Gastronomia indiana e o passo-a-passo do Samosa

Eu tentando me "fantasiar" de indiana

Eu tentando me “fantasiar” de indiana

Uma delícia pesquisar (já que não conheço) este país de enormes contrastes culturais e econômicos, onde pessoas circulam pelas ruas usando saris, turbantes, grifes caras e, opostamente, roupas paupérrimas e onde desperdiçar comida é considerado pecado. Para as crianças é dito que, a comida desperdiçada vai chorar no rio Ganges.

Interessante observar como a Índia se moderniza sem perder as tradições. Na mais antiga e tradicional cultura espiritual do mundo, o ato de cozinhar é feito como oração e antes de o alimento ser consumido, é oferecido em comunhão ao Supremo.

Geralmente os indianos lavam suas mãos, pernas e rostos antes da refeição. Contrária à crença popular, comer com as mãos é a forma mais higiênica – desde que, ninguém mais coma com suas mãos… rsrsss… Conforme a etiqueta, a mão esquerda é usada para higiene pessoal e não pode tocar a comida. Usam-se as pontas dos dedos da mão direita, que nunca devem tocar os lábios ou a boca. Segundo os indianos, além dos talheres mudarem o gosto da comida, a digestão não começa na boca, quando o alimento entra em contato com a saliva e suas enzimas, mas sim, em contato com as pontas dos dedos.

.

Captura de tela 2014-01-12 às 20.06

.

Uma refeição tipicamente indiana é feita em grupo, muitas vezes no chão ou em almofadas baixas. Atualmente, em centros urbanos, as pessoas geralmente sentam-se à mesa e usam os talheres no estilo ocidental. 

.

p

.

A diversificada comida indiana varia de acordo com a região. É servida em pequenas cumbucas sobre bandejas ou folhas de bananeiras conforme a categoria do indiano na sociedade. Depois da sopa (essa sim, com colher), vem uma pequena porção de arroz branco circundada por porções de legumes, queijo de vaca, lentilhas, feijão (lá em casa eu tenho o burghul), chutney e raitas. Embora uma expressiva parte da comida indiana seja vegetariana, alguns incluem frango, peixe, cabrito e cordeiro preparados com molhos picantes à base de leite de coco ou tomate, com limão, pimentas verdes inteiras e picles. Tudo acompanhado do chapati ou “naan”, pães deliciosos e muito leves. A massa é a mesma, porém o naan é assado em forno de barro (tandoori) e o chapatti, na chapa de ferro.

.

Naan

Naan

.

Nas sobremesas o cardamomo, noz-moscada, açafrão e essência de pétalas de rosas são os mais usados.

 Chá é a bebida típica. O café é a segunda bebida mais popular. É aconselhável sempre beber água engarrafada. Em certas regiões, para se consumir bebidas que contenham álcool é preciso permissão especial. Outras bebidas refrescantes: Nimbu pani (parece com limonada), lassi (batida de iogurte com leite, manga, açúcar, pitada de sal e cardamomo), água de coco e algo muito interessante que a maioria das pessoas não conhece: Falooda feita com um ingrediente de nome TUKMARIA. Fica a curiosidade, depois dou a receita que só fiz há seis anos e vou repetir agora para colocar no blog.

.

Falloda Essas bolinhas pretas ganham a aparência de caviar

Falooda – As bolinhas pretas ganham a aparência de caviar

.

A culinária indiana é considerada por muitos a mais aromática de todas as cozinhas. Difícil descrevê-la sem citar o curry. O produto internacionalmente reconhecido como genuinamente indiano, é de fato uma criação inglesa. Provavelmente os ingleses tenham cunhado o termo ao tentar pronunciar a palavra caril, que designa uma raiz parecida com o gengibre e é uma das bases dessa mistura de temperos, que é usado na grande maioria dos pratos.

.

Pirurito de chocolate branco c curry

Pirurito de chocolate branco c curry

.

O curioso é a elevação da vaca à categoria de divindade. Pode ter sido esta a maneira que a sociedade primitiva indiana encontrou para preservar sua mais importante reserva de proteína animal, energia e mecanização rural: não matando as vacas, os indianos garantem uma produção ininterrupta de iogurte e queijo (paneer), conseguem esterco suficiente para acender fogareiros, que é a única energia disponível nos grotões rurais, e ainda usam os animais para arar os campos.

.

Paneer masala

Paneer masala

.

Mencionando de uma maneira geral, o coco é usado em quase todo prato principal… O massalé, o has de hanult, o caril, o garam massala – essenciais misturas de condimentos… O coentro realça o sabor e a beleza… A Ghee (manteiga clarificada) pode ser aquecida a altas temperaturas, sem queimar… O açafrão dá cor intensa ao prato…  O uso em abundância da pimenta em todo o país para equilibrar a temperatura corporal… Os chutneys… O iogurte ou dahi, as raitas são os “refrescantes” que atenuam a pimenta e ajudam a digestão… O panner – queijo fresco caseiro… As dals, lentilhas usadas nas mais diversas regiões…. As nozes, castanhas… Os doces… O kulfi – sorvete… ah… No fim da refeição, os chás, às vezes com leite, mas sempre temperados com garam massala ou cardamomo.

.

Curry de Abacaxi com Aspargos no Leite de Coco e Castanha de Caju - a foto está horrível, mas a receita é boa!

Curry de Abacaxi com Aspargos no Leite de Coco e Castanha de Caju – a foto está horrível, mas a receita é boa! Veja a receita aqui

.

SAMOSA

.

A arte de combinar os alimentos com diferentes temperos e especiarias sempre gerou fascínio. Não é simples acaso o fato de os sabores provenientes das especiarias terem motivado a busca de novas rotas de comércio entre o século XV e o início do XVII com O Caminho das Índias – trajetória de grande importância histórica. A extraordinária missão transformou o mundo na Era dos Descobrimentos. Hoje, século XXI, as especiarias, mais que nunca, motivam a busca de preparos deliciosos, como sempre super valorizados. Enfim… A gastronomia indiana é aroma… Sensação… Cheiro… Cor. É intensa de prazer e exotismo. A sofisticação está sempre presente e é das mais diversificadas do mundo. Exemplo disso, cito o Benares, onde o primeiro chefe indiano a receber estrela Michelin, pratica sua cozinha indiana contemporânea e inovadora. Dele a receita da Samosa, uma das principais razões da minha paixão por restaurantes indianos. 

.

S

Samosas

.

SAMOSAS – motor de arranque da gastronomia indiana.

Ingredientes para o Recheio

2 c. (sopa) de azeite

2 dentes de alho picadinhos

1 cebola bem picadinha

2 batatas grandes sem pele picadas em cubinhos

1 cenoura pequena sem pele picada em cubinhos

1 pimenta dedo de moça sem semente picadinha

Gengibre fresco ralado

Curry em pó a gosto

1 pitada de cominho em pó

1 xícara de caldo de legumes ou frango

1 xícara de ervilhas congeladas

Coentro fresco e salsinha fresca picadinhos

Sal e pimenta do reino a gosto

Preparo

samosa-passo-a-passoColoque azeite, cebola e alho numa panela em fogo baixinho. Sempre misturando, deixe até amaciar a cebola.

Adicione a batata, cenoura, pimenta dedo de moça, gengibre, curry, cominho e mexa bem.

Adicione o caldo, tampe e cozinhe por 30 minutos até ficar cozido. Se necessário, coloque mais caldo ou água.

– Tire do fogo e ainda quente dê uma amassada nos legumes com um garfo. Misture as ervilhas, coentro e salsinha. Retifique o sal e a pimenta do reino. Reserve.

DILUdica: aqui em casa, faço as samosas com massa de pastel comprada em rolo ou massa pillo. Para quem não entende a culinária indiana a fundo, fica ótimo. Observe a foto e siga o passo a passo.

– Na hora de servir frite as samosas em óleo quente (160°C) até ficarem crocantes. Tire-as e coloque-as para escorrer em papel toalha. Sirva com molho de tamarindo ou chutney de manga.

.

MASSA

OBS: Se preferir, compre massa Pillo ou massa de pastel em rolo, se não, bora fazer a massa:

Ingredientes para a Massa

2 xícaras de farinha de trigo

2 c. (chá) de sal

2 c. (sopa) de óleo vegetal

1/ 3 de xícara de água morna

Preparo

Misture a farinha e o sal em uma tigela. Faça um buraco no centro e adicione a água e óleo o suficiente para fazer uma massa firme. Sove a massa em uma superfície enfarinhada até ficar homogêneo e faça uma bola. Cubra com filme plástico e reserve em temperatura ambiente por 30 minutos antes de usar.

.

samosadoughball

.

Divida a massa em 12 pedaços iguais.

.

rollingsamosapastry

.

Com cada pedaço faça um círculo e divida-o em duas partes iguais com uma faca.

.

aaa_Fotor_Collage

.

Pincele cada borda com um pouco de água e forme um cone, colando a borda com a parte umedecida.

.

samosacone

.

Encha-os com uma porção do preparo de legumes e pressione as duas extremidades umedecidas em conjunto para selar o topo do cone.

.

aaa_Fotor_Collage

.

Frite as samosas em óleo quente (160° C) até ficarem crocantes. Tire-as e coloque-as para escorrer em papel toalha. Sirva com molho de tamarindo ou chutney de manga.

 

BAIXAR RECEITA

.

aaaa

Se quiser receber um e-mail avisando quando publicamos novo post, por favor, deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

ser com arte

Você poderá gostar de:

5 comentários em “Gastronomia indiana e o passo-a-passo do Samosa

  1. Fiquei na dúvida de uma coisa, será que os indianos olhariam torto para um canhoto se alimentando??? Pois eu sou canhota! hahaha

    • Rosa minha querida irmã, você é uma pessoa que poderia tanto colaborar para que outras pessoas usufruíssem um pouco das maravilhas que você tem o privilegio de ver, conhecer e saber. Pensa nisso! Estou esperando o post daquele lugar que você disse ser o mais inusitado que já foi. kkkkkkkkkkk “Num” esqueço não fia!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps