Com um olhar “proustiano”, mais uma história para “AS MIL E UMA NOITES”

1001 noites look do diaEm “Em busca do tempo perdido”, Marcel Proust foi notabilizado pela delicadeza de espírito na descrição de pequenos detalhes.

Qualquer que fosse o tema – natureza, arquitetura, música, poesia, e até mesmo a beleza humana, Proust, como poucos, levava o leitor pela mão ajudando-o a explorar os mais diversos espaços que os olhos podiam penetrar.

Essa proeza ele manejou sem fronteiras. A culinária, ao par de todos os elementos que a blindam, foi um de seus grandes temas, não o predileto, mas o imprescindível.

Proust se mostrava um “vouyeur” refinado da arte de cozinhar e a liturgia no servir…

.

Com um olhar “proustiano”,

mais uma história para

“AS MIL E UMA NOITES”

Por Maria Virgínia Campolina de Sá

.

Ju, eu, Rosa e Dilu

Ju, eu, Rosa e Dilu

Menu

Menu

.

Na última sexta-feira, alguns amigos e eu fomos brindados com um “mezze árabe” sem reparos no “palácio” da DILU e lá, lembrei-me de Proust, Aladim, Cheherazade e “AS MIL E UMA NOITES”

.

Antes de tudo começar... Um suco divino de lima...

Antes de tudo começar… Um suco divino de lima…

Com uma esfiha maravilhosa

Com uma esfiha maravilhosa

Receita aqui

E um delicioso Creme de Couve flor Receita aqui

.

Como todos sabem, “AS MIL E UMA NOITES”, título da coletânea de fábulas e contos populares do mundo árabe, tem as narrativas interligadas entre si.

.

Rabanete com Laminas de Abobrinha Alface Babaganouche com Tamaras Recheadas

Rabanete com Laminas de Abobrinha
Alface com Sunomomo de Pepino
Babaganouche com Tamaras Recheadas

.

O fio condutor criado por Cheherazade, que amarrava uma história na outra, inspirou Dilu a amarrar a sua criatividade em forma de tentação à nossa perdição…

.

1001 noites mesa 2

Hummus com Mini cebolas carameladas

Hummus com Mini cebolas carameladas

.

Ao buscar inspiração, Dilu deve trocar receitas com Aladim e, iluminados pela lâmpada maravilhosa, os dois se impregnam da magia inserida não apenas das 1000 noites, mas de 100.000 delas.

.

Canudo de queijo na massa Philo

Canudo de queijo na massa Philo

Tomates em rama assados

Tomates em rama assados

.

Proust saberia descrever, com a precisão que me escapa, a beleza e elegância que vivemos na mesa árabe da DILU. Se fechássemos os olhos, nos sentiríamos voando num tapete mágico.

.

Coalhada seca com Zaatar

Coalhada seca com Zaatar

Charutinhos de Cordeiro

Charutinhos de Cordeiro

.

A aventura de Aladim é um das mais famosas das “AS MIL E UMA NOITES”. E a nossa aventura estava apenas começando…

.

Kafta com Pistache

Kafta com Pistache

Arroz com Lentilhas

Arroz com Lentilhas

.

Assim como Aladim, ao esfregarmos a lâmpada… ops… ao esfregarmos os olhos, víamos surgir a gênia capaz de realizar desejos… só que neste dia, ela realizou uma coletânea de prazeres da mesa.

.

Frango desossado e recheado ao Gengibre, Mel, Amêndoas

Frango desossado e recheado ao Gengibre, Mel, Amêndoas

Quibe cru com Hortelã

Quibe cru com Hortelã

.

Escrever sobre a magia dos pratos, seria deixar para outro plano a magia do ambiente. Disputa esta que acabou em empate.

.

Sobremesa “Algo” de Água de Rosas

Sobremesa
“Algo” de Água de Rosas

.

Dilu coreografou nossa tarde com um balet (ou dança do ventre?) no qual os figurantes dos pratos à mesa dançaram em harmonia perfeita.

.

Chá de Cardamomo

Chá de Cardamomo

Tortinha de Maracujá

Tortinha de Maracujá

Mini Tortinha de Abacaxi Laranja ao Chocolate

Mini Tortinha de Abacaxi
Laranja ao Chocolate

.

Além de todos os atrativos, mais um detalhe delicioso foi a performance da cadelinha Princesa, que atenta ao ir e vir dos convidados, se aboletava na cadeira daquele que se levantava.

.

Princesa

Princesa

.

Como sabemos, e Princesa também sabe, “quem vai ao ar, perde o lugar”! Este é um sinal: quem, naquela mesa se assentar, não ouse se levantar e sim, corra “em busca do tempo perdido” (nada a ver com a essência do livro de Proust, já que aqui, a busca é pelo apetite gourmet tradiconal).

.

1001 noites mesa

.

Bem gente, as histórias reunidas no “AS MIL E UMA NOITES” tornaram-se patrimônio universal, sugiro que os “mezzes” da Dilu se tornem patrimônio mineiro e que tenhamos, nós, simples mortais, mais 1001 ágapes feitos por ela!

.

Dilu

Dilu

.

Dilu, como que por um passe de mágica, você nos transporta a um mundo de cores, sabores e beleza. Desse ritual você entende, do começo ao fim.

Meus cumprimentos, amore.

.

1001 noites 5.

.

BAIXAR RECEITA DO CREME DE COUVE-FLOR

.

aaaa

Se quiser receber um e-mail avisando quando publicamos novo post, por favor, deixe seu email aqui. Obrigada, Virgínia

BBB

Você poderá gostar de:

31 comentários em “Com um olhar “proustiano”, mais uma história para “AS MIL E UMA NOITES”

  1. Virgínia que lindeza de texto! Voei por todas as palavras no seu tapete mágico e me deliciei com as fotos maravilhosas! Concordo com você em tornar os prazeres que a Dilu nos dá em patrimônio mineiro, brasileiro, ah mundial mesmo! Beijos mil

    • Ei Ana, obrigada querida! Cada vez mais Dilu nos encanta com todos os seus atributos encantadores! Vamos juntas voar nesse tapete mágico que a cada dia transcende para além da realidade e nos faz viver sonhos reais! Bjos querida!

  2. Mais uma mineira pra trazer-nos alegria e para eu conhecer. Vocês são da pesada! Lindo texto, linda mesa, lindo astral…

    • Katarina, Bora conhecer logo essa turma que não se aquieta nunca! Muitas delícias da Dilu não dão nem pra descrever! Bjos

    • A Prin é tudo de mais lindo que existe nesse mundo de Deus Glorinha, vc precisa conhecer a peça! Ela é igual uma menininha: fica olhando tudo que a gente faz, parece querer fazer igual! Ahhh… fico com um nó na garganta só de pensar o que pode se passar naquela cabecinha, além de, o tempo todo, querer comida … kkkkkk Puxou a avó!

  3. Virginia que inveja branca de vc por saber escrever deste jeito tão bonito e por ter participado deste jantar tão bacana. Beijinhos

    • Ei Jaqueline, não precisa ficar com inveja não! O almoço foi perfeito mesmo, quem nossa Dilu repete a dose??? E para escrever basta vc começar, aí as idéias vão fluindo e se vc já tem em mente o assunto, fica mais fácil! Dilu é ótima pra nós ddar Boas idéias! Bjos

  4. Maria virginia que fofa! Ô gente, eu tb queria ter este dom de pensar e escrever um negócio tão apaixonante.

    Diluzinha e o seu é outro, vai saber cozinhar assim lá longe!

    As duas de parabéns!

  5. Maria Virgínia, seu post ficou lindo e eu fico imaginando da onde vocês que sabem escrever tiram tanta inspiração. Eu imagino que não deve de ser fácil. Fácil fica a leitura que flui ou voa como um passarinho. Parabéns, eu adorei seu post, assim como sua inspiração Dilu. Não é que ver tudo isto que vocês tiveram o privilégio de ter e viver me inspirou a entrar na cozinha e bolar um encontro árabe. Dilu, dá umas receitas pra eu poder fazer virar realidade hehehehe Beijokas!!!!

  6. Vir minha amiga de vida, você e todos que me dão as mãos e “andam” comigo por aqui já devem estar exauridos de me ouvirem dizer que o blog é a alegria dos meus dias e noites (e madrugada… kkkkkkk…). Na realidade, minha vida não se transformou com a existência dele, ou com a “atual” existência das minhas amigas (que já existiam), mas pelo que ele traz: entre outras coisas, vocês pro meu pertinho… Isso não tem preço! Como as estórias do “As Mil e Uma Noites”… tudo ligado e interligado. Sim, minha vida se transformou pelo que ele (o blog, claro rsrssrss…) me traz de emoção, e como todos sabemos, por trás delas, das emoções, a vida fica muito melhor de ser vivida. E ao lado delas, das amigas, a vida fica muito mais divertida, curtida e leve! Obrigada por, algumas vezes, fazer o papel de Proust, minha amiga, e por muitas vezes, me “levar pela mão, me ajudando a explorar os mais diversos espaços que os olhos NÃO podem penetrar”. Isso sim, não tem preço!

  7. Meu Deus, sem palavras, tamanha emoção em ler este post da cunhadinha Vir! Olhos cheios d’água de pura alegria, gratidão, sensibilidade, tudo junto e misturado!
    Essa dupla é demaissssss!!!! Vir e Dilu!!! Obrigada por me permitirem desfrutar de momentos únicos e mágicos!
    Beijo gigante no coração das duas e um cheirinho especial na Princesa, simplesmente divina!

    • Amore, estou sem palavras, vc que é essa alegria de corpo e alma é que me toca e me emociona! Te amo cunhada! D. DILU consegue extrair de dentro dda gente um monte de coisas boas, sabe por quê? Porque ela só dá o que tem de melhor, seu carinho e deferência a cada uma! Bjos amore! Obrigada!

    • Nanda, também MORRI!!! Puff! Depois da palavras da minha amiga Dilu, morri de alegria, morri de gratidão, morri de emoção e ainda por cima morri de vontade de dar um abraço bem apertado no nessa amiga que amo tanto! Dilu, obrigada querida, pela oportunidade de poder falar com suas amigas que sempre estão presentes manifestando o carinho e a amizade que tem por vc! Vc me tece todas elas, as amigas, os elogios e todo o nosso amor ! Bjos

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps