QUEM NÃO FOI, PERDEU! Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes

aviaoHoje o blog fala sobre o show proporcionado pelo Festival de Gastronomia de Tiradentes (que não pudemos participar – infelizmente, perdemos).

Mas antes, vou aproveitar para informar uma que, pra mim, é mega novidade, e das boas: o evento pôde contar com os novos voos diretos de BH em aviões de pequeno porte, modelo Cessna. Sim, olha que tudo! Agora temos 60 voos por semana, sem escalas, ligando o Aeroporto da Pampulha a 12 cidades mineiras: Curvelo, Muriaé, Diamantina, Divinópolis, Juiz de Fora, Patos de Minas, Ponte Nova (olha minha cidade ficando importante), Teófilo Otoni, Ubá, Varginha, Viçosa e São João Del Rei, que fica a 16 quilômetros de Tiradentes. Em média, cada voo tem duração de 40 minutos e custa cerca de R$ 300,00 por passageiro. Já me interessei demais, e se você quiser saber mais a respeito, pesquise pelo site www.voeminasgerais.com.br.

.

QUEM NÃO FOI, PERDEU!

Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes

Dilu Bartolomeo Villela

.

festival-tiradentes

.

Já pensou que sucesso total e absoluto 200 atrações gastronômicas conseguirem reunir 45 mil pessoas?

.

tiradentes-festival-collage_fotor

.

E o mais bacana, com o foco de louvar e valorizar a diversidade dos produtos brasileiros.

.

festival-de-tiradentes-collage_fotor

.

Foi o que aconteceu na 19ª edição do Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes. QUEM NÃO FOI, PERDEU! 

.

tiradentes-festival-collage_fotor

.

A começar pelos números! São impressionantes para essa histórica, deslumbrante e pequena cidade mineira de apenas 7 mil habitantes: 3 toneladas de delícias preparadas…

.

tiradentes-fest

.

25 mil pratos vendidos…

.

prato

.

25 mil cervejas…

.

cervejaria-tiradentes

.

6 mil garrafas de vinho…

.

vinho

.

300 atrações…

.

festival-em-tiradenets-collage_fotor

.

Sem contar outras cosítas más, como o belíssimo entorno da cidade.

.

tiradentes-serra

.

E a oferta cultural com museus maravilhosos.

.

museu-de-santana

.

Tudo entre exposições sobre a cultura local e atividades abertas ao público: aulas, jantares, palestras, degustações, apresentações interativas, lançamentos de produtos, visitas a produtores de cachaça, queijos e doces tradicionais mineiros, sem contar os shows maravilhosos.

.

tiradentes

.

Turistas e tiradentinos experimentaram sensações ímpares, respiraram aromas diferentes e degustaram sabores inusitados com as novidades trazidas pelos 350 profissionais envolvidos na produção.

.

leo-paixao

.

Quem são eles? Não dá pra citar todos, mas… entre outros, Leo Paixão, Alberto Landgraf, Rodolfo Mayer, Onildo Rocha, Beto Haddad, Wagner Resende, Rejane Cunha, Carlos Kristensen, Flávio Trombino, Morena Leite, Joca Pontes abrilhantaram o festival.

.

chefs-festival-collage_fotorrodolfo no glouton

.

Alguns deles assinaram menus especiais em concorridos jantares realizados nos restaurantes Pacco&Bacco e Angatu, que adoro!

.

angatu

.

Parabéns aos organizadores pelo sucesso da mais sensacional festa da gastronomia brasileira!

.

tiradentes-festival-de-gastronomia

.

aaaa

Se quiser receber um e-mail avisando quando publicamos novo post, por favor, deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

BBB

Você poderá gostar de:

11 comentários em “QUEM NÃO FOI, PERDEU! Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes

    • Polinha amada, fazemos nossos próprios festivais, que tal? Com marido chef fia, tudo é possível! Estou pensando no próximo, que deve ser indiano… kkkkkk… E o significado das mãos? kkkkkk

  1. Eu pra falar a verdade não to achando a menor graça Dilu. Não sei se vc lembra do começo do festival que era muito mais charmoso, os chefs eram n vezes melhores. Pra vc ver, este ano não tem nenhum chef realmente diferenciado, glamouroso, etc Este festival é que num me pega neverrr

    • Ju querida, veja por outro ângulo: vale pelo evento, pelo encontro com as pessoas, pelo astral de festa, pelo que envolve um evento deste porte, pelo que a cidade oferece, enfim… Tiradentes é sempre MAIS!

  2. Realmente o festival cresceu em tamanho mas não em qualidade . Eu tenho comigo que o que satisfaz o público de uma maneira geral e abrangente , o que ele gosta mesmo é de retorno ruim , quase medíocre . Se citarmos aqui a qualidade dos serviços que se é prestado ,se citarmos a qualidade da comida , se citarmos o nível das pousadas que cobram serviço 5 estrelas quando na real elas não alcançam 4 , ainda é preciso fazer muito para chegar num patamar de excelência , mas será que isto interessa a eles ? Dilu , não vou assinar meu nome por total falta de vontade de me expor . Fico por aqui deixando-te um abraço e parabenizando-a pelo blog que é de alta qualidade , em se falando de qualidade .

  3. E olha que o anonimo aí nem quis citar a qualidade dos chefs. É mesmo Dilu. Antigamente eles procuravam trazer chefs renomados tanto daqui do Brasil quanto de fora . O nível era outro. Troisgros, Laurent Suaudeau, Alex Atala, Marc Meurin, francês com 2 estrelas no guia Michelin e assim que era, mas hoje… vai sabê!

  4. Nossa, foram tantos! Teve tb o Roland Villard, que tive o prazer de conhecer num dos festivais.
    Mas enfim gente, o importante é enaltecer o evento, no mínimo, pela cadeia gastronômica que foi e é criada a partir dele, sensacional!
    Bjss

  5. Oi Dilu !!! Não fomos , estamos organizando nossa volta para Bh .
    Lendo os comentários vejo que continua sendo um exelente evento e agora muito mais fácil de irmos com transporte aéreo . Vc sempre nos trazendo ótimas novidades . Obrigada mesmo!!!!!

    • Neusinha, que noticia maravilhosa! Quer dizer que poderemos encontrar aqui em BH! Que bom, por favor, me avise quando vier!
      Tiradentes só tem um problema agora: as pousadas estão bem caras, tanta gente veio reclamar comigo sobre isso. Fico triste. Hoje mesmo eu estava olhando um final de semana em outubro pra gente levar um casal de suiço. Este amigo falou que os valores estão iguais na Suiça…

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps