Jornal Estado de Minas – TRUFAS Viaje nesse sabor!

A natureza entra em folia celestial entre os meses de setembro e dezembro em Alba. A magia acontece quando a chuva molha os bosques da região do Piemonte e a frutificação de fungos agregados às raízes das árvores, transforma esse processo em trufas brancas. Já tive algumas oportunidades de saboreá-las. A primeira vez foi muito divertido. Estávamos hospedados em um apart-hotel no interior da França e compramos a trufa fresca para fazer naquele pequeno fogão. Não sei como consegui queimar as “joias comestíveis” e mesmo assim, as devoramos… Meu marido, muito gentil, dizia que estava uma delícia! Rsrssss

.

TRUFAS Viaje nesse sabor!

Dilu Bartolomeo Villela

.

eu e jornal.

Há muito tempo, no restaurante Tantris, em Munich, quando o garçom chegou com a balancinha, aprendi que pagaríamos pela quantidade de trufas que o permitiríamos laminar sobre nossos pratos.

.

Eles pesam antes e depois, e você paga a diferença.

Eles pesam antes e depois, e você paga a diferença.

.

De uma outra vez, tomei coragem e encarei um menu degustação todo elaborado com a iguaria. Abuso! Ano passado, comi um Carpaccio de kobe, trufado… Sem palavras! Na Maison das Trufas, restaurante parisiense que trabalha exclusivamente com foie gras e trufas, é onde para mim, existe o melhor custo benefício.

.

O melhor lugar do mundo é aqui... E agora?

O melhor lugar do mundo é aqui… E agora?

Emulsão de parmesão com trufas

Musseline de parmesão com trufas

.

Certa ocasião, tive a sorte de estar em Alba exatamente nos dias da Fiera del Tartufo. A cidade inteira cheira, claro, a trufas. A caçada ao tesouro branco se realiza desde 1929, e origina sua temporada quando são colhidas, expostas, leiloadas e arrematadas por importâncias surpreendentes.

.

As trufas chegam a todo instante em Alba

Na época das trufas em Alba, elas chegam a todo instante

.

Acontecem também muitos festivais e degustações em quase todos os restaurantes. Existem espécies brancas e negras, mas nenhuma se equipara em classe (e preço, pois um quilo está na casa de alguns mil euros) à trufa branca de Alba. Hoje países como Espanha, Itália, França, Hungria,  Alemanha, Croácia, Eslovênia e Nova Zelândia são abençoados com a trufa negra.

.

Menu degustação

Menu degustação

Combinação perfeita: trufa com gema!

Combinação perfeita: trufa com gema! 

Outra degustação. Pena que as fotos estão horríveis!

Outra degustação. Pena que as fotos estão super mal feitas!

.

Antes, os porcos eram seus ilustres caçadores, mas davam muito prejuízo. Era difícil contê-los, pois também queriam degustar a guloseima. Hoje, várias raças de cães são transformadas em “vira-trufas”, pois eles são perfeitos farejadores. Não as comem, porque são treinados a preferir recompensas “melhores” após cada trufa apresentada.

.

Manteiga com pedacinhos de trufas

Manteiga com pedacinhos de trufas

.

Vale lembrar que trabalhar a trufa não demanda técnica ou destreza. O complicado e talvez um pouco “indigesto”, é consegui-la. No Brasil, só é possível degustar essa maravilha de duas formas: frescas, de outubro a dezembro quando restaurantes mais requintados as importam e promovem festivais (caríssimos). Ou pelo menos caro caminho de se aproximar do sabor da iguaria.

.

Trufa fresca

Trufa fresca em Alba

.

Inteira em conserva que é o tartufo estivo intero; em fatias que é o tartufo estivo a fette e a salsa tartufata. Ou pelos derivados como o creme de tartufo negro e o creme de tartufo branco. E ainda diversos produtos mais em conta e trufados são facilmente encontrados: risotos, massas, polentas, queijos, sal, manteiga, mel e azeite. Este último, às vezes é aromatizado sinteticamente e por isso, é preciso moderação, pois o uso exagerado pode conferir sabor industrializado e resultado contrário ao esperado.

.

Em outubro e novembro na Alemanha

Em outubro e novembro nas feiras da Alemanha

.

No passado, trufas eram cozidas sob cinzas e consumidas com mel, por isso deve ser hoje o mel de trufas tão apreciado. Bem… As trufas demandam preparos simples e para manter sua intensidade, devem ser laminadas sobre o prato pronto, e de preferência na frente do comensal ou no máximo, nos últimos momentos da preparação, pois se cozinharem por muito tempo, perdem suas qualidades. Uma das melhores maneiras de apreciá-las é simplesmente quando meramente laminadas sobre ovos. De qualquer maneira: fritos, mexidos, poché, mollet ou omelete. Ingrediente que além de maravilhoso, é barato e compensa o peso em ouro da trufa. Francamente? A mistura (perfeita) de ovos com trufas vem para evidenciar a existência de Deus.

.

Tostato de Risotto com Trufas Veja no post Garçom embrulha por favor!

Tostato de Risotto com Trufas – Veja receita no post Garçom embrulha por favor!

.

Essa iguaria, foi honrosamente nomeada como o “diamante da cozinha” por ninguém menos que Brillat-Savarin, um dos mais famosos gastrônomos franceses de todos os tempos. Dizem que são dele as palavras: “A trufa não é um afrodisíaco efetivo, mas em certas ocasiões é capaz de tornar as mulheres mais carinhosas e os homens mais gentis.”  Se é verdade, não importa! Importa que a trufa é sinônimo de gosto inconfundível e é demarcada por três verbos com que certos alimentos definem suas próprias performances: sofisticar, diferenciar e viajar. Segundo apreciadores das trufas, existem depoimentos que sugerem misteriosas experiências quando em contato com seu aroma peculiar, o que vem explicar o porquê da trufa motivar “viagens”. Acredite no efeito de lâminas de trufas, preferencialmente frescas, sobre uma omelete… É mesmo entorpecente! Ou entorpecedor? Não importa, viaje nesse sabor!

.

Omelete com Trufas

Omelete com Trufas Veja a receita aqui

 

aaaaSe quiser receber um e-mail avisando quando publicamos novo post, por favor, deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

ser com arte

Você poderá gostar de:

30 comentários em “Jornal Estado de Minas – TRUFAS Viaje nesse sabor!

  1. Li no jornal, mas confesso que fiquei meio com preguiça de ler toda a matéria. Aqui no blog, li e reli, pois está uma delicia de ver as fotos. Que diferença, é o mesmo texto, mas com outro enfoque. Impressionante!

  2. Dilu, cada vez gosto mais do seu jeito de escrever. Muito gostoso aprender com você e tirar uma casquinha nas suas experiencias. Beijao e obrigada

  3. Outra matéria com excelente conteúdo !
    Adorei me imaginar em Alba para me deliciar com o aroma que invade a cidade .
    Pena ser proibitivo para a maioria de nós pelo preço , mas valeu demais todas as
    informações passadas através do post que ficou maravilhoso ….
    Beijos , Dilu !

    • É isso mesmo Nilza. Vou te contar uma lembrança que até hoje eu tenho. Qdo eu era pequena, nunca tinha roupa bonita, pq as que chegavam em mim, já tinham passado por quatro irmãs. Então, lembro da minha satisfação ao pegar revistas de moda e recortar as roupas para pregar nas bonequinhas… Tudo de papel. Rsrsrrsss

      • Ahhhhhhh …… que coisa mais fofa !
        ……. recordar é viver , ainda assim eram tempos muito felizes !
        Beijos , querida !

  4. Dilu, sou suspeita pra falar, AMO trufas.
    Mas a materia ficou excelente, tanto no blog, qto no jornal. Parabens! Fico esperando os domingos pra ver qual a surpresa e excelente tema vc vai usar.
    Bjinho

    • Ah Celinha, que responsabilidade! Rsrsrss Fico muito honrada com um comentário como o seu. O próximo será o oposto desse! Mas na minha opinião, mais “saboroso”. Vai se chamar: “Re-trato. É CANJA DE GALINHA!” Espero que você goste, depois me de sua opiniao, ta?

  5. Os melhores sao sem duvida os brancos de Alba, tambem se encontram ao nord da jugoslavia frança e espanha .o pretos bons se encontram a Norcia (PERUGIA) o ideal e comer com ovo,talharim na mateiga, risoto alla parmigiana,polenta, fonduta o carne crua alla albanese. 15-20 gramas sao suficientes para degustar um pratos.
    Tambem temos que dizer que maior e a trufa e mais custa ao kg, as trufas menores custam menos ao kg,As trufas se limpam com uma escova de dente e nunca vao lavadas.Nao se consegue guardar para muito tempo, e Italia e abito guardar as trufas em um vidro com arroz .Os colhedores de trufas costuman encher os furos com terra para aumentar o peso.
    Alguem de voces ja experimentou os ovuli?

    • Nem sei o que é ovuli. Fala pra gente, vamos adorar saber!
      Nico vc é um ótimo colaborador… Olha só, ontem criei um espaço aqui no blog chamado IT AMIGOS, que é para os amigos enriquecerem com suas informações valiosíssimas, como essa que vc acabou de nos dar. Estamos esperando por suas contribuições, ok?

  6. Sou louca por trufas, não tem jeito! Quando vou a restaurantes, sempre estou farejando o aroma do azeite trufado dos pratos da mesa vizinha. É um caso de amor proibido! Queria muito me deliciar com trufas à vontade, mas infelizmente não é possível porque dói muito no bolso! Já ganhei de aniversário um pote de mel com trufas e adoro comer com pedaços do queijo parmesão e me sinto no paraíso!

    • Hummm Maria querida, é mesmo delicioso. Experimenta colocar esse mel em pequenos pedaços de pizza de frigideira feita com Camembert ou gorgonzola, e ovinho de codorna cozido. Bjs

  7. Me senti experimentando a trufa pela primeira vez!!!!!!! E olha que tava uma delícia!!!!! Voce conseguiu passar para todo mundo que ainda não teve a oportunidade de experimentar esta iguaria o quao especial deve ser o sabor da trufa!!!!!! Mais uma vez vc arrasou!!!! Bjs!!!! Lu.

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps