Sessenta dias depois…

Assim, como num piscar de olhos, foram-se sessenta dias…

Como esse tempo passou rápido!

No que diz respeito apenas a mim, só tenho a agradecer. Tive um momento de vida abençoado!

Deus mostrou mais uma vez sua extrema generosidade.

.

Sessenta dias depois...

No que diz respeito a fatos externos, confesso estar jururu por regressar ao Brasil, a esse país que, infelizmente, não se pode possuir muito anseio em voltar, principalmente depois das últimas notícias vindas do Maranhão, arrasadoras e revoltantes. Muito, muito triste – não consegui conter as lágrimas ao observar o inocente olhar desta menininha… Meu Deus! Voltando para casa, para o meu “lar”, recebo um soco no estômago ao ler a revista Veja aqui no avião.

Paro para pensar e me pergunto: ando querendo muito? Ambicionar viver num lugar onde se pode sair (sozinha) à noite para dar uma volta e olhar o céu, apreciar a lua cheia… Ou ao menos, tranquilidade para andar num ônibus?

É muito ambicionar um convívio onde se pode confiar em pessoas que não pretendem, aliás, nem sabem levar vantagem? Onde não existe (falo de uma maneira geral, sei e conheço boas exceções) esse nojento “jeitinho brasileiro de ser”?

Infelizmente admito querer viver num país, ter um lar, mesmo que não o meu, onde o governo certamente tomaria providências urgentes quanto às enchentes, para que no ano seguinte, não acontecessem as mesmas tragédias.

Enfim, quanto a tudo que vem por detrás disso, sem mais palavras – embora tenha mais um milhão a dizer.

Por outro lado, ficar longe de vocês foi muito difícil, o blog foi deixado um pouco de lado, atualizado com menor frequência, mas aquele mais sensível, sentiu meu coração  “presente” em pequenos posts. Na medida do possível, trouxe alguns passeios para esse nosso cantinho, o qual amo demais. Ainda falta mostrar minha visão de mais algumas maravilhas e, claro, um pouco do que vivi!

Prometi voltar com muito entusiasmo, mil novidades e momentos de alumbramentos para dividir com vocês!  Mas voltei mesmo foi com muita saudade daquele estado de graça permanente que conheci com a corrente de amor, amizade, carinho, gentileza, etc. Saudades do convívio diário, de responder os comentários… aaiii delícia!

Sou muito feliz por ter vocês no meu dia-a-dia e sentir em cada um, uma dose de como construir um verdadeiro lar.

E a vocês, bola pra frente!

Dilu

aaaa

Se quiser receber as atualizações do Diluciouscadastre-se aqui

Curta e acompanhe a fanpage do Dilucious

ser com arte

Você poderá gostar de:

52 comentários em “Sessenta dias depois…

  1. Menina, entendo perfeitamente o que você está sentindo…mas estou adorando que vocês estão de volta!!!!!!! Como diz a Júnia, uhuuuuuuuuuu!!!

  2. Querida , seja bem vinda.Ao ler o que a nós deixou expondo seu sentimento , concordo com voce mas , devo dizer que não mais culpo governo , país , e toda a corja que nos rodeia . Tenho pensado muito sobre onde chegamos e me assusto ao me pegar culpando o povo brasileiro desta situação. Somos o que ? Parasitas galgando nossos caminhos , lamuriando e lavando nossas mãos . O que temos feito em relação a tudo isto ? Nota-se que nada. Mostramos nossas forças quando necessário foi, e nos acomodamos novamente .Penso ter chegada a hora de rebater tudo que estamos sofrendo. Nosso dia a dia é de destruição , perigo , pânico ao ver nossos filhos saindo e os entregando a Deus… Será que sem a gente Deus vai agir? Não amiga Ele nos mostra o erro mas quer que tomemos uma atitude. O nosso povo é lindo e não merece tana miséria , fome , angústia e desonra , sim desonra de não mais termos vida. Desonra de não mais esperar um amanhã melhor ,desonra de não mais nos sentirmos gente e sim vaquinha de presépio dizendo , sim , sim , sim. Quero agir mas sozinha não vou conseguir e sem agir vou ser totalmente destruida pelo que não fiz ou desejei a alguém. Não fique triste quem sabe o leão volta a acordar ? Onde andará o governo que tudo me tomou ? Onde andará quem minha integridade levou ? Vamos dar as mãos e mostrar que em nossas veias corre o sangue de alguem que um dia fomos. Desculpe meu desabafo na sua entrada mas não consigo mais me calar. Beijos FADA.

    • Eliana… Seu desabafo deve estar entalado em muitas bocas. É exatamente assim que estamos sentindo, todos. Entretanto, nossa índole é a de aceitar. O gigante não acordou. Ano passado existiu aquele começo, recuamos qdo acreditamos em pequenas promessas, que não saíram nem da promessa e tudo continuou do mesmo tamanho… Aliás, não, não ficou do mesmo tamanho. Eles cresceram e passaram a nos desrespeitar ainda mais. Imagino que como eu, como vc, existem milhões pensando que sozinhos, será impossível. Onde eles andam? Nem preciso responder…
      Bem… Não consigo vislumbrar um futuro onde minha filha terá paz para criar os filhos dela. Torço para que vá estudar longe daqui, e por lá se estabeleça. Tenho um nó apertado em saber que nem todos teriam a mesma opção de escolha.
      Bjs

  3. Sempre fico triste após a volta da viagem pois estaria voltando à realidade de onde eu moro depois de viver um sonho de país! Por mim nem voltaria mais ao Brasil, mas é aqui que a minha família mora, é isso que me prende aqui. Mas de qualquer forma, seja muito bem vinda, eu te recebo de braços abertos! Senti sua saudades! Beijos!

    • Maria, eu tb estou com saudades.
      Eu também, eu também fico aqui por causa da família. Cada passo que dei nesses últimos 60 dias, vinha um pensamento de que daqui a 59 dias… 58, 57, 43, 22, 11, 5, 1, amanha não posso mais sair a pé pelas ruas da cidade onde moro, mal mal de carro, e sempre atormentada pelo medo. A que ponto chegamos!

  4. Sua volta foi no meio de muitas noticias boas, o dinheiro gasto em coisas de futebol foram gastos com a educação, coisas deste tipo não fazem parte do nosso cotidiano. Acordei do meu Sonho! Bem vinda a nossa realidade, bem vinda ao mundo que não é permitido sonhar.

  5. Que ótimo Dilu, de volta com mais novidades. Doida pra saber do resto dos restaurantes. E principalmente, qual da viagem foi o melhor.
    Seja bem vinda ao nosso lar doce lar aqui do blog… doce, gostoso, bonito, sempre muito caprichado hahahahaha…

    • Cristina querida, estou escrevendo o post do restaurante que achei mesmo o the best. Maison Troisgois. Mas são tantos que ainda tem pela frente, até acho que não terei como postar todos.
      Sim… esse é nosso lar doce lar, e é nele que me sinto muito feliz. Obrigada por fazer parte dele.
      Bjs

  6. Seja bem vinda!
    Entendo e divido com você essa frustração, indignação e revolta.
    Tenho horror a esse “jeitinho brasileiro” ou a aquela frase mais estúpida do mundo, “Deus é brasileiro”.
    Vivemos em um país que ainda não há explicação.
    Entramos num ano facultativo. Carnaval, semana santa, copa e eleições. Um ano praticamente perdido.
    Mas um dia a casa cai. Isso cai!!!
    O que nos resta é viver com dignidade e indignados, pois a vida continua.
    Aguardamos as novidades gastronômicas no dilucious.
    Bjs!

    • Obrigada Felix, primeiro quero que saiba que fico muito feliz quando você vem aqui. Adoro seus comentários pra lá de inteligentes!
      Sim… dignamente indignados? Viver assim onde… será que existe um resquício de dignidade vinda daqueles que deveriam dar exemplos?

  7. Querida Dilu, que bom te-la de volta. Sentimos saudades. Estamos ávidas pelas novidades gastronômicas e culturais! Sejam Benvidos família! Beijosssssssss

  8. Ei Querida Dilu, Bem-vinda!! Que bom que você aproveitou sua viagem e melhor ainda que está de volta! Beijos saudades das suas gargalhadas!!

  9. Estimada Dilu,
    Seja muito bem-vinda. Posso compreender os sentimentos que assolaram sua alma neste retorno. Na verdade o estado de alegria, paz, harmonia e segurança que vc se encontrava, permeou ameaças diante das notícias recentes e chocantes.
    A sua sensibilidade, generosidade, e força interior, irá ajuda-lá perpetuar os bons momentos vividos nestes últimos 60 dias, sem se permitir permanecer a margem da realidade, do que ocorre em nosso meio.
    Vc já cumpriu seu papel, de forma muito coerente, compartilhando seus nobres sentimentos, neste meio de comunicação.
    Bjs no seu coração

    • Graça querida (sim, já se tornou muito querida sem que AINDA tenhamos nem nos conhecido pessoalmente, mas não vai demorar, né?) seu comentário é carinhoso e muito sensível. Realmente me senti arrasada, mas como sempre… de volta ao meu maravilhoso mundo de aromas e sabores.
      Vamos marcar um encontro, ne?
      Bjs, Dilu

    • Rsrrssss… Que linda Larissa, adorei você lembrar desse jeito carinhoso vindo da minha filha Louise, de falar. Vamos sim, ficar sempre no “pertinho” um dos outros, com muito carinho! Bjss

  10. Bem vindos!
    Posso bem imaginar o que foi captado por estes olhos treinados e por esta alma sensível !
    Sentimos muito a sua falta,mas, tenho certeza, só teremos a lucrar!
    Um beijo,
    ME

    • Ah maravilhosa, que saudades! Como pensei, lembrei… e quantas vezes quis que vocês estivessem lá com a gente. Especialmente em Moustiers Sainte-Marie. Essa cidadezinha mágica vai ficar para sempre na minha lembrança, e todas as vezes que me lembrar dela, você vai vir junto nos meus pensamentos… Existem magia em lugares, momentos e pessoas, e você é uma dessas que é envolta na magia. Bjsss

  11. Lourdinha, meses atrás vi uma matéria sobre vc no Estado de Minas. Senti muita saudade da sua mãe, daquele tempo que voces eram jóvensmocinhas, em uma casa super alegre. Quanta coisa aconteceu de lá para hoje. Eram tempos felizes, que não voltam mais, mas ficou a lembrança que é muito bom recordar. Sempre rezo para sua mãe à noite. Espero que esse saudosismo não entristeça vc. Que vc tenha um 2014 cheio de realizações é o meu desejo. Um grande beijo da Virginia.

  12. Ei Virginia, que bom você aqui e ainda mais assim, tão carinhosa! Obrigada querida, vamos marcar da gente encontrar e colocar todos os assuntos em dia. Fiquei muito feliz de te ouvir, super obrigada! Bjs querida, estou aqui com Rosângela e Lucinda e as duas te mandam um abraço, com muito carinho!

  13. Seja bem-vinda Dilu, demorou!!!
    Acompanhei sua viagem pela internet, deve ter sido uma experiência maravilhosa, estou adorando suas dicas .Saudades!!!! Bjs
    Leninha

  14. Dilu, a cada novo e diário acontecimento que esse nosso governo nos impõe, me lembro desse seu post. Como vc tem razão de voltar com tristeza no coração pra esse país de m—-. desculpe me expressar assim, mas depois daquela de ontem, de hotel de 26 mil reais, de mais caro restaurante de Lisboa… imaginei o que não caiu na imprensa. Vergonha de ser brasileira. Desculpe o desabafo.

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps