Você pensaria nisso? Eu, nunca… NEVER!!! Ela, sempre!

Felicidade!!! É o que sente quem tem o privilégio de saborear a arte da Dilu. Arte sim – o “bastidor” é pesado, laborioso, metódico, mas é belo. Toda a cena é pensada e cada cenário aguarda seu preparo no tempo adequado, pois, com tantas opções, cada uma daquelas “comidinhas” tem seu “temperamento”. Temperamento de tempos, de temperos, de ajustes – tudo cronometrado, com hora marcada pra não influenciar o humor. Porque comida tem humor, e também tem tom, tem som. E o som por trás de toda a fanfarra, ou orquestra sei lá, tem a mão da Dilu, regendo com maestria os ínfimos detalhes e sim… todos os sabores.

.

Você pensaria nisso? Eu, nunca, NEVER!!! Ela, sempre!

Por Júnia Vaz

Então gente, hoje senti essa felicidade, vim à casa da Dilu trazendo guardanapos e jogos americanos encomendados especialmente para esse almoço. Sentindo todo seu entusiasmo, e como não dizer, vendo muita pressa, ofereço para arrumar a mesa. Quem saiu ganhando? Eu, ao receber uma verdadeira aula de como conduzir uma cozinha com amor.

Viviane

viviane 1

Eu sei! Falar que Dilu “rege com maestria” é cair no lugar comum, mas quem não vê, não consegue ao menos imaginar o ritmo da “sinfonia”. A “Beethoven dos Sabores” orquestra muitos diferentes “ritmos”. É a base para mais tarde, com suas convidadas, compartilhar experiências e histórias de vida.

viviane computador_Fotor_Collage

Em meio a mil panelinhas, palitos, cones, instrumentos diversos de percussão, quero dizer, de cozinha, aliados a alguns equipamentos modernos, como o Thermomix, Dilu compõe seu concerto.

thermomix_Fotor_Collageviviane vinho e fumaça_Fotor_Collage

Ela consegue me transportar diretamente à cozinha de um chef estrelado e seus sons inconfundíveis. Sons saídos do fogão, do forno, do liquidificador, da batedeira, de tantas colheres, me fazem desejar ficar, só para ver os olhinhos das presentes no auditório… ops… à mesa, sinto o quanto mais tarde, elas se alegrarão com o fruto de tais melodias.

E Deus abençoe essas mãos!

E Deus abençoe essas mãos!

O resumo da obra é de indiscutível criatividade. Dilu acredita, ousa e ainda procura desafiar a si mesma. O desfile vai num crescente… Começa com um simples (e delicioso) suco de lima para acompanhar folhas crocantes de polvilho e queijo, que, segundo ela, é cópia do Maní. Nada ali cheira a cópia, cheira a modéstia!

Suco de Lima e Lâmina de Polvilho com Queijo Canastra

Suco de Lima e Lâmina de Polvilho com Queijo Canastra e Gergelim

No repertório da Dilu pode entrar do clássico ao axé, passando por jazz, fado, MPB, blues, forró… Ela é aberta, compartilha qualquer estilo musical porque explora o canto. Aí se encontra seu grande diferencial. Quem serviria ao mesmo tempo, três sopinhas diferentes acompanhando três distintos mimos? Abstenha-se das outras, mantenha seu foco apenas na Borsch com Waffle de Chocolate branco e caviar… Você pensaria nisso? Eu, nunca! Ela, sempre!

SINFONIA DE SOPAS Borscht com Creme azedo e Caviar . Lâmina de Chocolate branco e Caviar Mousseline de Batata . Blinis de Frango Espuma de Champignon com Mostarda de Cremona . Croquete de Picanha

SINFONIA DE SOPAS
Borscht com Creme azedo e Caviar . Lâmina de Chocolate branco e Caviar

Borscht com Creme azedo e Caviar . Lâmina de Chocolate branco e Caviar Mousseline de Batata . Blinis de Frango Espuma de Champignon com Mostarda de Cremona . Croquete de Picanha

Borscht com Creme azedo e Caviar . Lâmina de Chocolate branco e Caviar
Mousseline de Batata . Blinis de Frango
Espuma de Champignon com Mostarda de Cremona . Croquete de Picanha

Com o caqui, fruta da época, Dilu consegue enxergar sua similaridade com o salmão. Você pensaria nisso? Eu, nunca! Ela, sempre! O salmão recebe um molho a base de óleo de carvão e de gergelim, coentro, alho, salsinha e pistache. O caqui ganha uma manteiga noizette com cebola, cebolinha e alho poró. No meio de tudo isso, entra pipoca com caramel salé e azeitonas verdes. Acho que eu never pensaria nisso (também)!

viviane caqui

viviane salmao c caqui

viviane salmão

Caqui com Vinagrete Noisette e Pistache com Ceboulet Pipoca caramel com Azeitona Salmão com aroma de Carvão . Triângulos de Waffle

Caqui com Vinagrete Noisette e Pistache com Ceboulette
Pipoca caramel com Azeitona
Salmão com aroma de Carvão . Triângulos de Waffle

Quando se aprende a soltar a voz, encontra-se clima em qualquer circunstância e faz-se qualquer coisa. Olha a pluma de claras onde dentro, vem uma gema molinha… ah, e ainda vem uma pipeta com azeite trufado. Você pensaria nisso? Eu jamais, ela sempre!

viviane ovos

Ovos em neve com Trufas . Molho de Jerez com Mini vagem

Ovos em neve com Trufas . Molho de Jerez com Mini vagem

Depois de uma emoção muito forte, é bom trazer uma sensação de maior delicadeza, suavidade e refrescância. Nada como um sorbet, este de cereja.

Sorbet de Cereja

Sorbet de Cereja

Em tudo, tem algo que é só da Dilu. Verdadeira, nunca renega suas invencionices, afinal, são elas que fazem todo o esplendor do show. Batata envolvida em parmesão e cebolas carameladas no aceto. Tomatinhos, azeitonas e mini bolinhas de chuchu. Bacalhau! Ah! E um acorde maluco que o envolve, como se quisesse protegê-lo… de quê? Não sei!  

viviane bacalhau

Bacalhau em Aro Crocante Batata com Cebola caramelada Azeitona preta com Tomate e Chuchu

Bacalhau em Aro Crocante
Batata com Cebola caramelada
Azeitona preta com Tomate e Chuchu 

 

Tradição é a inesgotável mão que nos conduz – diz Dilu. A gastronomia começou tão logo o fogo foi descoberto, e, logo depois, vieram os criadores, e logo depois, a tecnologia. Mas a tradição é o ar necessário ao suspiro e com isso, se faz sempre contemporânea. Por isso o musical que Dilu apresenta, apesar de se basear na tradição, não é tradicional. Então com vocês, o Pato ao Tucupi, por Dilu. Você pensaria nisso? Eu, nunca! Ela, sempre!

viviane pato

PATO AO TUCUPI Terrine de Pato em crosta de Philo com Crisp de Couve e Toucinho Creme de Batata Doce e Tucupi

PATO AO TUCUPI
Terrine de Pato em crosta de Philo com Crisp de Couve e Toucinho
Creme de Batata Doce e Tucupi

Na sequência, sua linha melódica sempre bem definida, acerta na combinação rítmica. Não é novidade que artista tem seus vícios. Dilu é viciada em queijos com doces mineiros e ervas. Já pude reparar que todos os menus ganham a maravilha, uns com menos, outros com mais variedade. 

Queijos com delícias mineiras e suas ervas

Queijos com delícias mineiras e suas ervas

Mas viciada mesmo, ela é nas pré-sobremesas. Não fica sem! Antes da sobremesa de verdade, sempre vem um prato nem só doce, nem só salgado – um meio termo da sua habitual performance. Dela surge sempre um bom efeito “sonoro”, ou saboroso. Mini-Peras são cozidas em Vinho do Porto, recheadas com gorgonzola e servidas sobre rúculas selvagens e pignole.

vivi pera c vinho do porto

Pera ao Vinho do Porto com Gorgonzola Rúcula selvagem Pignole

Mini Pera ao Vinho do Porto com Gorgonzola
Rúcula selvagem
Pignole

Ah… o Grand Finale! Só um grande final é digno daquela melodia vinda da cozinha, aquela que possui uma força incomparável, que seiva a união, que agrega as pessoas. Ao mesmo tempo que une, transmite sensação de felicidade, e leva as pessoas à extrema alegria.

vivi sobreme

Torre de Milho e Amendoim Creme Caramel salé

Torre de Milho e Amendoim
Creme Caramel salé

A orquestra às vezes agrada mais pela técnica, mas o que dizer de uma fanfarra, quando esta encanta e mostra-se arrojada. O que dizer da natureza de qualquer uma delas quando o que se ouve é um som puro e verdadeiro. Daí a dúvida, se tudo isso é fanfarra ou orquestra. Imagino que no coração de cada participante, o que reina é a alegria ao fechar essa tarde de sons, aromas e sabores com um “cafezim” cheiroso acompanhado de pequenas delícias. 

Café e Petit Fours

Café e Petit Fours

Sim, a canção dos sabores mexe com as emoções. Que poder dessa regência! E sua condução, de certa forma, pode até ser arriscada. Quem não participa do concerto, pensa que pode ser exagero, mas quem experimenta… Não esquece jamais! Como esquecer de um Mini Naked Cake que vai junto com você para mais tarde, em cada pedaço, vir junto uma lembrança! Você pensaria nisso? Eu, nunca… NEVER! Ela, sempre!

Lembrancinha Mini Naked Cake

Lembrancinha
Mini Naked Cake

 

aaaa

 Oiiiê, se quiser receber um email avisando quando publicamos um novo post, por favor deixe seu email aqui. Obrigada, Junia Vaz

 ser com arte

Você poderá gostar de:

55 comentários em “Você pensaria nisso? Eu, nunca… NEVER!!! Ela, sempre!

  1. Acredito no que li, pelos registros fotográficos que estão simplesmente fantásticos.
    Porém fico aqui me perguntando,que universo é este,tão mágico, harmonioso,criativo, envolvendo inúmeros elementos da natureza mãe, e muito muito distante no nosso dia a dia. Tudo isto me parece mais com o céu..
    Dilu vc e uma pessoa muito muito especial, abencoada, por Deus.
    Parabéns !
    .

    • Ela é realmente abençoada Maria das Graças!
      Aliás,abençoadas foram as que puderam degustar estas maravilhas.
      Merece ser reverenciada!

    • Ah você é uma linda Maria das Graças, que comentário mais delicioso!!!!! Obrigada minha querida, não vejo a hora de chegar a nossa hora! Que seja breve!

  2. E para deleite das felizardas,isso tudo é verdadeiro,sou testemunha nada ocular destas maravilhas servidas em um almoço durante a semana!!
    Vi,senti os cheiros e os sabores.Coisa de bruxa,que a turma do blog chama de fada,mas pra mim não passa de
    feitiçaria,pois vicia e deixa qualquer um paralisado com tanta beleza.
    Infelizmente não participei “deste” almoço,mas levei de consolo a provinha do pato ao tucupi:de arrepiar!
    Maga,fada,bruxa,pra quem não acredita é assim que vc se faz.
    Ainda bem que eu estive lá!!Bj

    • kkkkkkkk adorei Junia querida, isso ai dá até outro post, heim? kkkkkkkk Fia, eu que tenho de dizer: Ainda bem que você esteve aqui.
      Sempre a noite, ao colocar a cabeça no travesseiro, agradeço a Deus por tudo e todos que passaram pelo meu dia e me trouxeram coisas palpáveis ou não. Devo te confessar Junia, que as não palpáveis têm sido em número muito maior, e aí que agradeço mesmo.

  3. Diluzinha, a sua maravilhosa comida, suas fotos desses prazeres e toda a sua criatividade foram coroados pelo texto da Júnia! Júnia, minha colega querida, voltei aos tempos de colégio quando ficava te admirando ler alto para a turma! Texto brilhante, querida! Bj

    • Polinha, ficou muito lindo…!

      Estou imaginando a Junia toda toda lá na frente lendo em voz alta e naquela “mitideza” toda… hummmm

    • Só vc Polinha pra tirar do fundo do baú as leituras na sala de aula.
      Pode acreditar que eu morria de vergonha,mas como a “mitideza” sempre foi maior,dava conta do recado!!

  4. Meu Deus do céu!!!!!!! Cada dia fico mais encantada com a capacidade de criação e harmonização de ingredientes inusitados!!!!!! Fico aqui babando e agradecendo a oportunidade de ver e ler um texto tão maravilhoso!!!!! Como sempre digo Dilu, vc é abençoada!!!!! Te admiro cada vez mais e mais!!!!!!! Bjão!!!!!

    • Luciana querida, depois de ter visto seu trabalho ao vivo, eu também posso dizer que você é abençoada fia. E que só temos a agradecer, por tudo, pelas pessoas que conhecemos em comum, super especiais e queridas, pelo que elas nos oferecem e o que temos a oferecer a elas também…
      Bjs, adorei você aqui

  5. Não me canso de agradecer e de me sentir muito privilegiada por ter experimentado todas essas maravilhas, sem contar as companhias especiais!!! Tudo maravilhoso , sem palavras Dilu! Bjo grande.

    • Vivine querida, o privilégio foi meu. Poder recebê-las aqui em casa, mesmo que seja de dois em dois anos (kkkkkkkkkk) é um grande prazer. Bjs

    • Vanda querida, agora você vai ter de aprender a fazer a lasanha kkkkkkkkkkkk Brincadeirinha (mais ou menos kkkkkk) Juro que pensava que você era cozinheira fia

  6. Genteeeeeee …. eu quero escrever , mas não consigo expressar o que estou sentindo !
    Diluuuuuuuuuuu , vc não é de verdade , no dia a dia vc se traveste de uma linda e delicada loura e no palco , a sua cozinha , acontece sua metamorfose em algo que surpreende os mais vividos dos seus convivas …
    É muita genialidade !!! Que almoço deslumbrante , que pratos inusitados …
    Ah , vou parando por aqui , porém , não sem antes lhe dizer , querida Junia , que seu texto foi à altura de todo encantamento que o almoço da Diva , nos causou …. Sinceramente , já li vários posts maravilhosamente bem escritos por amigas da Divina , até mesmo seus . Hoje porém , vc se superou , e nos fez valsar , sambar , cantarolar , com os lindos instrumentos que são sua grande sensibilidade e capacidade de escrever lindos textos …
    Amei , adorei ! Parabéns queridas !!!

    • Junia , encantadora de mesas ! Esqueci de mencionar seu lindo trabalho ao vestir a mesa da Dilu .
      Os lindos tons , vibrantes e contrastantes usados em sua produção , certamente estimularam cada convidado a degustar com mais felicidade o incrível almoço da querida Diva … Divina .. Deusa , Dilu !
      Beijos e muito sucesso !

      • Nilza muito obrigada querida.Vindo de voce tem uma alegria a mais.
        Agora quanto ao texto,qualquer palavrinha na mão de Dilu se transforma em poesia,assim como as comidas.
        Pura metamorfose mesmo!!

    • Nilza, já te disse mil vezes e não canso de repetir: antes de publicar, eu deveria mandar para você ler. Sempre tem algo nos seus comentários que me fazem ver que o texto poderia ainda melhorar rsrsrsss O da júnia está maravilhoso, mas tenho absoluta certeza de que, se ela tivesse lido “nos fez valsar, sambar, cantarolar com os lindos instrumentos que são sua grande sensibilidade e capacidade de…” ela teria aproveitado.
      No que se refere a mim… hummm… só penso em quanto o amor é lindo e faz com que a gente veja algo mais no ser amado. Obrigada amore mio.
      Bjs

  7. Acredito que as pessoas que participam destes eletrizantes desfiles de maravilhas gastronômicas da Dilu, ficam de olho nos cantinhos da casa, esperando flagrar aqueles homenzinhos da Fantástica Fábrica de Chocolate.
    Só assim, com essa ajuda “profissional”, seria possível dar conta de tantos detalhes e concretizar tanta poesia para levá-la à mesa.
    Mesa essa, né Júnia, que passou longe de ser meia boca, hein?! rsrsrsrs
    Parabéns meninas, vocês brilharam!!!
    Beijo muito grande p vocês!!!

  8. Dilu,
    Realmente não dá para imaginar tanta beleza, mas eu sei que você consegue realizar tantas criações lindas e deliciosas, sempre surpreende.
    Desde as fotos, as louças, o jogo americano, tudo, tudo é impecável,
    Parabéns,
    Saudades,
    Leninha

  9. Junia, saudades de vc amiga, das mesas boca e meia! kikiki. Além disto é muito bom sentar ao seu lado nas ocasiões de degustar estas delícias de Dilu, bem sabes. Adorei também seu sonoro texto, delícia. Só tenho uma suspeita. Dilu também never pensaria nisto tudo? Ela não pensa nada, ela sente! Sempre! bjks também Dilu! Saudades.

    • bjks também Dilu!? Como assim? Quer saber Vera? A Dilu NEVER sentiu tanto ciúme… quer dizer que agora você vem aqui por causa da Junia? Sei! Ah fia, você não me conhece quando sentimentos rasteiros se apoderam de minha pessoa…. kkkkkkkkkk Brincadeira (mais ou menos brincadeira rsrsrssss) snif… snif… Também estou com muitas saudades, você sumiu demais (e só a Junia foi capaz de te trazer de volta) Bjs amor

  10. Meninas que show.
    O texto casou com o evento, e realmente a duvida é se existiu ou não.
    Pesando bem…
    O concerto não existiu, e fica bem fácil pensar que é tudo uma invenção.
    Dupla de mentirosas é o que vcs são.

    • Hahaha,adorei Cris.
      Dá até pra imaginar que é de mentirinha mesmo,mas a Dilu é a Disney da culinária:pura fantasia!

  11. kkkkkkkkkkk Cristiana fia querida, tudo faz parte de um mundo encantado! Que só se faz real no imaginário de quem é capaz de sonhar! Um dia você verá se é mentirinha ou não, mas pensando bem… o que seria do mundo sem umas mentirinhas saudáveis????

  12. Dilu, tive o privilégio de participar e experimentar esses pratos maravilhosos e ter uma tarde deliciosa e descontraída .Foi tudo impecável !!! Obrigada por tudo !! Bjs

  13. Dilu, quando fui na sua casa a primeira vez, só pude acreditar pq eu estava vendo tudo, por causa disso eu compreendo o espanto de todas comentando. Vc só conseguiu superar a vc mesma, tudo um espetáculo.
    Beijos, Sandrinha

  14. Dilú, só agora consegui parar e ler o Post.
    Li, reli, procurando como comentar …. Achei difícil, pois todos já haviam feito com muitos elogios e adjetivos gostoso, lindos e peculiares….
    Realmente o Post foi maravilhosamente descrito, fidedigno a tudo que ocorreu nesta tarde maravilhosa e acima de tudo relacionado ao requinte de uma Orquestra Sinfônica …. não tem nada a ser alterado, apenas acrescentar que Dilú transmulta um simples ou não ingrediente num apetitoso e lindo conto de fadas .
    Realmente é um privilegio de quem estava presente, e eu como tive esta mega oportunidade de saborear , apreciar, curtir, degustar , fico com a exata certeza de que nas mãos da Dilu, não existe ingrediente nobre ou o bastardo, pois das mãos dela um simples Xuxu vira Caviar e na mesma partitura a fruta da época, o Caqui ,ganha seu destaques, como também a pipoca vira acompanhamento do nobre Salmão …..
    É a reunião dos sons de vários instrumentos tocados ao mesmo tempo pelo sentimento, sabedoria, encantamento, dedicação e prazer desta linda, querida maestrina Dilú .
    Ah….sem contar com as louças usadas, e a bela mesa da Junia , de deixar todas nos de queixo caído…..
    Mais uma vez obrigada pela tarde maravilhosa , apetitosa e acima de te tudo pelo seu carinho ….
    Parabéns

    • Ah Teresa, você é sempre uma fofa. E quem ficou sem palavras agora fui eu, fia. Só posso te dizer que adorei nossa tarde, nosso encontro e que vocês serão para sempre minhas cunhadas queridas. Que Deus abençoe essa nossa relação, que graças a Ele não ficou perdida no caminho. Sinta-se abraçada com um abraço super carinhoso e apertado

  15. Sabem de uma coisa muito séria? Me divirto pacas lendo todos os comentários em tidos os posts do Dilucious! Sou viciada no Dilucious! Pronto falei! Bjos

  16. Ai Dilu, assim como vc a cada dia me apaixono mais pelo seu blog…
    Que delícia de post Junia!
    Parabéns pra vcs duas meninas
    Um bjo

  17. Uma amiga musicista esteve no Maranhão fazendo uma pesquisa sobre música de raiz, e visitou uma aldeia onde os sons vinham do preparo das comidas. Ao quebrar o coco se fazia um som, cortar a mandioca outro som diferente, bater algo no pilão, o mexer nas panelas de barro e assim por diante. Todos que participavam desse preparo ficavam em silencio, cada um com sua função, e a música fluía.
    É verdade, a cozinha é uma grande orquestra, que precisa de maestria para ser regida.

  18. Ei Dilu e amigas que postam nesse blog,

    comecei a acompanhar o Dilucious há pouco tempo e estou completamente encantada ! acredito que compartilhamos da mesma alegria em reunir quem amamos em torno de uma boa e bela mesa e percebi que temos muita coisa em comum além da mesa. sua cozinha é impregnada de surpresas e desafios ao paladar. vi que seus encontros em torna da mesa são, na verdade, uma experiencia completa para os sentidos . no meu mundo, chamo isso de eat art. parabéns! peço que me inscreva como seguidora das publicações do blog!

    • Agnes, você deve imaginar o quanto é delicioso pra mim ler o que você escreveu. Vindas de você então, fico tão feliz que nem sei quais palavras usar para te agradecer.
      Engraçado como as energias que nos circundam são maravilhosas, divinas, impagáveis. Já faz um tempo, tenho vontade de te convidar para participar do ASSIM É VOCÊ!, mas como a gente não tem um pouco mais de intimidade, fiquei me sentindo inibida, te achando assim… “grande”. Confesso que também senti um pouco de medo de ouvir um não como resposta. Agora que você me deu essa abertura, e mesmo se agora eu ouvir esse não, eu não me importo mais, porque já te considero uma IT AMIGA. Seria uma honra ter sua participação. Bjss

      Ah, não sei se consigo eu te cadastrar, por favor clique nesse link http://dilucious.com.br/?page_id=2766

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps