YESSSS!!! Nós temos MANÍ! Trigésimo sexto melhor DO MUNDO

O alvoroço dos grandes e maiores comilões do planeta terminou! Aconteceu ontem em Londres a premiação tachada como o “Oscar” da gastronomia mundial, realizada pela revista britânica Restaurant e agora, todos já sabem quem subiu, quem desceu, quem manteve. Como instrumentei uma pequena torcida no post anterior veja aqui, atraindo os leitores do blog a depositarem uma “fezinha” no restaurante Maní, achei por bem separar o post que fala sobre a chef (se quiser ver clique aqui), com o post que fala sobre o restaurante e revelar que nossa torcida não foi em vão. O MANÍ subiu dez posições na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo em 2014, pulando da 46ª para a 36ª posição. YESSSSS!!!!!! Nós temos Helena Rizzo! Oops… Nós temos MANÍ!

.

Em São Paulo, o trigésimo sexto melhor restaurante DO MUNDO:

MANÍ! 

.

O restaurante Noma, em Copenhague, foi o astro maior, sua estrela brilhou, garantindo-lhe o posto de melhor estabelecimento gastronômico do mundo. 

O segundo lugar ficou para o espanhol “El Celler de Can Roca”.

 O D.O.M. perdeu uma posição, e passou para a 7ª melhor mesa (ainda é o restaurante mais bem classificado da América Latina. Atala não participou da cerimônia alegando cansaço).

.

Londres - 28/04/2014

Londres – 28/04/2014

.

Ah… o MANÍ! Essa semana os gourmets de plantão estão para Helena Rizzo, assim como estão para seu restaurante , então… vamos falar de Maní.

.

Helena Rizzo: Best Female MANÍ: 36º Best restaurant

HELENA RIZZO: Best Female
MANÍ: 36º Best restaurant

.

Primeiro, vamos falar do nome MANÍ. Quem é brasileiro deve saber: a mandioca é um ingrediente genuinamente brasileiro e em homenagem à deusa indígena da mandioca, o MANÍ recebeu esse nome. Simples assim – e lindo!

.

Mani placa

.

O restaurante “desfila” entre o contemporâneo e o clássico numa delicada abordagem que, aos mais atentos, notam-se mãos femininas de uma ex-modelo nos seus preparos.

.

Helena Rizzo

Helena Rizzo

.

A cozinha é chefiada por Helena Rizzo e seu marido, o espanhol Daniel Redondo. Ah… o MANÍ e ah… o amor! Só dá coisa boa!

.

mani casal

Daniel Redondo e Helena Rizzo em Londres para receber o prêmio

Daniel Redondo e Helena Rizzo em Londres para receber o prêmio

.

Bem… Influências brasileiras, espanholas e italianas são utilizadas pelo casal que trabalhou no El Celler de Can Roca, hoje segundo melhor do mundo veja aqui. E mesmo ganhando prêmios, sendo eleita a melhor chef mulher do mundo, Helena Rizzo ainda diz que ”No Maní, tentamos fazer nosso melhor todos os dias, às vezes erramos, mas às vezes acertamos…“  Essas palavras me fizeram pensar: “como assim? A chef é a melhor do mundo, as indicações são ótimas. Reservas? Difícil se sentar numa de suas cadeiras! Se melhorar ainda mais, como esperaremos ansiosos por uma mesa?” Nós demos sorte! Chegamos antes da abertura do restaurante num domingo chuvoso. Acho que esse foi o sinal verde para que arriscássemos, sem reserva e com sucesso!

Se não fizer reserva, chegue antes do restaurante abrir as portas. Olha só o Luiz sentadinho esperando. Ainda bem que tenho comigo alguém que compartilha dos mesmos gostos.

Se não fizer reserva, chegue antes do restaurante abrir as portas. Olha só o Luiz sentadinho esperando. Ainda bem que tenho comigo alguém que compartilha dos mesmos gostos.

.

Porque quando saímos, ao passar pela imensa fila de espera, tornei a me perguntar: se melhorar ainda mais, onde serão colocadas ainda mais pessoas que lotam o espaço, esperando por uma mesa?

.

Fila de espera do Maní

Fila de espera do Maní

.

O espaço de espera é super bacana. Num corredor comprido, ao lado direito, foram intercalados vidros, onde se vê o interior da cozinha, com uma galeria de fotos, entre elas, as da fazenda onde são plantados parte dos ingredientes usados no restaurante.

.

Lateral da entrada do restaurante

Lateral da entrada do restaurante

.

O lado esquerdo recebeu uma fina fileira de sofás abaixo de fotos, cartões e revistas.

.

2 mani sofas_Fotor_Collage

Espaço de espera na entrada do restaurante

Espaço de espera na entrada do restaurante

.

O ambiente do restaurante é super simples e despojado. Esse é um diferencial do MANÍ. Não sei se bom, ou estranho. Para falar a verdade, acho que na comida não, mas o ambiente e o conforto influenciam um pouco no resultado da experiência.

.

Decoração

Decoração

.

Posso dizer que a varanda lembra uma casa arrumadinha de caseiro, jamais um restaurante de culinária estrelada.

.

Varanda onde ficamos

Varanda onde ficamos

.

Bem, agora vamos passar ao que realmente interessa: comida. Acho interessante pedir o menu degustação, com o qual é possível conhecer melhor a cozinha da chef. É a forma mais indicada para os que querem experimentar porções menores de pratos do cardápio tradicional.

.

mani menu

Menu

Menu

.

Iniciamos (sempre) com pão, manteiga e um biscoitão de polvilho que já tentei, sem sucesso, copiar aqui em casa por pelo menos umas dez vezes, sem exagero. E o Ministério dos Gourmets adverte: “Esta lâmina de polvilho é extremamente perigosa, devido ao seu alto teor viciante.” Rsrssss…. Couvert simples, irretocável e na minha opinião, o que há de mais saboroso no MANÍ. Deve ser por isso que ele continua firme e forte no cardápio.

.

Couvert Lâminas de Polvilho, Coalhada seca, Queijo de cabra com Pimenta rosa (dispensável), Manteiga e Pirulito de Parmesão

Couvert
Lâminas de Polvilho, Coalhada seca, Queijo de cabra com Pimenta rosa (dispensável), Manteiga e Pirulito de Parmesão

.

Luiz, meu marido, é vegetariano. Todo mundo já ouviu isso, eu sei, mas… vai que! Você pode achar que eu pediria esta coisinha. Jamais! Só para ele, né? Gostosinho e uma verdadeira bobagem! Nem entendo o motivo de ter no cardápio. Hehehehe… Deve ser por causa dos vegetarianos…

.

Bolinhos de Quinua ao Curry com Geléia de Aipo

Bolinhos de Quinua ao Curry com Geléia de Aipo

.

Estive três vezes no MANÍ. Confesso que a primeira mudou meu olhar para a gastronomia. Foie gras recheado de goiabada com capa de Vinho de Porto. Naquela época, aquilo foi um “divisor de águas” para a minha cozinha. O tradicional foie gras francês misturado com o tradicional doce mineiro… E a capa? Essa sim, eu já consegui fazer, com sucesso! Claro, é ingrediente da gastronomia molecular: Kappa. Fácil de fazer, difícil de conseguir!

.

Bombom de Foie gras com Goiabada em capa de Vinho de Porto

Bombom de Foie gras com Goiabada em capa de Vinho de Porto

.

Nesta época iniciava-se a onda de comida molecular, e provar a feijoada desconstruída foi um tapa, ou um chega-pra-lá nos meus precários conhecimentos. Nem sei se deliciosa, mas imbatível, “inventivamente” falando! Caldo de feijoada é encapsulado, “molecularmente” falando!  Os outros elementos que normalmente são os acompanhamentos, como a laranja, vem em forma de espuma, “deliciosamente” falando! Ah! A farofa é normal, “crocantemente” falando! Até me inspirei nessa feijoada para a reportagem que a Rede Globo veio fazer comigo sobre a tal onda molecular. Claro, depois de comer essas coisas e me inspirar, Helena Rizzo se tornou ainda mais a minha musa.

.

Feijoada Esferas de feijão preto, Carpaccio de Pé de Porco, Couve crisp, Farofinha e Laranja

Feijoada
Esferas de feijão preto, Carpaccio de Pé de Porco, Couve crisp, Farofinha e Laranja

.

A versão MANÍ da simples salada Waldorf é sensacional! Espetacular! Fantástica! A “versão simples” é a salada que mais fazemos aqui em casa, meu marido ama. Agora presta bastante atenção no que tenho o imenso prazer de apresentar, a versão Rizzo de ser: Brotinhos e florzinhas enfeitam um magnífico prato onde uma linda Gelatina de Maçã recebe Nozes carameladas e lá, no meio a tudo isso, um instigante Sorbet de Aipo combina à perfeição com a Emulsão de Gorgonzola. União perfeita de sabores, texturas, cores e belezura!

.

Salada Waldorf Gelatina de Maçã, Sorbet de Aipo, Nozes caramelizadas e emulsão de Gorgonzola

Salada Waldorf
Gelatina de Maçã, Sorbet de Aipo, Nozes caramelizadas e emulsão de Gorgonzola

.

Como disse antes, o MANÍ é muito bom para vegetarianos. Luiz nada de braçada. Naquela época, a imprensa elegeu o talharim de pupunha para entrar na lista dos melhores pratos do Maní, mas até hoje, não saiu, o prato continua lá! Isso, na minha opinião, é ruim. Espetacular seria se, de tempos em tempos, outros pratos espetaculares tomassem o posto de pratos espetaculares!

.

Talharim de Pupunha ao molho de Parmesão e Trufas

Talharim de Pupunha ao molho de Parmesão e Trufas

.

O Nhoque de Mandioquinha com Tucupi foi um tanto decepcionante. Já disse o quanto amo tucupi, que é o caldo extraído da raiz da mandioca brava. É, sem dúvida, das coisas mais saborosas que já provei, porém, tem que ter gosto acentuado. Não fica bacana quando outro caldo é adicionado. O Jambu, uma das ervas, provoca um pouco de entorpecimento na língua, é uma sensação bem passageira e gostosa! Este prato recebeu o chic nome de Nhoques de Mandioquinha e Kuso com “dashi” de Tucupi. Não sei o que é dashi, e muito menos, Kuso…

.

Nhoques de Mandioquinha e Kuso com dashi de Tucupi

Nhoques de Mandioquinha e Kuso com dashi de Tucupi

.

A chef adora mesmo os ingredientes tipicamente brasileiros, esta sopa é prova disso. Jabuticaba, cachaça, “samburana”. Nunca tinha ouvido falar. Procurei no são Google.

.

Sopa de Jabuticaba com Camarão no vapor de Cachaça e Picles de Couve e Amburana

Sopa de Jabuticaba com Camarão no vapor de Cachaça e Picles de Couve e Amburana

.

Todo mundo sabe da minha paixão por ovo, e muito antes de comer o do MANÍ, eu já fazia o ovo molet, o perfeito, o escambau! Quem me aplicou foi outra super chef, Roberta Sudbrack, que me levou a mandar meus convidados “enfiarem” uma gema inteira na boca, para sentir sua explosão… Rsrsrssss… Voltando ao MANÍ, aqui a surpresa ficou por conta do mini arroz. Já falei sobre ele em outro post, se der curiosidade e quiser ver, clique aqui.

.

Canja com Mini Arroz e Ovo perfeito

Canja com Mini Arroz e Ovo perfeito

.

Bem, a pupunha não acrescenta absolutamente nada. Aliás, vamos combinar: é um ingrediente que virou moda há muito tempo, porém, qualquer preparo feito a partir dele, se torna uma bobagem. O risoto estava saborosinho, mas…

.

Risoto de Beterraba com Pupunha, Coalhada e Azeite trufado

Risoto de Beterraba com Pupunha, Coalhada e Azeite trufado

.

A sobremesa foi uma variante do Romeu e Julieta. Nada a declarar! (ou, nada é melhor que nosso queijo com goiabada).

.

Flan de Queijo da Serra da Canastra com Doce de Leite, Sequilhos de Ararruta e Sorbet de Goiaba

Flan de Queijo da Serra da Canastra com Doce de Leite, Sequilhos de Ararruta e Sorbet de Goiaba

.

Então gente, no evento de ontem em Londres, foram laureados os 50 melhores lugares para se comer em torno do mundo. Nós, da área da gastronomia, ficamos todos muito felizes em saber a classificação do brasileiro MANÍ. Nossa torcida valeu!  .

.

MANÍ Rua Joaquim Antunes, 210 – Jardim Paulistano São Paulo / SP Fone: (11) 3085-4148

MANÍ
Rua Joaquim Antunes, 210 – Jardim Paulistano
São Paulo / SP /  (11) 3085-4148

 

Clique aqui e VEJA O POST 

HELENA RIZZO Maní Musa!

.

Confira a lista dos 50 melhores restaurantes de 2014 e aguarde posts sobre alguns que já tive o privilégio de conhecer, como por exemplo: Le Bernadin, Vila Joya, L’Atelier, Astrid&Gaston, L’Arpège, Daniel e Martin Berasategui. Se quiser ver o post do quarto melhor, Eleven Madison Park, clique aqui e o do D.O.M. clique aqui.

Posição Restaurante País
1 Noma Dinamarca
2 El Celler de Can Roca Espanha
3 Osteria Francescana Itália
4 Eleven Madison Park Estados Unidos
5 Dinner by Heston Blumenthal Inglaterra
6 Mugaritz Espanha
7 D.O.M. Brasil
8 Arzak Espanha
9 Alinea Estados Unidos
10 Ledbury Inglaterra
11 Mirazur França
12 Vendôme Alemanha
13 Nahm Tailândia
14 Narisawa Japão
15 Central Peru
16 Steirereck Áustria
17 Gaggan Tailândia
18 Astrid y Gastón Peru
19 Faviken Suécia
20 Pujol México
21 Le Bernardin Estados Unidos
22 Vila Joya Portugal
23 Frantzén Lindeberg Suécia
24 Ambre Hong Kong
25 L’Arpège França
26 Azurmeni Espanha
27 Le Chateaubriand França
28 Aqua Alemanha
29 De Librije Holanda
30 Per Se Estados Unidos
31 L’Atelier Saint-Germain de Joël Robuchon França
32 Attica Austrália
33 Nihonryori RyuGin Japão
34 Asador Etxebarri Espanha
35 Martin Berasategui Espanha
36 Maní Brasil
37 Restaurant Andre Singapura
38 L’Astrance França
39 Piazza Duomo Itália
40 Daniel Estados Unidos
41 Quique Dacosta Espanha
42 Geranimum Dinamarca
43 Schloss Schauenstein Suíça
44 The French Laundry Estados Unidos
45 Hof Van Cleve Bélgica
46 La Calandre in Rubano Itália
47 The Fat Duck Reino Unido
48 The Test Kitchen África do Sul
49 Coi Restaurant Estados Unidos
50 Waku Gin Singapura

.

aaaaOiiiê, se quiser receber um email avisando quando publico um novo post, por favor deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

ser com arte

Você poderá gostar de:

27 comentários em “YESSSS!!! Nós temos MANÍ! Trigésimo sexto melhor DO MUNDO

  1. Eleven Madison sempre entre os melhores dos melhores.
    Parabens ao D.O.M e ao Maní por representarem muito bem o Brasil. Com tantas decepcões acontecendo no País, temos a gastronomia para nos orgulharmos. Bjs

    • Felix meu querido, infelizmente sou obrigada a concordar com você. Muito triste!
      Mas fiquei impressionada com o Eleven. É muito bom, quarto lugar…. Vc já viu o post que fiz de lá?
      Bjss (adoro vc aqui, seus comentários são preciosos)

  2. Concordo com o Félix, um alento para o Brasil o brilho dos chefs Alex Atala e Helena Rizzo! Parabéns! E mais uma vez o Dilucious está na frente para nos manter bem informados! Parabéns!

  3. Felix, bem lembrado isso que vc disse. Já que só temos alegrias com o brasileiro trabalhador. Parabéns a eles. Beijos pra vc Dilu, Felix e Ana Paula

    • Ah Ana Lucia, você tem razão. É diferente, interessante, especial e quem gosta do assunto, tem de conhecer. Mas principalmente a Waldorf. Bjs querida

    • Rsrsrsss Talvez você esteja certa Carol, mas quem quer, tem de tentar. Se não conseguir, lá perto tem vários restaurantes, bons também. Acho que vale o risco. Bjs querida

  4. Nesse ponto o Brasil tá chiquérrimo! Estou lendo esse lindo post e ao mesmo tempo vendo a tragédia que acontece no Brasil: onibus incendiado; mãe que leva a criança ao hospital e não tem leito; gente morrendo no morro; trafico; marginais atingindo as pessoas de propósito para atrapalhar o trabalho da policia; D Dilma sendo vaiada; a criança Bernardo assassinado com a ajuda do pai; seca; coronel assassinado depois de assumir no depoimento (queima de arquivo); etc etc etc

    • Ah Myrian… É muito triste tudo isso que está acontecendo no Brasil. Também sofro com cada uma dessas notícias. Só nos resta fazer, cada um a sua parte, e ter um pouco de leveza e de prazer neste outro lado da vida, que é o que o blog Dilucious nos propõe. Te convido a participar mais dele e enquanto estiver aqui com a gente, que sejamos felizes. Bjs minha querida

    • É mesmo Luiza, cada delícia de babar, mas mais delícia mesmo é termos uma brasileira como a melhor mulher chef do mundo. Bjs

  5. Yessss, nós temos o Dilucious pra nos trazer coisas boas, leves, agradáveis que tirar a gente desse sufoco que é o Brasil da D Dilma!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps