DE NOVO, PAPAI!

ise-e-luiz-montagemDE NOVO, PAPAI!

A Louise tinha acabado de sair das fraldas quando viemos aqui pela primeira vez. Foi a primeira de muitas, e aqui, descobrimos as delícias do que é a relação familiar quando as férias se transformam em poesia, ou em moldes de criar laços. Esse paraíso chamado Transamérica testemunhou muitos momentos que marcaram nossas vidas. Não eram férias só do bem-bom! Não mesmo! montagem-luiz-e-iseTinha acertos, mas também erros, acordos, arranca-rabos, reconciliações, pactos, trocas, ajustes e… muito amor em muitos momentos de entrega que fizeram parte do crescimento de um serzinho que veio pra fazer dele gente, e pra torná-lo pai. Um paizão sempre presente que era, e é, um presente. Momentos que também me fizeram apreender o real significado da palavra “surpresa”, pois surpreendida eu ficava cada vez que o via cuidando da filha.
ise-e-luiz-montagem-transamericaEram picolés e mais picolés que escorriam pelo seu rosto quando ela, que vivia sentada no seu ombro, lambrecava a cara do papai, antes tão chatoba e agora neeeem tchum! Eram milhões de conchinhas catadas, lavadas e levadas para BH para servirem de futuros e preciosos brinquedos. Era aquele monte de sanduíches divididos entre os luiz-collagedois vegetarianos, toda santa tarde, e nem adiantava a mãe chata esbravejar “será que vocês não percebem que estão atrapalhando o jantar“…  Era de mãos dadas que encaravam a bravura da mãe, mas também a ousadia da tirolesa, o esqui aquático, o medo da bicicleta, a cumplicidade no nado. E quando, por horas a fio, os dois na piscina, brincavam de canhão? Ah, meu Deus, quanta beleza – tal qual a água que mal saia da boquinha da filha e ela logo cuspindo ia ao mesmo tempo dizendo (ou recitando): de novo, papai! E assim ia, e aquele “de novo, papai” eu ouvi um milhão de vezes. Agora, cá estamos nós, de novo, e ecoa em mim aquele som tão familiar, distante e ao mesmo tempo tão presente, assim como esse pai que mostrou pra sua filha o valor de ser querido. Que seja cíclico! Que essa filha mostre aos seus filhos a enorme poesia que existe no DE NOVO, PAPAI! Que também conte a eles que ela vê em seu pai um autor de muitos poemas, já que ele aprendeu com o poeta e ensinou a ela que “a poesia purifica a alma“…

luiz

.

dddd

aaaa

 Se quiser receber um e-mail avisando quando publicamos novo post, por favor, deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

BBB

Você poderá gostar de:

7 comentários em “DE NOVO, PAPAI!

  1. Que graça Dilu!

    Lindas estas lembranças e melhor ainda é poder celebrar hoje, com gratidão, toda esta emoção
    com a família unida.
    Parabéns Luiz Guilherme e que muitos dias maravilhosos pela frente pra também ouvir “de novo vovô”!!!
    Dilu, lembre-se que hoje também é dia de “de novo mamãe”!!! Sem esta mãe maravilhosa e cheia de vida não teria nem papai e nem filhota, kkk
    Kisses and kisses!

  2. Quando eu crescer eu quero escrever bem e ter ideias assim! Parabéns para o pai privilegiado, para a filha linda e pra escritora querida.

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps