PARIS por Guillaume – FUNDAÇÃO LOUIS VUITTON As chaves de uma paixão

Guillaume

Guillaume

Hoje chove em Paris, mas algumas semanas atrás, bem no começo da primavera na Europa, tivemos quase uma semana inteira de tempo perfeito com sol e puro céu azul. Aproveitei um desses dias gostosos para visitar a novíssima e ambiciosa Fundação Louis Vuitton. Localizada no coração do maior parque de Paris, o Bois de Boulogne, a fundação foi inaugurada no final do ano de 2014 e se tornou imediatamente um dos novos ícones arquitetônicos da capital francesa.

.

.

FUNDAÇÃO LOUIS VUITTON

As chaves de uma paixão

Por Guillaume

.

LOUIS VUITTON 9.

Louis Vuitton, Bulgari, Céline, Givenchy, Dom Pérignon, Moët&Chandon, Chaumet, Sephora, Guerlain, Dior… são apenas algumas marcas luxuosas que pertencem ao grupo francês LVMH, cujo dono, o bilionário Bernard Arnault, é um grande apaixonado por arte moderna.

.

Fundação Louis Vuitton

Fundação Louis Vuitton

.

Arnault sempre quis ter um lugar para divulgar sua paixão, compartilhá-la com o público e promover novos artistas. 
.
Louis Vuitton
.
Para isso, Arnault desejou um edifício diferente de todos os outros em Paris e pediu ajuda ao grande arquiteto canadense Frank Ghery, famoso pelo museu Guggenheim em Bilbao.
.
Captura de Tela 2015-04-07 às 00_Fotor_Collage.
.
Após 6 anos de obras, o investimento de quase 100 milhões de Euros, sem ajuda do estado, trouxe aos parisienses e turistas do mundo inteiro o privilégio de desfrutar da estrutura futurista, parecida com um enorme navio de vidro.
.
Fundação Louis Vuitton

Fundação Louis Vuitton

.
Realmente eu achei muito bonito – de fora o edifício se mistura muito bem com o ambiente do parque e quando você está dentro do museu, tem uma grande sensação de espaço e luz.
.
Restaurante

Restaurante “Le Franck”

.
Nos andares superiores existem grandes terraços. De lá é possível curtir a vista sobre o parque e a cidade – muito agradável mesmo, como dá para ver nas fotos.
.
.
LOUIS VUITTON
LOUIS VUITTON 10
.
.
Ok, bela infraestrutura, nota 10, e a arte, o conteúdo? Então… esta foi a maior crítica quando a Fundaçao Louis Vuitton abriu: a relativa probreza das exposições nos primeiros meses.
.
.
LOUIS VUITTON 1
LOUIS VUITTON 8
LOUIS VUITTON 7
.
No entanto, neste mês começou a mostra “Les Clefs d’une Passion” (As chaves de uma paixão) que reúne algumas das obras mais famosas do século XX, emprestadas por vários grandes museus do mundo, como o MoMA e o Guggenheim de NY, o Hermitage de San Petersburgo e a Kunsthaus de Zurich. Obras de Matisse, Kandinkski, Munch, Mondrian, Giacometti, Picasso e outros mestres do modernismo.
.
Obra: "La Danse", de Henri Matisse. 1908.  Gentileza do Museu Hermitage, San Petersburgo, Russia.

Obra: “La Danse”, de Henri Matisse. 1908.
Gentileza do Museu Hermitage, San Petersburgo, Russia.

 

Gia

Giacometti

.
Você deve estar se perguntando se há uma loja para comprar bolsas de marca Vuitton dentro do museu. Não tem não! Ainda bem! No começo, muitos parisienses – incluindo eu – ficaram um pouco suspeitos de ver uma marca comercial se associar a um grande projeto cultural – isto é raríssimo na França, onde o Estado contribui muito com a cultura.
.
Malas Louis Vuitton

Malas Louis Vuitton

.
Após a minha visita, posso dizer que não dá para perceber muito a ‘presença’ da Louis Vuitton, apenas algumas antigas malas expostas na sala do restaurante e o logo da marca na entrada da Fundação.
.
Fundação Louis Vuitton   Exposição "Les Clefs de la Passion" até o dia 6 de Julho de 2015

Fundação Louis Vuitton  
Atual exposição “Les Clefs de la Passion”

Recomendo a todos este novo passeio parisiense! Só uma coisa: cuidado para não se perder após a visita, pois o parque de Boulogne é enorme e ao escurecer fica cheio de criaturas assustadoras! 🙂
.
Informações práticas: Exposição "Les Clefs de la Passion" vai até o dia 6 de Julho de 2015 O museu está fechado às terça-feiras Ingresso: 14 Euros - melhor comprar no site, com antecedência, para evitar filas. Para chegar: sai um micro ônibus elétrico a cada 15 minutos próximo ao Arc de Triomphe, custa apenas 1 Euro. A estação de metro mais próxima é 'Les Sablons' na linha 1, fica a 10-15 mins a pé. Dentro da fundação tem um restaurante muito luminoso chamado "Le Franck" em homenagem ao arquiteto e tem um cardápio completo criado pelo chef parisiense Jean-Louis Nomicos. Almoço das 12:00 às 15:00 Tem um cardápio mais simples para a tarde com patisseries gostosas, e esta aberto para o jantar de sextas e sábados.

Informações práticas:
Exposição “Les Clefs de la Passion” vai até o dia 6 de Julho de 2015
O museu está fechado às terça-feiras
Ingresso: 14 Euros – melhor comprar no site, com antecedência, para evitar filas.
Para chegar: sai um micro ônibus elétrico a cada 15 minutos próximo ao Arc de Triomphe, custa apenas 1 Euro.
A estação de metro mais próxima é ‘Les Sablons’ na linha 1, fica a 10-15 mins a pé.
Dentro da Fundação tem um restaurante muito luminoso chamado “Le Franck”, em homenagem ao arquiteto, e tem um cardápio completo criado pelo chef parisiense Jean-Louis Nomicos.
Almoço das 12:00 às 15:00
Tem um cardápio mais simples para a tarde com patisseries gostosas, e esta aberto para o jantar de sextas e sábados.

.

Abraço da cidade-luz,
Gui.”
.

OBS: A exposição de Olafur Eliasson acabou em Fevereiro, mas para quem não teve a oportunidade de ver, deixo aqui uma pequena e linda amostra do que foi, assim, quem não viu, não sai de todo perdendo.

Contacto  Exposição de Olafur Eliasson

Contacto
Exposição de Olafur Eliasson

O contato pode se encontrar num bom dia, num sorriso, no fato de sentir a mão de um outro alguém na sua.
Estar em contato, é estar ligado às coisas positivas da vida assim como às coisas difíceis da vida.
O contato não é uma imagem, não é uma representação; trata-se de sua capacidade de se relacionar, de se conectar a alguém e talvez mesmo se colocar no lugar do outro.
Para mim, o contato é a primeira etapa em direção à inclusão. 
Olafur Eliasson

.

aaaa

Se quiser receber um email avisando quando publicamos um novo post, por favor deixe seu email aqui. Obrigado, Gui

BBB

Você poderá gostar de:

17 comentários em “PARIS por Guillaume – FUNDAÇÃO LOUIS VUITTON As chaves de uma paixão

  1. É tão bom ver o resultado de gerações de educação bem feita! O europeu valoriza muito a sua história, patrimônio e cultura, gostaria de ver isso no.Brasil também! Essa matéria resume anos de investimento em cultura e preservação da mesma cobertos de imenso capricho! Viva a valorização da educação e cultura! Beijos

  2. Guillaume, você teve a oportunidade de comer no restaurante? Se comeu vale a pena comer lá? Tem de reservar? E outra, ali naquela região é dificil de achar restaurantes?

  3. É admiravel e impressionante este empresario nao aproveitar toda esta infra pra separar um cantinho pra vender bolsas. Ai que me deu muita vontade de ver tudo ao vivo e acores. Obrigada por mostrar pra gente Guilaume. Um abração!

  4. Wonderful article, Guillaume!
    What a stunning architectural building and a view to die for.
    I definitely want to go there for a visit. A true cultural gift to Paris and to the world. Thanks for sharing it!
    P.S: Parabéns e obrigado por mais essa Dilu! Bjs

      • Felix, eu também estou que não me aguento de vontade de pegar um avião, passar um dia inteiro nessa maravilha e voltar em estado de êxtase! Rsrrsss… Hummm… Mas passar uns diazinhos na cidade luz não seria de forma alguma considerado um sacrifício, não é mesmo? kkkkkkk

  5. Mais um espetáculo vindo de Paris !
    O projeto de arquitetura e o resultado final , pra mim , é uma esplêndida obra de arte …
    Que vista maravilhosa se tem do parque e da cidade e , não comercializar os produtos da famosa marca no museu , foi uma feliz ideia ! Agora é ir conferir tudo in loco !!!
    Adoramos tudo do ”nosso” Dilucious !
    Beijos , Diluzinha !!!

  6. Guillaume, que espetáculo de post, eu só tenho que te agradecer. Eu vou em junho e já estou ansiosa pra conhecer esta maravilha. Eu vou seguir sua otima sugestão e comprar os ingressos antes. Eu nem sabia que podia fazer isto, merci!

    • Bonjour Nicole que bom que você achou interessante! Não escrevi no post mas ao lado do museu tem o “Jardin d’Acclimatation” um antigo parque de lazer para crianças, mas até adultos podem gostar de visitar também, bem fofo, menor e bem menos comercial do que Disneyland. O ingresso para a Fundação Louis Vuitton incluí também acesso ao Jardin d’Acclimatation.
      Bon voyage à Paris!

  7. Post super bacana! Só que eu não entendi que que é criaturas assustadoras. Até que eu fiquei bem curiosa hahahaa

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps