Jornal Estado de Minas – EL CELLER DE CAN ROCA Segundo melhor restaurante do mundo

EL CELLER DE CAN ROCA

Segundo melhor restaurante do mundo

Por Dilu Bartolomeo Villela

Acabo de descobrir que, na alta cozinha, o que tive até hoje foram apenas ensaios. Jamais pensei encontrar a quase perfeição até dar de cara com o chef do segundo melhor restaurante do mundo me aguardando para me mostrar seu santuário. Como assim, santuário? Oras… se existe deus disso, deus daquilo, os irmãos Roca são os novos deuses dos sabores em seu templo, o El Celler de Can Roca veja o post sobre o restaurante.

Então tá, sem essa de santuário, templo, etc, pois na realidade, Celler quer dizer atelier, e ali, três mentes brilhantes – Joan, Josep e Jordi, os irmãos Roca – ensaiam, manipulam e produzem uma ou várias artes ao trabalharem suas divinas e cúmplices criações para oferecer experiências incomparáveis aos amantes da boa comida.

Comida? Acho que não, pois comida é passível de certos pecados e aqui, experimento sabores sem o menor vislumbre deles. De pecado, só o da gula… Hummm… só que não! Nessa mesa, a gula deixa de ser deslize para se transformar em sublime e nobre virtude.

Joseph, o Baco do El Celler, mostra que comida e vinho são inseparáveis e que no ritual de uma boa mesa, os vinhos são uma extensão natural dos pratos. Minhas fotos nem de longe conseguem captar o espetáculo que acontece à minha frente, já que dentro de cada prato harmonizado com sua bebida, o amor pelo alimento é mostrado num show sem igual. Vejo surgir nos olhos de todos nós, felizes comensais, o brilho das 3 estrelas!

Estrelas? Sim, são 3 estrelas e são 3 irmãos Roca destinados a seduzir. Joan é o chef; Josep, o sommelier; e Jordi, o confeiteiro – atualmente o melhor do mundo. De 1995, quando ganharam a primeira estrela Michelin, até hoje, muito sal, pimenta e vários outros ingredientes rolaram para colocá-los no segundo lugar. Sim, eles sabem aproveitar o impulso da cozinha para cativar, e o melhor, com toda a desafetação que vi no olhar de cada um deles.

Cozinha acadêmica, sensível, elegante, simples, talentosa e ainda, com alma, memória e muito senso de humor, aquele que consegue excitar qualquer vanguardista. Com tudo isso e já que citei anteriormente os deuses dos sabores, só peço ao verdadeiro Deus para continuar os iluminando, e que possamos, nós, simples mortais, aproveitar o que eles ainda hão de contribuir para com o mundo da gastronomia. Dá-lhes estrelas!

Comida Viva Difícil finalizar a matéria de hoje sem ressaltar Jordi Roca, que com certeza ficará na história, fazendo jus ao prêmio de melhor confeiteiro do mundo desta década. E um de seus “preparos”, talvez o mais delirante, ficará na história do El Celler de Can Roca, quiçá, na da gastronomia: Helado de masa madre. “Preparo”? Não seria bem isso, mas como batizar algo que chega à mesa se movendo, pulsando de forma rítmica, respirando? Dizer que é uma sobremesa seria colocá-la num lugar comum e definitivamente, não é o caso. Sim, “a E.T.” chega literalmente com vida, parecendo querer caminhar rumo ao conviva e cativá-lo. Para o Degusta de hoje, eu pretendia dar essa receita, mas ela é, e demanda ingredientes tão complexos, que preferi algo que todos adoramos e é bem mais simples de fazer VER RECEITA do MACARON

.

DEgusta 1Degusta 2

/

No post Y COMIENZA EL FESTIVAL!, temos a sobremesa VIVA – Helado de masa madre – em vídeo, e também a grande experiência gastronômica que tivemos no EL CELLER DE CAN ROCA.

aaaa

Se quiser receber um email avisando quando publicamos um novo post, por favor deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

BBB

Você poderá gostar de:

38 comentários em “Jornal Estado de Minas – EL CELLER DE CAN ROCA Segundo melhor restaurante do mundo

    • Maria Amelia, na realidade faço um esforço tremendo e acho, sinceramente, que consigo porque tudo isso me deixa feliz e realizada. Aí o esforço é recompensado. Bjs e super obrigada amor

    • Isadora, como estou respondido seu comentário só hoje, a essa altura, você já deve ter lido o post, que, para te ser sincera, até eu achei maravilhoso. Bjs amor, e super obrigada

  1. Dilu, encantada com sua forma de descrever o que é mega batido na imprensa. Continue nos encantando com seu jeito delicado de escrever. Beijão, Lelena

    • Lelena querida, penso que, para escrever que eles adoravam o fogão da avó, que aprenderam a cozinhar com a mãe, que estudaram isso, fizeram aquilo, prefiro não escrever. Você já reparou que quase todo chef tem uma avó na cola dele? kkkkkkk

  2. Que talento!!! Você é demais , Dilu !!! Tenho uma grande admiração por este Dom Divino que lhe foi dado !! Beijos, Lili

    • Ai Lili… engraçado como são as coisas nessa vida DIVINA. Responder para alguém desconhecido é fácil. Agora, pelo simples fato de saber da sua capacidade extraordinária de falar coisas maravilhosas pra gente e só de pensar que você me leu, tenho vontade de reler e rever as besteiras que andei escrevendo kkkkkkk

    • Carla querida, não tive um minuto de tempo para responder os comentários, por isso… o post, trazendo as belezas do El Celler, já está no blog. desculpe fiaaaa

  3. Li, reli ,e vejo que você tem tantos talentos e pouco tempo para exerce-los , que texto quase poético , AMEI ,PARABENS !!!!!!!

  4. Dilu, eu tenho vontade pra caramba de conhecer um restaurante deste nype. Eu até imagino a maravilha que deve ser. Eu gostaria que voce colocasse mesmo o que vc comeu. Beijo!

  5. Nu! Eu vi o jornal domingo e achei bacana o texto. E eu nunca ia imaginar que vendo o parabéns pra Rita no face seria da mesma pessoa. Parabéns Dilu, eu estou adorando o blog.

  6. Que tudo Diluzinha! Eu fiquei sabendo do blog só hoje pela Adriana acredita? Vc tá um sucesso, parabéns! E que restaurante este menina, putzzzzz

    • Obrigada Cândida, para mim foi super gostoso escrevê-la – até um pouco fácil – pois quando algo é muito bom, ele te entrega o texto quase que pronto. Bjss

  7. Mineira, adorei sua nova matéria para o jornal das Minas Gerais. Aliás, tudo que vc escreve, eu gosto. E minhas amigas cariocas, que apresentei o dilucious, também já te seguem, parabéns!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps