De relance, vislumbro 2014 clone de 2013

Muito antes de vir para Paris, Charles e Vânia, super e queridos amigos, ele suíço, ela brasileira, nos convidaram para o réveillon num famoso e estrelado restaurante na Torre Eiffel. Nem pensei para recusar, pois queria eu mesma fazer nossa refeição – ôôuu, mas réveillon é ceia – ok! nossa ceia. Queria o aconchego de um lar (mesmo o apartamento sendo alugado), queria a simplicidade, enfim, queria prestar atenção em nós mesmos, e não em pratos que me dariam trabalho ao fotografar para o blog, que me trariam, não prazer, mas ansiedade em ficar todo o tempo atenta se estavam ruins, médios, bons, maravilhosos, isso ou aquilo. Dois dias antes, eles ainda insistiram, alegando que me daria muito trabalho, mas viram ser inútil e embarcaram comigo “na minha viagem”. Fechado! Ceia de réveillon em casa!

Réveillon 2013

Saio para efetuar minhas comprinhas (ou aquisições gastronômicas?), me sentindo uma verdadeira francesa com lista de ingredientes e carrinho de compras! Noto que não é só uma viagem, isto faz parte de um sonho.

Feliz da vida!

Feliz da vida com meu maravilhoso carrinho!

Dentro do “mundo encantado e gourmet”, enlouqueço, claro! A dúvida gira não exatamente em o que escolher… Mas sim, em o que preterir? Acendo em mim mesma um “aviso de alerta” – não tenho panelas, vasilhame, talheres apropriados, enfim, lembro que na cozinha do meu novo apartamento só tem o básico, e é com ele que preciso me virar. Delícia, mais um desafio! Amo!

Mundo enchanté, isso é, encantado!

Mundo enchanté, isto é, encantado!

Ah! De repente me vem uma boa ideia! Vânia ama salada. Todas as vezes que vai ao Brasil, almoça lá em casa e sempre comenta que os legumes não são muito bons na Suíça. Louise, sempre de dieta, mesmo em plena Paris. Luiz Guilherme vegetariano que é, depois de quase dois meses viajando, morre de saudade da alimentação super saudável que o Cosme prepara.

Maça com Mirtilos

Maçã com Mirtilos

Alface crocante, linda, deliciosa...

Alface crocante, linda, deliciosa…

Super saudável!

Super saudável!

Ok! Em duas “lindas” bandejas de plástico… (plástico? Sim, aquelas brancas sem o menor charme) ajeito crudités super crocantes de cenoura, temperados com sal de Guérande, salsinha e azeite; os mais lindos e apetitosos rabanetes desse mundo; endívia picadas iguais ao L’Avenue; alface com queijo ralado; tomatinhos que mais parecem guloseimas, com manjerona; maçã, tâmaras, cerejas imensas como só encontramos aqui no final de ano.

Olha a maravilha dessas cerejas!

Olha a maravilha das cerejas!

Muçarela de búfala, nunca vi desta qualidade no Brasil; queijo Mont D’Or, delicioso, macio do tipo Serra da Estrela de pegar com colher; Roquefort; Chèvre, geleia de damasco, torradas, algumas lindas e outras queimadas… rsrrsss Louise ficou por conta delas, mas se esqueceu da segunda remessa…  Fernando faz o molhinho com mostarda que trouxemos de Dijon, vinagre de Jerez, mel e salsinha. Ai que delícia cozinhar em família! Mais delícia, é ver a bandeja voltar vazia. Sucesso! O Fê, super gentil como só ele sabe ser: “Nada mais elegante e saudável, que saborear fibras com essa qualidade e variedade em pleno Réveillon em Paris…” Rsrsrsss

Mont D'Or. Amo!

Mont D’Or. Amo!

Queijo de cabra

Queijo de cabra

Queijos...

Queijos…

Não pode faltar… Estamos na terra deles. Champignons de Paris – um dos ingredientes mais bacanas que existem. Primeiro preparo Velouté com chips de bacon. Depois, o que fazer com o resto dos lindos champignons? Aproveito o resto do bacon e faço um delicioso “ragout” para rechear os que sobraram, queijinho ralado e forno para gratinar. Só lembrando que o bacon aqui também é de uma qualidade indescritível. Mais uma vez, o Fê: “Confort food – comida deliciosa e quentinha pra alimentar também a alma… 

Não poderia faltar... Estamos na terra deles.  Veloute de Champignon de Paris

Velouté e Champignon de Paris recheado com “Ragout” de Bacon

Luiz, apesar de vegetariano, come caviar, e adora! Para ele e com muito carinho, monto esse irresistível arranjo. Comprei as blinizinhas, lembrando novamente, que em Paris, a qualidade de coisas compradas prontas é impressionante. Cozinho ovos e separo as gemas, das claras. Lá em casa, em BH, coloco a cebola picadinha na água com gelo e açúcar, mas aqui não temos gelo. O creme de leite é deslumbrante, dá vontade de comer puro. Analisando cada ingrediente separado, dá para entender porque eles, os franceses, conseguem resultados tão primorosos na gastronomia. É inquestionável, a qualidade do produto altera e muito o resultado. Em princípio, esse prato foi para agradar meu marido, mas acabou “acariciando” todos nós. Novamente o Fê: “Estilo Dilu: prato requintado combinando com fartura e generosidade.” Em se falando de fartura, esqueci de colocar o salmão defumado da Noruega… Que dó!

Como aqui não tenho o vasilhame correto...

Como aqui não tenho o vasilhame correto…

Primeiro coloca o creme sobre as blinis, depois a cebola, clara e gema.

Primeiro coloca o creme sobre as blinis, depois a cebola, clara e gema.

Depois cobre com o caviar

Depois cobre com o caviar

Se eu tivesse lembrado de servir o salmão, ele entraria para completar o que já é maravilhoso.

Se eu tivesse lembrado de servir o salmão, ele entraria para completar o que já é maravilhoso.

Bom, neste próximo prato, faço o que jamais faria no Brasil. Começou quando comi um prato que ficará para sempre na minha memória no restaurante Le Père Claude, ótima indicação de um chef que encontramos em Mougins. Gostaria de agradecer… sem ele, nunca saberia da existência deste bistrot e sua comida maravilhosa. Nossa, me perdi! Bem… o que mesmo eu nunca faria? Encomendei este mesmo prato e dividi em pequenas porções para quatro, já que Luiz e Louise não comem carne. Melon de Chapon Boulannais sauce trufée, marrons et purée Maison. Isso quer dizer um tipo maravilhoso de frango divinamente bem feito e recheado com um embutido, pequenas lasquinhas de trufas (que perderam o sabor ao serem re-esquentadas), marrons e purê de batata – gostosíssimo. Para enriquecer e dar o tom de festa de final de ano, faço arroz com lentilha, afinal, dá sorte. Comprei lentilha de lata, arroz Basmati de pacotinho, e misturo com bacon, cebola, alho poró, cenoura e vinho branco. Claro que o resto do alho poró para não perder, se transforma em  crisp e é colocado por cima de tudo. Queria ainda mais um “up”. Comprei foie gras que deixo para grelhar na hora. Mas sem frigideira adequada, eu sozinha na cozinha,  claro, passa do ponto, isto é, queima! Nessa o Fê não fala nada, acho que não está gostando… rsrrsssss Mas eu acho delicioso! Hummm! Esqueci da romã! É muita coisa para eu sozinha preparar e lembrar!

Chapon Boulannais sauce trufée, marrons et purée Maison

Chapon Boulannais sauce trufée, marrons et purée Maison

Esta foto é só para lembrar que eu, sozinha, estava temperando e grelhando o foie gras, esquentando a carne individualmente em um microondas com a porta estragada, fazendo a mistura do arroz basmati e lentilha, servindo, atenta em colocar o crisp de alho poro e ainda... tirando foto!

Esta foto é só para lembrar que eu, sozinha, estava temperando e grelhando o foie gras, esquentando a carne individualmente em um microondas com a porta estragada, fazendo a mistura do arroz basmati e lentilha, servindo, atenta em colocar o crisp de alho poró e ainda… tirando foto! A romã tinha mesmo de ser esquecida e a foto não poderia mesmo ser melhor que isso!

Em casa, não gosto que as pessoas levem comida, pois sempre preparo muitas coisas, e o que chega acaba não conectando com a sequência de meus pratos. Porém aqui, não tinha como fazer sobremesa. Sendo assim, permito que a Vânia traga, além de lindas, deliciosas sobremesas. Preste atenção nas embalagens…

Olha a caixinha com pó de ouro

Olha a caixinha com pó de ouro

Torta de chocolate com pistache, menta, etc, etc, etc

Torta de chocolate com pistache, menta, etc, etc, etc

A torta de pera mais gostosa que já comi

A torta de pera mais gostosa que já comi

Apesar de não ter feito como manda o figurino, algo especial para uma noite especial, quando se aproxima a meia noite, quase chegando a badalada da passagem de um ano para o outro, sinto um clamor dentro do meu peito. Nesse momento sim, vejo que é uma noite especial. Convido todos, sentindo até uma certa dificuldade em esperá-los para ganhar a rua. Saio pela avenida gritando um grito que eu mesma não consigo entender. Só sei que a mim, ele soa extremamente feliz. Olho para o Luiz, para a Louise, Vânia, Charles, Fernando e só vejo olhares incrédulos. Na Louise, noto uma tentativa de seguir comigo neste meu instantâneo alvoroço. Em vão!

Vânia e Charles

Nossos queridíssimos Vânia e Charles 

Fê

Outro super querido: Fê

Vânis

Vânia

Louise

Louise

Luiz Guilherme

Luiz Guilherme

Que poder tem esses míseros fios de plástico coloridos que com o tempo, mudam de cor. Poderosos! Se você se pergunta o porquê de as crianças serem tão felizes, taí a reposta. Elas se contentam com o belo, mesmo sendo ele de uma simplicidade sem igual. Nesse momento, o que me move são as cores do mundo, todas em sintonia e uma relacionada ao amor, outra ao desejo, dinheiro, saúde, alegria, alquimia, espiritualidade, esperança…

Lindos!

Lindos!

Que o significado de cada cor flua em nossas vidas nos oferecendo disposição para o bem. Que tenhamos sabedoria e discernimento para nos unir e arrebatarmos a luz que emana de cada uma delas, nesta corrente chamada vida. No meio a toda essa confusão, é este o meu desejo a todos, principalmente aos que compartilham comigo desta corrente.

Super feliz!

Super agradecida!

Eu, que estava quietinha na cozinha, fazendo nossa ceia, de repente, me pego saltitante pela avenida. Este brinquedinho furta cor colore meu mundo, colore a avenida. Gente, colore até a torre mais famosa do mundo. Que poder!

Avenue Montaigne em direção a Torre Eiffel

Avenue Montaigne em direção a Torre Eiffel

Super Feliz!

Super Feliz!

IMG_6075

IMG_6077

IMG_6081

IMG_6083

IMG_6080

No meio da multidão, de relance, vislumbro uma curiosa expressão, intimamente conhecida. Percebo que é o semblante de Deus, e um turbilhão de pensamentos me invade com doces e fortes lembranças deste ano que acaba de acabar. É Ele quem me faz tão feliz, quem não se cansa de me presentear, quem toma conta de mim como a um filho, com imenso amor e carinho! Me dá muita vontade de chorar, rir, cantar, dançar, ajoelhar e agradecer… De novo outro relance, vislumbro o que será 2014. Puro e maravilhoso clone de 2013! Que assim seja!

aaatorto

Se quiser receber as atualizações do Dilucious cadastre-se no http://dilucious.com.br/?page_id=2766

Curta e acompanhe a fanpage do Dilucious. Se gostar, compartilhe!

ser com arte

Você poderá gostar de:

18 comentários em “De relance, vislumbro 2014 clone de 2013

  1. Nossa Dilu, esse post me emocionou demais! Primeiro fiquei salivando com as delícias que você fez, depois derreti com a sua impressão sobre a felicidade e Deus! Menina, estou em lágrimas! Que Deus ilumine sempre vocês! Bjos

  2. Diluzinha, como já te falei, vc é a pessoa com a maior criatividade, conhecimento e destreza em gastronomia q conheço. Demais sua ceia, demais sua alegria e seu prazer em cozinhar para sua família e amigos. Que post legal de ler. Adorei! Bisous

  3. Tenho ca comigo que foi o post mais emocionante de todos. Se é esse o 201 post, ele é o 01 de muitas maravilhas que nos espera. Assim espero! kakakaka Beijao e parabens Dilu

  4. dilu minha querida, falar do menu é quase que perder tempo. Mas tenho de dizer assim mesmo: espetacular. Não é possível que vc fez tudo isto sozinha. Fico boba!
    Falar do que vc escreveu é quase que sentir o que vc viveu. Sinto que quero chorar cada vez que leio e releio. É minha amiga, li e reli várias vezes. Sabe porque? Porque adorei!

  5. Emocionei: Me dá muita vontade de chorar, rir, cantar, dançar, ajoelhar e agradecer… De novo outro relance, vislumbro o que será 2014. Puro e maravilhoso clone de 2013! Que assim seja!
    Dilu, que assim seja para todos nós o que foi pra você. Bijos

  6. Hoje é um dia especial pra mim, comecei lendo esse post e vou continuar aplicando a sua mensagem, espero que nao seja so hoje, mas todos os dias da minha vida. É facil ser feliz. Basta querer. Beijo enorme minha querida dilu

  7. Diluzinha, nunca tive a oportunidade de “passear”, ou “diluciar” no seu blog. Estou aqui pq ontem no jantar, estavam todos comentando da beleza de tudo. Estou impressionada! Não digo que perdi, pq está tudo aí e vou ter muito tempo pra colocar a leitura em dia. A única coisa que perdi, foi um tempo de ganhar em amabilidades, carinho, a tal da corrente, é o que comentavam na mesa ontem, e senti aqui agora. Mas quero te parabenizar por esse post, adorei! Beijao de coração!

  8. Querida Dilú,

    A sua decisão de cozinhar para a sua família, partilhar este Dom precioso que Deus lhe agraciou, tornaram a passagem de 2013-2014 inesquecível para todos. Agradeço-lhe por nos conduzir com suas palavras por sentimentos tão puros e genuínos, neste ano que se inicia. Desejo-lhe prosperidade, alegrias, Saúde e Paz.
    Bj carinhoso no seu coração.

  9. Que oportunidade maravilhosa Dilu,Adorei e me emocionei com essa passagem de ano deliciosa.Que 2014 seja pleno de felicidades,saúde e alegrias.
    Beijos Ana

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps