão cada dia mais cativantes. E …. Love is in The air…. Afrodite, Fasano….quando comecei a ler, achei que era um causo antigo. Quando vieram as fotos vi que trata se de “estória” recente. Aí, detalhista que sou, fui reler….” no desejo de impressionar sua nova amada” BINGO! Recriar se sempre, em caldo de amor e alegria, de novo, outra vez e sempre; igual e diferente, o amor se refaz, numa sexta qualquer, véspera de sábado, quando, diz o poeta, ” há um renovar se de esperanças”. E no domingo, até Deus descansou, que ninguém é de ferro. Seja sempre muito feliz querida Dilu.

  9. Dilu cada vez mais querida e inspirada!!!
    Só faltaram as ilustrações para parecer uma “estória” em quadrinhos.
    Isso deveria virar alguma coisa parecida com mini série pra gente poder aproveitar mais um “bucadinho”.
    Tudibom esse post:informação com divertimento.Adorei!!!

    • Ahhh Junia amore mio, seria maravilhoso fazermos algo juntas, poder aproveitar mais de pessoas assim como vocês: você, Vera, Nilza que sumiu infelizmente, Cris, Polinha, Stella, Valeria minha amiga, Angela Dourado, Dorinha minha irmã que tem tanto pra falar e fica caladiiiiinha, alguns leitores que não são tão próximos, mas falam coisas lindas e eu…. Um sonho!
      Fia, preciso te mostrar minha mesa que não ficou meia boca… kkkkkkkkkkkk

  10. Hotel muito chic e ao mesmo tempo, despojado. Aliás, isso é ser chic!
    Gostei muito deste post. Legal demais.
    Um abraço

  11. Texto delicioso , Dilu !
    Um viva ao jovem – galanteador – que – tanto – sabe – das – coisas e à sua nova – e – eterna – amada !

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps