Mãe, quando eu tiver meu filho…

Ise e euLouise, minha filha, tal qual a maioria das nossas eternas crianças:

– “Menos mãe…”

– “Haaa nemmm… tá bom mãe, já entendi!” 

– “Tá reclamando? Entre minhas amigas, o meu é o quarto mais arrumado”.

E quando ela nem se digna a falar? Mas o olhar revirado, a sobrancelha censurante e a boca enviesada falam tudo o que não desejo ouvir.

Ise e eu 2Bom mesmo quando esses comentários são feitos diretamente a mim, pois muitas vezes, é com o pai que ela vai se queixar:

– “Minha mãe é uma chata!“

– “Minha mãe não pode ser pior porque é uma só”.

E minha mãe isso, e minha mãe aquilo.

Quantas vezes tive de replicar com o terrível “Vai mesmo” – claro, por falta do que dizer – quando ela ameaça com o clássico “Vou mudar pra casa da minha avó”…

Ok! Agora vou te contar o que realmente me trouxe aqui hoje: outro dia, sem mais nem menos, Louise me olha, com aquele olhar ainda de criança, e diz:

Mãe, quando eu tiver meu filho, vou trazer pra você criar!

.

aaaa

Se quiser receber um e-mail avisando quando publicamos novo post, por favor, deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

BBB

Você poderá gostar de:

18 comentários em “Mãe, quando eu tiver meu filho…

  1. Dilu,

    a Louise te passou um atestado de competência! Mais que uma frase bonita e carinhosa, o bacana é
    a profundidade desta fala. Vejo aí o reconhecimento de uma relação que está gerando valor e confiança,
    Como mãe, uma frase muito gratificante de se ouvir!
    Kisses.

    • Angela amada, só hoje estou vendo seu comentário, me desculpe. Blog tb tem isso as vezes. Obrigada minha amiga, vc sempre dizendo coisas que ficam na memória! Obrigada mesmo! Te amo!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps