Sim, isso dá um post e nada continuará como antes

Meus amigos, como vcs viram, faz tempo resolvi me dedicar a outra coisa que não o blog. Logo que parei de postar, os mais próximos questionaram, alguns pressionaram querendo o Dilucious de volta, até recebi brincadeirinhas de protesto… rsrsss. Mas, pouco a pouco, foram todos se afastando até o momento de não mais haver saudade (o tempo tem essa força, faz com que sejamos esquecidos – quando não, sobra uma remota lembrança). Mas confesso, o Dilucious é um dos maiores amores da minha vida (só perde para Louise e Luiz), lugar especial onde eu via espaço para dividir com vcs experiências caras pra mim. Era uma delícia! Enquanto mergulhava neste universo de doação, encanto e sedução, enquanto escolhia fotos para enfeitar os posts tentando te atrair, enquanto me dedicava a fazer crescer essa “semente” à modesta maneira de uma “neófita”* (palavra que acabo de aprender e tenho a audácia de usar), enquanto adorava compartilhar tudo que eu via e vivia de bom, enfim, enquanto os posts me faziam crescer e aprender, eu descobria que nada poderia continuar como antes depois de cada aprendizado, de cada post. Bons tempos onde eu “habitava” no meu mundo encantado…

O blog não apenas me alimentava, mas me salvava de momentos chatos ou de angústia como o de hoje, esperando o resultado da eleição – 17, 13? É uma ansiedade comum, pois imagino que todos que me leem agora, independente da orientação política, se sentiram iguais, já que deste resultado nasce a figura que pretende nos representar nos próximos 4 anos. Bem, assim como nos velhos tempos, lá vem o blog em meu socorro: no meio de enorme apreensão em torno das urnas, recebo o telefonema de uma amiga (bela amizade feita por intermédio do blog). Ela, apreensiva, tão inquieta quanto eu, vem com um tema com o qual eu gostava de abastecer o Dilucious, ela vem falar de amor… Parece um anjo desejando me acalmar e, ao mesmo tempo, ser acalmada. Ahhh… meu Deus! Em meio à tormenta de domingo de eleição, ela pede pra eu ler uma declaração que o marido havia feito “em seu louvor” (l o u u u u v o r, coisa linda de palavra – confissão de poeta).

De repente, aquele peculiar mundo da eleição com suas news fake-news de todos os lados, discussões, afrontas e manifestos desaparece, e no lugar dele ressurge como que por encanto meu “mundo encantado”. Me faz retornar a alguém que me é tão íntima: eu mesma, que ligava uma coisa n’outra e escrevia com o coração livre dos amorosos. Aviva em mim aquela familiar delicadeza d’alma que tantas vezes introduzi nos posts e que me deixava em total estado de contentamento. Me faz ser eu novamente, aquela que fazia associações do com clé, que sei, nem precisa me falar que muitas vezes o clé nem batia com o, e mesmo assim, eu vivia dizendo: “isso dá um post”… rsrsss… e em nome deles, eu extraía o bom e o bem de tudo que eu vivia. E assim, vivia eu improvisando com a essência do amor.

Então gente, neste dia de eleição quem ganha não é só o candidato, ganho eu! Ganhamos nós! Ganhamos a declaração de amor que minha amiga ganhou do marido, já que ele nos leva a abraçar o que verdadeiramente interessa: não precisamos fazer bobagens, não podemos privilegiar bobagens, não devemos brigar por bobagens e, muito menos, por quem nos governará, devemos sim, gastar a mesma energia que gastamos nas eleições para eleger AQUILO QUE realmente precisamos para trilhar um caminho feliz e bem-aventurado, com muita garra sim, mas principalmente com respeito, admiração, amor… Ahhh gente, o amor!

Ok, a vida seguirá, que seja com nuances do aprendizado desse 28/10/18, dia que um manifesto do amor caiu no meu/seu colo, de graça. Sim, isso dá um post – seu tema sugere que eu peça licença para compartilhá-lo. E por hoje basta o neofitíssimo, algo que me faz ver mais uma vez que, depois dessa declaração/aprendizado/post de hoje, nada continuará como antes.

 

*Em sua etimologia, a palavra neófito surge da junção dos termos gregos neo, que significa novo, e phytos, que é planta. A palavra grega neophytus corresponde à “recentemente plantado”.

.

.

 

 

Você poderá gostar de:

36 comentários em “Sim, isso dá um post e nada continuará como antes

  1. Fada querida, ecrevendo melhor do que nunca! Saudades dos textos, das fotos, do Dilucious, dos comentários e principalmente da corrente de amor do blog! Beijo grande

    • Polinha, arrepiei de lembrar deste astral que realmente o blog tinha. Eu tb simto muita, mas muita saudade. Era uma maneira de encontrar, de encontros de corações amigos…

  2. Cumadre.
    Bom ter você aqui de volta. Pra adoçar nossa vida quando a coisa estiver amarga e pra apimentar quando estiver insossa!
    A saudade não acabou nunca cumadre ela apenas ficou aqui latente. Esperando pra voltar um dia ou pra ir embora como agora!
    Seja bem vinda de volta!

    • Ahhh minha amada… que lindas palavras! Pra adoçar e pra apimentar, que lindo! O de hoje é p estimular pra que sejamos amorosos

  3. Irmã querida!!! Você voltou para a alegria de muita gente!!! Você tem que compartilhar com todos, seu dom de escrever, cozinhar, de nos mostrar de como o mundo é lindo!!!

  4. Querida amiga Dilu,belas palavras!Seu retorno é super bem vindo,para todas nós….Sua fala é mágica, e traz muita paz e luz em nossas vidas!!!Bem vinda de volta!!!!

  5. Dilu, você é mesmo especial!
    E mais uma qualidade sua, que descubro para aumentar ainda mais a minha admiração, é como você escreve bem! Você o faz com respeito à nossa linda língua e ainda adiciona pitadas de espírito, bocados de charme e porções de estilo que tornam a leitura agradável e prazeirosa! Receita irretocável!
    Parabéns, pela forma e conteúdo!

    • Nossa senhora, hoje é meu dia! Que delícia receber, logo tão cedo, um elogio com tamanha intensidade. Quero que vc saiba que, além de me deixar muito feliz, a admiração é recíproca, mas bem maior pela pessoa maravilhosa que vc é. Sempre que lembro, agradeço a Deus pelo convite inusitado de um certo dia…

  6. Nossa Diluzinha,que texto mais especial pro momento que estamos passando minha amiga . Vc é mesmo muito especial,a Tereza ta coberta de razão.Não nos abandone mais,jamais .Beijoss

    • Rsrssss… textos dilucious de um dilucious que só me brinda com pessoas maravilhosas, isso é muito previlégio. Obrigada minha querida!!!

  7. Estimada amiga, do coração, da alma, amiga de fé, da coragem, da verdade, da alegria, da esperança, e da magia, carinhosamente chamada de FADA.
    Alegria, e felicidade senti ao abrir meus e-mails, e encontrar seu convite para visitar o “Dilucious”, meu coração disparou, e interrompendo a minha rotina, em responder aos que me procuram durante o dia, sem perder um sequer minuto, aceitei o convite, com a certeza que teria alguns minutos de muito prazer , satisfação, na certeza que seria uma chance de matar a saudade.
    Seja muito bem vinda, a boa filha retorna para os amigos, para a família “Dilucious” , e para a sua arte, de escrever, expressar e compartilhar sua forma muito particular de conduzir a vida.
    Vejo que este período sabático você usou para fazer grandes mudanças na arte de expressar pela escrita, e o que era maravilhoso ficou tri maravilhoso. Parabéns, você realmente trouxe o perfume das rosas, e do amor para todos. Bjs carinhosos.

    • Graça! Que graça de Deus acabo de receber através de suas mãos ao me presentear com essa mensagem que ficará na minha memória para sempre e, tenho certeza, fará parte dos meus pensamentos sempre que a vida me fizer hesitante, que me fizer vacilar… olha… isso sim dá um post, e daqueles que, depois dele, nada será como antes. Obrigada, obrigada e obrigada de coração ❣

  8. Diluzinha, ver você voltando a escrever foi um grande presente de aniversário pra mim. E, como te disse, tá escrevendo cada dia melhor. Porque escreve com o coração. E , nestes tempos, com o coração alegre. Me alegro por isto. Em ver a sua alegria. A alegria das pessoas que amamos nos nutre, nos fortalece. Dá um sentido mesmo para as coisas nas quais não vemos o menor sentido. Hoje recebi de uma amiga uma mensagem que terminava assim: “Bençãos do eterno”. Achei lindo!Me fez pensar que, na perspectiva da existência, eterno é Deus e Deus em nós.. E isto é um alento e uma bússula que direciona nossa breve vida de passagem pela Terra. Você tem razão. Cuidemos do que nos é caro e eterno. E todos estes tesouros, em que outro lugar o guardamos, que não no coração? Bom revê-la aqui. Não desapareça. Seu jeito de estar no mundo nos alegra. bj grande

    • Que coisa mais linda… “A alegria das pessoas que amamos nos nutre, nos fortalece”… é verdade, nos fortalece e tb, nos inspira, isso é uma das maravilhas da convivência saudável. Obrigada minha amiga, por sempre me ensinar algo, pena não ter mais oportunidades ao seu lado, mas me basta muito o tempo que temos. Vc é um presente que o blog me deu. “Bençãos do eterno”, é o que desejo pra vc, pra mim e para os nossos antepassados que nos trouxeram aqui. Bjssss

  9. Fada querida!
    Depois de um longo período de recolhimento, voltamos a ter a alegria de receber Dilucious, leitura deliciosa, leve, anunciando novos tempos para todos!
    Bem vinda de volta!

    • São os novos tempos que nos trouxeram aqui minha querida amiga. Que Deus nos abençoe, abençoe essa amizade construída por intermédio de nossos maiores tesouros, e abençoe estes novos tempos que nos deixam tão esperançosos. Que venham nos trazendo fartura, alegria, respeito, mas principalmente, muito amor!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps