Tivoli EcoResort Praia do Forte – TEM DE SER FORTE!

No QUEM SOU EU digo: Do mesmo modo que criticas são bem vindas no Dilucious, os comentários negativos, quando aqui postados, terão como único objetivo, assessorar as escolhas dos leitores. Julgo que, ao expor vivências e experiências em lugares públicos, os acertos e as falhas notados, podem ser também de primordial importância para os estabelecimentos, pois devem servir como uma ferramenta de apoio na conquista de melhorias.

Que este post a seguir, sirva exatamente para exemplificar o que disse assim que lancei o Dilucious. A intenção é ajudar, primeiro meus amigos e os leitores do blog, depois ao hotel, se houver interesse. 

.

Tivoli EcoResort Praia do Forte

Fotos: Dilu Bartolomeo Villela

Depois que o antigo Praia do Forte Eco Resort, sonho concretizado do alemão Klaus Peter, foi vendido e passou a Tivoli EcoResort Praia do Forte, esta foi a nossa primeira ida lá. No post ALGUÉM ME AVISOU PRA PISAR NESSE CHÃO DEVAGARINHO mostrei como tudo na região é muito lindo, tudo é muito maravilhoso… Mas neste post, venho com o outro lado da história:

Tivoli EcoResort Praia do Forte, onde nem tudo são flores!

Nem tudo são flores mesmo... Tem também enormes iguanas

Nem tudo são flores mesmo… Tem também enormes iguanas

Foi até eleito um dos melhores resorts do país, mas pessoalmente, em cada passo que dava por suas belas instalações, me lembrava do Transamérica Ilha de Comandatuba, que fui dezoito vezes e se puder, vou mais dezoito. Já aqui… não volto mais! Tudo muito lindo… Mas…

a pilastras_Fotor_Collage

Dizem que a nova administração tentou dar um “up” em tudo, inclusive na recepção, onde aconteceu nossa primeira decepção (até rimou).

a rece_Fotor_Collage

No check-in, apresentamos nosso cartão TIVOLI e solicitamos upgrade. A recepcionista demonstrou que teria disponibilidade, mas…

–       Preciso ver com o gerente

Já ficou antipático: se o hotel está vazio e tem disponibilidade, concede! Sem necessidade de consultar. Depois de um considerável tempo, volta ela:

–       Vocês teriam de pagar um acréscimo para a troca. O cartão só dá direito a água da primeira noite e… (tamanho foi meu espanto, que não ouvi o que mais teríamos direito).

–       Quer dizer que fizemos um cartão da Rede Tivoli para ganhar 1 água? Ãh Rã!

Antipatia!

–       Tudo bem, o quarto tem vista para o mar?

–       Ah… todos os quartos são virados para o mar. 

Depois de andar… andar… andar…

O quarto fica bem distante, mas o percurso é todo maravilhoso. As arvores são identificadas

O quarto fica bem distante, mas o percurso todo é maravilhoso. As árvores são identificadas.

Chegamos no quarto. Cadê o mar? Fica mesmo virado para o mar, porém tem uma vasta vegetação que tampa toda a vista… Não se vê nem uma pontinha… 

A vista é para a vegetação, apesar do quarto ser realmente virado para a direção do mar

A vista é para a vegetação, apesar do quarto ser realmente virado para a direção do mar

Muito desagradável não ter vista do mar num lugar com tanta beleza natural. Via-se o tempo todo as iguanas que passeiam livremente, e a mim, provocavam um certo temor.

Situado em uma área de preservação ambiental e cercado por fauna e flora exuberantes, o hotel é totalmente integrado à natureza.

Situado em uma área de preservação ambiental e cercado por fauna e flora exuberantes, o hotel é totalmente integrado à natureza.

Educação e preservação ambiental em 12 quilômetros de praia com coqueiral, paisagens lindíssimas, jardins super bem tratados, ruínas, cultura…

IMG_0085_Fotor_Collage

IMG_0148 a placas

IMG_0107

Ruínas

Ruínas (chato, mas tenho de confessar que esqueci de que são essas ruínas)

IMG_9972

a x_Fotor_Collage

IMG_0072_Fotor_Collage

Em um espaço restrito aos hóspedes, o hotel oferece várias atividades de lazer e esportes náuticos com monitores: windsurf, caiaques, pesca oceânica, mergulho livre nas piscinas naturais e passeio a remo.

a entrada restrita

IMG_0087_Fotor_Collage

Opções de lazer não faltam.

IMG_0140

Claro que tem lazer a beça para as crianças

Claro que tem atividade à beça para as crianças

Para quem gosta de comprinhas...

Para quem gosta de comprinhas… (não é o meu caso)

...ou quem gosta de jogar!

…ou para os que gostam de jogar…

Tem quem gosta apenas de relax

Tem quem gosta apenas de relaxar

...tem também os que gostam de romancear...

…tem também os que gostam de romancear…

...butecar...

…butecar…

E claro... a gastronomia!

E claro… comer! Gastronomia!

Por falar em gastronomia… Hummm… É por ela que estamos aqui! O café da manhã é triste, o que, normalmente é espetacular neste tipo de hotel.

Não que seja um café da manhã ruim, mas minha referência é o Transamerica

Não que seja um café da manhã ruim, mas minha referência é o Transamérica… aííí…

E para arrematar, o atendimento é péssimo, carrancudo, quase mal educado, percebe-se claramente mau humor nos funcionários, salvo um ou outro.

Tão raro alguém mostrar simpatia, que quando Luiz falou para a baiana que ela tinha a melhor cara do hotel, olha a risada dela

Tão raro alguém mostrar simpatia, que quando Luiz falou para a baiana que ela tinha a melhor cara do hotel, olha a risada dela

Ainda no café da manhã,  perto da ilha da tapioca, tinha uma garçonete encostada numa pilastra com o astral bem o oposto dessa aí de cima, à qual perguntei:

–       Por favor, você sabe quem faz a tapioca?

–       Ah… a pessoa saiu, daqui a pouco ela volta!

–       Ok, quando ela retornar, você poderia pedir para ela levar a tapioca naquela mesa?

–       Ah nãoooo… você volta e pega.

Tem de ser forte! Você deve estar achando que estou brincando, mas foi exatamente desse jeito, só que ainda repeti minha fala e ela também repetiu a dela. I-na-cre-di-tá-vel!!!! Eu tive de esperar, e o pior, por uma tapioca in-co-mí-vel!!! Nem para os animais eu poderia dar, primeiro que é proibido e segundo… 

Não faça aos outros o que não gostaria que fizessem a você!

Não faça aos outros o que não gostaria que fizessem a você!

Depois do café: piscina! Maravilhosa, é a continuação do mar.

IMG_9990

IMG_9961

IMG_9964

IMG_9974

IMG_9935

Piscina linda! Linda! Mas e o serviço? Todos brincamos (inclusive o próprio baiano) com o ritmo “baiano de ser”. (Sabe aquela piada? “Mãiiiinha, veneno de cobra maaaata? Porque meu rei, você foi picado? Nãoooo… Mas ela tá chegando…” kkkkkkkkk) Lá não era diferente! Para uma garçonete se dignar a atender um hóspede, era preciso a gerente (assim me pareceu) mandar. Um horror! 

IMG_9927

Meu marido que em “certos momentos” é alto astral até demais, para tentar me sossegar, ligou (ou adotou) o (fodas) “deixa pra lá”.

IMG_9937

Então tá, vamos almoçar! A garçonete com seu natural sotaque, não sabia nadica de nada do cardápio: 

–       O que vem nesse picles?

–       Nãoooo sei nãooooo…

–       Como é essa sobremesa?

–       Nãoooo sei nãooooo…

–       Qual é o peixe fresco?

–       Nãoooo sei nãoooo…

Todas as perguntas eram respondidas com um sonoro “Não sei não…”. Tem de ser forte!

–      Será que você pode perguntar na cozinha?

E lá se foi ela. Voltou e respondeu que o peixe é fresco sim. Só que não, facilmente perceptível que foi recém descongelado. Mesmo pagando (caro) pela comida do almoço, não vale a pena! Preferível almoçar na vila.

IMG_9942

a pirao_Fotor_Collage

Coitado do Luiz! Do jeito que veio, voltou!

Coitado do Luiz! Do jeito que veio, voltou!

O jeito é malhar! A academia fica a uma distância de pelo menos, uns 300 metros do quarto. Tudo bem, já é o aquecimento! Ufa! Até que enfim, cheguei!

IMG_0102_Fotor_Collage

Mas peraí… neste calor baiano…

–       A sala de ginástica não é refrigerada?

Ah… deve ser só uns 55 graus… Dá pra aquentar! Então…

–       Ventiladores?

–       Tem esse aqui e o outro está estragado.

–       Como assim?…………… Ah… Tudo bem! E uma TV?

–       Tem não. (curta e grossa).

O ventilador ventila onde não tem ninguém e nem aparelho nenhum

O ventilador ventila onde não tem ninguém e nem aparelho nenhum

Ah tudo bem de novo, cadê o (fodas) deixa pra lá do Luiz? Preciso emagrecer! Assim mesmo, vou malhar nesse inferno… opsss! Nesse calor! Meu Deus… Não é só o calor… E esse bichinhos que não param de me picar? Respira fundo! Pleaseeee… num pica onde a mão não consegue coçar nãoooo! Ái! Na canela eu tenho de parar a esteira para coçar! Deus, me dê só mais um pouquinho de paciência, aquele (fodas) deixa pra lá do Luiz… Nãoooo, acho melhor parar e voltar para o quarto. Nossa, mas à noite, voltar tudo isso caminhando… E as iguanas? Já imaginou se dou de cara com uma? 

–       Por favor, você poderia pedir o carrinho para me buscar?

–       Demora de 15 a 20 minutos. (curta e grossa)

–       Nossa! Da recepção aqui demora todo esse tempo (Imaginei que tinha andado só uns 300 metros, mas deveria ser muito mais)

–       É que as vezes ele não fica na portaria.

–       Ok, pode chamar por favor!

Assentei no chão para esperar… 

–       Você tem de esperar lá fora (curta e grossa).

–       Mas devo esperar sozinha no escuro? Por favor, peça a ele para me chamar aqui dentro.

–       Eles não chamam não, tem de esperar lá fora.

Não acreditei… aquilo estava acontecendo para testar minha paciência, que devo confessar, é baixíssima, mas em respeito ao FODAS do Luiz… Tem de ser forte!

IMG_0039

Existe um carrinho tipo aqueles indianos que fazem o passeios fora do hotel. Usei só uma vez, pois minha coluna não aguenta o tranco. Rsrsssss… Vamos combinar? Nossos “caminhos” não são dos melhores… Não me lembro se era de terra, paralelepípedo ou sei lá, só sei que pula pra caramba!

O tuc-tuc leva os hóspedes até a vila e ao Castelo Garcia d'Avila

O tuc-tuc leva os hóspedes até a vila e ao Castelo Garcia d’Avila

Nós preferimos usar o excelente e cordial serviço de Bruno Lourenço, que além de nos servir no hotel e na vila, nos levou ao Castelo Garcia d’Avila e a Interlagos, me fez o imenso favor de comprar e embalar camarão, nos levou para o aeroporto. Super! Obrigada por tudo Bruno!

Bruno Lourenço Contato: 9994 76 38

Bruno Lourenço
Contato: 9994 76 38

No jantar, água, refrigerante e café estão incluídos na diária, mas o custo do vinho… Alto, muito alto… A fama do Praia do Forte não enquadra mais com a realidade. A gastronomia tida como um dos principais itens, não tem nem charme, quanto mais qualidade. Entendo que algumas pessoas possam gostar, pois sei a que nível classificam o comer bem. Uns preferem o sabor, outros, a abundância. Fiquei completamente decepcionada. A comida é FFF: farta, feia, fraca. Ah! E mais um F, de FORTE… Rsrsssss 

Essa é a primeira vez desde que tenho o blog que não coloco um prato montado. Não vale a pena!

Essa é a primeira vez desde que tenho o blog que não coloco um prato montado. Não vale a pena!

Para compensar, vamos ao ponto de destaque do hotel. Cada dia existe uma distração. Na terça, os dois shows – um durante e o outro após o jantar – são maravilhosos! Durante, tinha um rapaz que tocava e sua seleção musical era “dez”. Após, uma banda super bacana nos distraiu e nos fez esquecer todo o resto. Foi uma delícia! Por outro lado, aqui também tem de ser forte, pois músicas de verdade emocionam… Claro, todos sabem o quanto tudo que é muito bom exige do nosso coração.

A foto ficou péssima, pois foi tirada de celular. Mas o show foi uma maravilha, vou até trazê-los para comemorar algum aniversário. Quem tiver interesse, pode me pedir o contato.

A foto ficou péssima, pois foi tirada de celular. Mas o show foi uma maravilha, vou até trazê-los para comemorar algum aniversário. Quem tiver interesse, pode me pedir o contato.

Humm… Depois do maravilhoso show, o quarto nos espera! Bem… Faz parte do conforto e eficiência de qualquer hotel cinco estrelas a abertura das camas. Isto é, enquanto o hospede janta, eles arrumam o quarto, o banheiro, as camas, colocam um mimo desejando boa noite ou algum recadinho… Isso não existiu, chegamos do jantar… a casca de banana na mesa, as toalhas molhadas, as camas desarrumadas. Só o fizeram na outra noite, depois que reclamei. 

Os preços praticados pelo hotel são altos. O custo-benefício não justifica o nível de conforto, qualidade dos serviços e atendimento. Ah! Lembre-se de levar adaptador de tomada, ou então, prepare-se para pagar 30 reais (apenas por 2 dias de “aluguel”). Ou reclame, assim eles estornam o valor. Muito chato precisar disso.

Para usar internet é preciso desembolsar absurdos 16 reais, a HORA! Teríamos de pagar esse valor, se antes de irmos, Luiz não tivesse ligado para o hotel solicitando internet como cortesia, já que gasto muito por causa do blog. 

eu

Eles são, como meu marido diz, jogo duro. Olha o late check out, se não tem mesmo de ser forte!

–       Precisamos ficar até às 13h30. Seria possível termos late check out?

–       Sim, podem sair a tardinha, às 17h.

Opa! Até assustei, primeira vez que nos atendem com cortesia, simpatia e ainda, com uma resposta positiva. Só que resolvemos sair às 16h, e por isso, avisamos o novo horário ao outro funcionário. 

–       Ah nãoooo, temos de cobrar um custo adicional

IMG_0421

Antipatia! Cheguei à conclusão que a equipe desse hotel é treinada para dizer “não”. Penso que, se não tem disponibilidade de quarto para up grade, se não tem adaptador, se não tem carrinho de transporte, se o hotel vai lotar e não é possível late check out, tudo bem. Mas o hotel vazio… tendo tudo isso disponível, e sempre colocarem obstáculos ou recusas… É não visarem um cliente feliz! Ou então, contam com o jeito “Luiz Guilherme de ser” quando liga o Fodas!

O astral de desprazer é facilmente percebido principalmente no pessoal da recepção, nos cozinheiros, na academia, enfim, difícil ser atendido no estilo “Transamérica Ilha de Comandatuba”, onde basta pensar, para seu desejo ser acatado com total polidez e esmero. Fica aqui a dica para quem quer passar dias gratificantes num resort brasileiro.

Praia do forte

Como disse antes, contei no post ALGUÉM ME AVISOU PRA PISAR NESSE CHÃO DEVAGARINHO que o paulista descendente de alemães Klaus Peter foi quem idealizou o Praia do Forte ao comprar a Fazenda Praia do Forte em 1971. Seu sonho era construir este hotel. Klaus Peter transformou a Praia do Forte, e o turismo deve muito a esse homem. Temos muito a agradecer! Mas pessoalmente acho que a rede Tivoli deveria pisar nesse chão devagarinho e não apenas agradecer, mas também dar continuidade ao sonho ou ao paraíso construído pelo alemão. Para tanto… TEM DE SER FORTE!

aaaa

Olá, se quiser receber um email avisando quando publico um novo post, por favor deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

ser com arte

Você poderá gostar de:

44 comentários em “Tivoli EcoResort Praia do Forte – TEM DE SER FORTE!

  1. Dilu que decepção!! Ainda bem q não vamos pra lá!! Mas acabou q não vamos pra Comandatuba tbem não… Agora fiquei até com mais vontade…
    Como sempre até na hora de criticar vc é simplesmente única! De uma coisa eu tenho certeza: onde quer q esse alemão esteja, se for alemão de verdade aprecia a crítica direta sem vai e vem e deveria apreciar seu post!
    Bjs
    E saudades
    (Oba oba falta menos de um mês pra gente chegar!!!)
    Letícia

    • Amada de minha vida, que dia voces chegam? Tenho de me preparar!
      Leticia, foi bom você dizer isso, no post que será do Castelo Garcia d’Avila eu vou falar o que o Bruno (motorista) nos contou. Enquanto o Sr Klaus Peter era vivo, tudo era muito diferente. Ate mesmo as estradas. Imagina! Por isso, hoje o atendimento do hotel tb não é lá essas coisas.
      Te esperando ansiosamente! Bjs querida

  2. Vai aí um festival de ditos populares para descrever sua experiência, Dilu: “nem tudo que reluz é ouro”, “as aparências enganam”,”por fora bela viola…”
    Felizmente vc “não tem papas na língua” e faz críticas pertinentes para salvar os amigos de possíveis enganos, né não?
    Bjão!

    • Minha parceira e querida Cristina, tenho pensado muito nisso, se devo ou não dizer o que penso. Mas se criei o blog visando isso (ou nisto???? kkkkkkkkk) tenho de cumprir meu papel conforme minha intenção inicial.
      Bjs, adoro quando voce vem aqui!

  3. Querida, acho que você deveria ser bem rapidinha e pisar com força, mandando esse post para a rede Tivoli. Um cliente insatisfeito multiplica por dez a sua informação ruim sobre um lugar!!! Uma Dilu dona do Dilucious multiplica por muito mais! Bjos minha rainha! Oops, quis dizer Fada!

    • kkkkkkk minha rainha é lindo demais! Nem sei qual é mais lindo, se rainha ou fada. Amo os dois, ainda mais vindos de vc.
      Polinha, nem sei se eles se interessam pela opinião de alguém. Acho que não! De qualquer maneira vou mandar.
      Obrigada querida, bjs

    • Ola Claudia, você citou estrelas, e é essa a grande diferença. Se você paga para ter uma temporada cinco estrelas, você também quer receber o correspondente. Tenho batido muito nessa tecla. Sei que não vou conseguir muito, mas… cumpro um papel com a proposta do blog. Adorei você aqui, obrigada querida.
      Bjss

  4. Adorei saber, se tiver de ir, tenho de ir preparada. Mas o valor que eles cobram não dá apenas pra ir preparada, o valor é pra ir na expectativa de só coisas boas. Eu heim? Ê Brasil!

    • Rsrrssss É isso mesmo Lucia. Você citou o Brasil que é craque em cobrar (alto) e não oferecer de acordo. Mas a gente vê isso lá fora também. Mas vamos gritar, quem sabe alguém nos ouve? Bjss

  5. Dilu, eu consigo ver sua cara e sua voz meio rouca e seu espanto e confesso, eu ri demais com seu post. As iguanas no caminho são impagáveis. Vc sentada no chão esperando o “buzu”hoteleiro idem. Academia “viplantes”já é tortura, esta que descreveu é para quem se odeia com força! Enfim, além das risadas que dei – e não foram poucas – ( a Polinha podia ilustrar uma das cenas com suas bonequinhas) fica uma lição. Enquanto o Transamérica Comandatuba é dispendioso, o Tivoli Forte é caro. E, ao que parece, não porque não tenham potencial,mas porque não atentam aos detalhes. E nada substitui o ser humano, o ser humano é o “detalhe”que faz a diferença em qualquer empreendimento. Acho que fica a dica pra que pesquisem o que acontece com a equipe, como diz você, “treinada para dizer não”, quando o sim é tudo que se quer.
    Amiga, adorei o mote TEM QUE SER FORTE! Mas gosto por demais da política do foda-se! Ela é salvadora, a descoberta deste botão e ainda mais colocado no modo automático é libertadora. Sorte sua de ter um marido que sabe ligar este botãozinho mágico. Não há que ter escrúpulos, um sonoro FODA-SE é o passaporte para salvar o humor em situações adversas. Ter de ser forte nas férias é phoda ! ( com ph pra ficar elegante)… então….. keep calm and foda-se on! kikiki Adorei o texto, rindo muito aqui. bjk

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkk Vera, agora posso até rir com seu comentário… mas na hora… Eu tentava manter o bom humor, mas as coisas iam acontecendo incessantemente, parecia mesmo pra me tentar, ou atentar kkkkkkkkkkkkkk Ou atentar naquilo que é mais importante, os meus detalhes? kkkkkkkk O meu ser humano – me fazer ver que nada disso tem o menor valor, enquanto o que realmente tem, sou eu, o meu eu! Isso de um modo geral, querendo dizer o ser humano num todo. Sei lá! Fazer pensar que o detalhe está em algo muito maior… Hummmm (advogado do diabo) kkkkkkkk Ah, quer saber? Fodas o que é importante! O importante é rir e ser feliz! Por isso estou com vontade de reencontrar você com as minhas outras queridas.

      • “Fazer pensar que o detalhe está em algo muito maior…. hummm (advogado do diabo) kkkkkk” Dilu, li uma vez, não me lembro onde, que Deus está nos detalhes. Frases que nos acompanham por uma vida! Talvez o diabo também…. se paramos no final do dia para recordá-lo, em geral vemos que um detalhe, um pequeno detalhe foi capaz de salvá-lo ou estragá-lo, em contraste com todo o resto. Detalhes são irmãos siameses do acaso, lendo seu comentário agora, me dou conta. E então já desdobramos o acaso, que nos é tão caro, em mais uma faceta. Falar em acaso, semana passada, em minhas leituras, lembrei -me demais de ti.De repente esbarro em um verso de Domingos Pellegrini que diz: “Partimos exatamente no horário, o destino é que atrasou-se alguns segundos.” Pois disto não podemos reclamar. Estávamos lá, no encontro marcado e o destino foi pontualíssimo e o encontro se fez. Bacana sempre passar por aqui. Em geral não tenho tempo pra voltar, mas eu queria rir de novo kikiki, este post é um clássico do Dilucious. bjk, dia bom por aí.

        • Que coisa linda minha amiga linda! Você faz não apenas a mim, mas a quem te lê, um bem que talvez nem mesmo você se dê conta. Nem só o bem, mas você ensina, você acrescenta, você, com esse jeitinho que nem consigo descrever, mas adorável, chega igual o Duque chegou na minha vida, impossível ficar sem.

  6. Fico imaginando vc e essa Vera das Alterosas escrevendo juntas. Olha! TEM DE SER FORTE pra “guentar” as duas juntas. Adoro ler seus posts e depois, os comentarios dela. Parabéns pras duas!
    Beijos, Tati

    • Tati minha linda, quem sou eu para pensar em escrever com Vera. Ela é tudo que eu queria ser (quando eu crescer, vou pedir pro papai do céu esse presente) kkkkkkkkk
      Obrigada querida, adorei, adorei seu comentário!

    • Tati, obrigada pelo comentário. A Dilu é uma ótima “levantadora de bola”, a gente acaba viajando nos textos dela, gostosos de ler e que sempre nos trazem algo sobre o que pensar. Aí fica fácil. bjk e dia bom pra ti também.

  7. Dilu,
    Já trabalhei nessa área numa grande rede de hotel. Eles precisam saber de opiniões como a sua. Você poderia fazer este favor a eles, mande seu post para que eles fiquem cientes de tudo o que você relatou.
    Um grande abraço,
    Laura

    • Laura, vou sim encaminhar um email com o link do post. Apesar de ter um sentimento de perda de tempo. Mas tudo bem!
      Obrigada pelo seu comentário minha querida, volte sempre. Bjss

    • Monica, nem vi que estava contando algo engraçado, mas pelo visto… Me surpreendeu ver isso e achei bom conseguir passar uma informação desagradável de uma maneira mais leve. Bjs querida

  8. Dilu, que horror! Ás vezes acontecem essas coisas mesmo, felizmente raramente. Mas é de lascar! Ainda bem que você tira tudo de letra…
    Mas que alguma coisa precisa ser feita não resta a menor dúvida! Penso que não está correto pagar caro por algo que é péssimo. Abs, TeresaCristina / SORVETERIA INVENTIVA

    • Nem tão as vezes Teresa Cristina, você vai num restaurante caro e considerado o melhor e come mal, vai num hotel tido como um dos melhores do país, é desse jeito… Hoje fui na mercearia, também a melhor da cidade, estava tudo horrível e para surpresa minha, a menina do caixa quem resolveu pegar as coisas dentro do estoque, coisas que fui lá buscar. Acho que estamos mal!

      Estou doida pra conhecer sua sorveteria e experimentar todos os sabores! Oba!!!

  9. Vera, amei seu comentário. Também fui imaginando a cara da Dilú em cada acontecimento. Realmente é phoda sair de casa e encontrar tanta chateação, difícil até abrir o f…com classe.
    Dilú querida, vamos marcar um fim de semana em Comandatuba pra ficar feliz?
    E manda sim o link pro Tivoli

      • Não coloquei no post, mas a cada resposta curta e grossa que a moça da academia me dava, eu ficava olhando para ela e pensando… até que não me contive e disse: “Que academia maravilhosa, que hotel maravilhoso…” … kkkkkkkkkkk

  10. Dilu, estive lá em fevereiro e foi igual, essa mesma sucessão de dissabores, de falta de um atendimento no mínimo simpático, de comida ruim (pra não dizer, péssima), a academia então… nem se fala. Achei super bacana vc colocar isso no blog. Um abraço, Lucas

    • Depois que postei sobre o hotel, várias pessoas vieram me dizer de suas experiências ruins por lá. É isso…
      Obrigada e outro abraço para você, Lucas

  11. Eu sei que é preciso ter coragem pra falar as verdades de gente grande e poderosa. Talvez seja que, pra ter coragem, a pessoa tb tem de ser poderosa. Te dou parabéns pela materia e daqui pra frente, antes de escolher um hotel ou um restaurante, com certeza, passo pelo Dilucious.

    • Ah que bom! Passe sim, venha sempre aqui, ficarei muito feliz!
      Olha, ainda não tive tempo de postar sobre todos os lugares que conheço, se precisar de algum que não esteja aqui, fique a vontade de perguntar, se eu souber e puder ajudar… Estarei as ordens!

  12. Que tristeza Dilu, pois este Hotel era maravilhoso, e que já inclusive já aproveitamos dele juntas com nossas filhas, era muito bom!!!
    Famoso pela sua gastronomia, que diferenciava dos outros hoteis, é realmente uma pena!!!
    Beijos
    Leninha

  13. Dilu, conosco aconteceu o mesmo! Pensei que eu que estava ficando chata ou exigente demais. A comida não dá nem pra falar, completamente diferente daquela do começo quando a gente adorava ir, que era um espetáculo.
    Muito ruim quando um dos poucos bons ficam ruins, ainda mais aqui no Brasil que nem temos tantas opções.
    Valeu demais seu post.

    • Patricia, acho sim que ficamos com o passar do tempo e depois de somar algumas experiências mais exigentes. Mas ao mesmo tempo, sabemos captar o bom, o gostoso e a qualidade em coisas simples. Poderia ser tudo simples, mas com qualidade. De nada adianta o luxo sem o lado prazeroso. Bjs

  14. Dilu querida, ainda bem que você avisou. Muito triste ver um lugar com tanta beleza ter um serviço tão ruim. Se pagamos cinco estrelas merecemos todas e quiçá mais alguns mimos não e?
    Realmente você tem que enviar seu post para eles e tenho certeza que não vai ser em vão.
    Beijos

    • Ei querida, você tem razão, mas fiquei super feliz vendo a alegria de vocês em Diamantina, deve ter sido uma viagem dos sonhos. Que delicia!

      • Ei querida, foi realmente uma delicia reencontrar as primas na nossa terra natal. Nos divertimos um bocado e devoramos um frango ao molho pardo maravilhoso.
        Como você pode ver tenho entrado muito pouco na internet. Pequenos problemas mas nada de grave. Saudades de vocês. Assim como você, Ana Paula tem nos proporcionado momentos diluciosos com suas histórias, desenhos e tudo mais. Menina, como vocês combinam!!!! Dupla fantástica. Beijos

        • Heloísa, qualquer coisa, pode contar comigo, tá?
          Mas vc poderia fazer um post dessa viagem a Diamantina pro blog, a gente sente a alegria que vcs viveram. Maravilhoso!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps