VILA JOYA Onde a magia acontece

vila joya

Para os dicionários Webster e Longman, “joy” significa “a very glad feeling, happiness, delight”, isso quer dizer: sentimento elevado de felicidade e prazer. O nosso Aurélio pede precaução para não confundir “jóia” com a atual joie, alegria, e define como artefato de matéria preciosa, pessoa ou coisa de grande valor. Para Claudia Jung, “Joy” significa um sentimento elevado de felicidade e prazer: sua filha Joy Jung. E quem é Cláudia Jung? Aquela que em 1982 fundou o Vila Joya, numa exaltação à felicidade, ao prazer, à família.

VILA JOYA

ONDE A MAGIA ACONTECE

Por Ana Paula e Vittório Lanari

ana vila joya

Quando falamos com Dilu sobre nossa última viagem, ela logo veio com a sua famosa frase: “Faz um post para mim!!!” Rsrsrsss… Então aqui está: um post a quatro mãos! Já que somos um casal, nada mais justo que somar as nossas emoções nesse relato Diluciouso! Confesso que tenho medo de expectativas prévias sobre hotéis e restaurantes. Muitas vezes somos levados a sonhar, imaginar e até mesmo delirar com experiências ainda não vividas, que na realidade, podem se mostrar decepcionantes diante de altas expectativas. Já eu, Ana Paula, de jeito nenhum! Adoro viajar e o meu lema é: aconteça o que acontecer, vou é me divertir!!! Com essa forma de pensar, simplesmente não gero expectativas e me deixo maravilhar por tudo! Sou assumidamente superlativa e passional! Mas só que certos lugares é…

...onde a magia acontece
…onde a magia acontece!

Quando Ana Paula e eu decidimos conhecer o Hotel Vila Joya, a decisão veio acompanhada de “ohh’s, ahh’s, maravilha’s, espetacular”, dos amigos que já vivenciaram a experiência. Fiquei até preocupado… Será que será tudo isto mesmo? Chegando então em Lisboa, pegamos o carro na locadora, ajustamos o GPS para o Algarve, e pé na estrada! Começa a nossa experiência VILA JOYA.

Ana Vila Joya

Sou eu outra vez, como não ficar de queixo caído com esse lugar??? Meu Deus, é o paraíso!!! Olha só o jardim, o mar , esse céu azul! Cenário de filme!!!

ana vila joya vista

O maravilhoso jardim do hotel e seus apartamentos voltados para a praia da Galé.

O maravilhoso jardim do hotel e seus apartamentos voltados para a praia da Galé.

Tão logo chegamos ao premiadíssimo Hotel Boutique Vila Joya e seu estrelado restaurante, começaram as sucessões de encantamentos.

Nós e o staff

Nós e o staff

Os detalhes começam na recepção. Um local discreto, que não interfere no ambiente e decoração do hall e salão de entrada.
Duas mocinhas gentilíssimas nos dão as boas vindas, demonstrando alegria em nos receber no Vila Joya.

Captura de tela 2014-07-28 às 15_Fotor_Collage

Celso Terra Assunção, gerente geral do hotel, uma pessoa fina, educada e agradável, também veio nos receber e, diante de nossa curiosidade, nos conta um pouco da história do Vila Joya.

Lounge

Lounge

Descobrimos então que Celso é brasileiro, carioca, mas com raízes em Minas Gerais, na cidade de Barbacena. Feliz coincidência e alegria em ver mais um profissional brasileiro se destacando entre os melhores do mundo. Neste momento nos convidou para um tour pelas instalações do hotel, e fomos nos maravilhando a cada novo ambiente.

ana vila joya vista_Fotor_Collage

Chegando ao restaurante, primeiro conhecemos os salões internos: discretos, clean, agradáveis e aconchegantes. Chegamos ao salão onde é servido o café da manhã e ele nos convida para conhecer a cozinha. Opa! Mesmo?? Claro que sim! Então… “Vamo que vamo!”

Área da CRIATIVIDADE!

Área da CRIATIVIDADE!

Entramos numa ampla sala, à frente, está a área de passagem dos pratos prontos para o serviço do salão. À esquerda, uma mesa alta, num ambiente decorado com fotos dos chefs estrelados que por lá passaram, no festival realizado anualmente pelo hotel e inscrições instigadoras ao prazer de comer e viver. Este espaço é conhecido como a Mesa do Chef, onde até 06 pessoas podem desfrutar de um jantar dentro do centro nervoso do restaurante , convivendo com o chef Dieter Koschina e sua equipe.

Mesa do Chef no salão de frente para a cozinha

Mesa do Chef no salão de frente para a cozinha

O layout da cozinha é muito bom e só o fogão custou quinhentos mil euros! Vou repetir, pois eu sei que você está aí fazendo contas . Sim, o fogão custou quinhentos mil euros, isso mesmo! Verdade pura!

ana vila joya fogao

Quem comanda essa potência é o chef Dieter Koschina, mas na noite que nos hospedamos e jantamos no Vila Joya, não tivemos o privilégio de conhecê-lo, simplesmente porque tinha ido a Londres receber o prêmio como 22° melhor restaurante do mundo, concedido pelo The World’s 50 Best Restaurants 2014!

ana vila joya fogao 2

No nosso tour pela cozinha, tivemos o prazer de encontrar com o chef Matteo Ferrantino, o artista da noite! Sua equipe também brilhou! E nós estivemos com esse jovem italiano, simples, alegre e competentíssimo, antes e depois do jantar!

Nós e o chef

Nós e o chef Matteo Ferrantino

O Celso nos acompanhou até a suíte, onde estavam nossas malas e despediu-se com um até breve. Maravilha! Hora de curtir a suíte e sua vista espetacular…

A suíte na qual ficamos, ampla e bem decorada, além de ter uma vista deslumbrante!

A suíte na qual ficamos, ampla e bem decorada, além de ter uma vista deslumbrante!

ana vila joya cama 2_Fotor_Collage

Como crianças querendo ver e aproveitar tudo, trocamos nossas roupas e fomos nos deleitar na área da piscina, nos jardins e na praia.

ana vila joya vittorio na praia_Fotor_Collage

Ao voltarmos para a suíte, descansamos na espreguiçadeira do jardim tomando champagne… cortesia do Vila Joya.

O paraíso, ops... quis dizer Vila Joya, tem praia particular!

O paraíso, ops… quis dizer Vila Joya, tem praia particular!

Ana Paula e eu temos um ritmo de viagem que não nos deixa parados, após tudo isso, fomos convidados para o Welcome Cocktail.

ana vila joya convite

Evento que se deu às 19h, cujo objetivo é a integração entre os hóspedes, razão pela qual a Mesa do Chef estava preparada. Mais uma surpresa!

ana vila joya mesa do chef

Às 19h05 chegamos na cozinha para o cocktail, notando que não tínhamos sido pontuais, pois lá já estavam vários casais, predominantemente alemães, para o evento de integração. Além do champagne, prosciutto e parmesão completavam a mesa, numa harmonia deliciosa.

ana vila joya your confort zone

O champagne ajudou, rapidamente estávamos todos num bate papo muito agradável. Para que isto ocorresse, o Celso e a equipe de garçons contribuíram com muita simpatia, gentileza e alegria.

Coquetel de boas vindas aos hóspedes do Vila Joya

Coquetel de boas vindas aos hóspedes do Vila Joya

E enquanto isto, na cozinha, o pau quebrava, já que em alguns minutos se iniciaria a degustação da noite para cerca de 50 sortudos! Pensa que esta fuzarca atrapalhava? Que nada, a equipe dos chefs Dieter Koschina e Matteo Ferrantino trabalhava de forma tranquila, sem aquele frenesi que precede o início do jantar. A sintonia de todos era tão grande, que até nossa entrada foi permitida na cozinha propriamente dita.

Durante o coquetel a equipe trabalhava na cozinha no maior "gás"

Durante o coquetel a equipe trabalhava na cozinha no maior “gás”

Já relaxadinhos, fomos convidados a nos dirigir para o restaurante, onde nos foi reservada uma mesa na varanda, com uma fantástica vista dos jardins e do Atlântico.

ana vila joya restaurante

Lembro-me que, poucos dias antes de viajarmos, num de nossos deliciosos encontros com nossos amigos Dilu, Luiz Guilherme, Stella e Ricardo, a Dilu comentou que seria uma pena termos escolhido o jantar, pois iríamos perder a vista fantástica que o restaurante proporciona durante o almoço. Felizmente, graças ao horário de verão em Portugal, a noite chega depois das 21h e pudemos desfrutar aquele maravilhoso visual. E com o detalhe de poder apreciar a mudança das luzes com o pôr do sol!

ana vila joya vista

Antes de passarmos ao jantar propriamente dito, cabe uma explicação. Não é apresentado um cardápio onde você escolhe o prato que quer comer. São servidas degustações de 8 pratos, que variam de acordo com os ingredientes da estação, carnes frescas oferecidas pelos fornecedores especiais e a criatividade do chef, ou seja, o cardápio muda todos os dias! Uma loucura? Com certeza que sim, mas uma loucura deliciosa!

Sentados, admirando aquela vista maravilhosa, e só esperando tudo acontecer! E eis que um dos membros da equipe do salão se aproximou e nos serviu um Ex Libres, espumante português da região da Bairrada, e nos explicou como seria o serviço. Bem, vamos lá. Uma degustação de 8 pratos, mas com algumas surpresinhas no início e antes do final, e que o Ex Libres era para harmonizar as duas primeiras. Como já tínhamos a encomenda do post para a nossa querida amiga Dilu, estávamos com uma cadernetinha e caneta a postos, além da câmera e celular, ou seja, estávamos prontos. Manda ver!!!!!

E aí chega a primeira surpresa… ops! Lembram-se do que escrevi no início deste post? Ela chegou servida numa louça linda, parecendo o tabuleiro daquele brinquedo “resta um”, com 4 bolinhas, duas verdes e duas boninas, o que me deixou apreensivo.
Daniel, o garçom, nos explica todo orgulhoso o que é este prato, trata-se de maçã verde com rábano (raiz forte), a verdinha, e beterraba com foie gras, a bonina.

ana vila joya bolinhas

Putz, argh, iac, beterraba não!!!!!!!!!!!! Os que me conhecem, sabem da minha aversão por beterraba, e não seria no Vila Joya que a aversão mudaria. Ana Paula comeu as duas bolinhas de beterraba, eu comi uma de maçã verde, sem muito entusiasmo, já que também não sou muito fã de raiz forte.

Bom, esse é o ponto de vista do Vittorio, mas eu percebi essa surpresa de maneira bem diferente. Veja o que escrevi: Então, para nos alegrar ainda mais, chega à nossa mesa, a primeira surpresa do chef Matteo Ferrantino: bolinhas geladas de beterraba e por cima, foie gras com folha de ouro. Ao lado, bolinhas verdes “muito frescas” (jeito português de dizer geladas) de maçã verde. Uau! E tem mais, fiquei super feliz do maridão não gostar de beterraba, assim fiquei com as duas bolinhas… Rsrsrsss… Mas vou deixar ele contar do jeito dele. Continua Vittorio!

ana vila joya mandiopa

Quando estávamos no coquetel, vi uma travessa com umas casquinhas brancas, lindas e apetitosas, na bancada da cozinha, perguntei o que era e me explicaram que era mandiopã de arroz e seria servido na degustação.

O mandiopã de arroz com um bombonzinho de salmão e um "maki" de salmão com ovas.

O mandiopã de arroz com um bombonzinho de salmão e um “maki” de salmão com ovas.

Mais um gole do Ex Libre e fiquei pronto para a segunda surpresinha. Eis que chega a trilogia de Salmão!

ana vila joya trilogia

Homens são tão discretos! Ah! Esses três me mataram de tanta gostosura, sério! Formas diferentes de degustar o mesmo salmão, texturas e visuais show! Mas eu sei que sou “over demais” mesmo! Rsrsrsss… Um corneto de salmão recheado com suas ovas. Delicioso!!! Ah, para!!! Delicioso? Estava era espetaculoso mesmo! Como diria uma grande amiga minha!

ana vila joya trilogia de salmao

Só tenho a dizer que este prato nos deixou animadíssimos com o que viria a seguir, deixando para trás o meu susto inicial. Mas calma, ainda estamos nas surpresinhas e serão, pelo menos, mais oito pratos (no total, foram 11)!!!

Fomos comunicados que o vinho seria tocado para a terceira surpresinha. Foi servido então, um tradicionalíssimo vinho verde, mas com um toque de modernidade, por ser orgânico, Covela Edição Nacional, de uvas da casta Avesso, fermentado em inox e sem madeira. Um frescor delicioso que nos faz perguntar pelo próximo prato.

Um gaspacho maravilhoso, com focaccias de queijo de cabra e tomates, que harmonizados com o Covela nos deixou num frescor de prazer e deleite que não conseguirei expressar em palavras!

ana vila joya gaspacho

Uau!!! E não é que o Vittorio colocou para fora a sua emoção diante desse prato!!! Pudera, estava bom por demais mesmo! Só faltou falar da apresentação, essa lindeza que dá para ver nas fotos! Quando é que euzinha aqui pensaria em usar uma madeira para servir de prato? Lindo!!!

ana vila prato madeira

Crianças, agora acabou a brincadeira. Vamos passar para o assunto sério. Hora de iniciar a degustação. Turma, até aqui foram só “amuse- bouches”, que os portugueses chamam de supresinhas! Lindo o jeitinho dos nossos irmãos de além mar, não é? Para preparar a boca, nada melhor que pães deliciosos, azeite e manteiga.

ana vila joya azeite

Sou conhecida por minha distração, que aliás, é de família, pelo lado Barcellos. A mamãe, que não era Barcellos, costumava falar que eu sofria de Barcellite aguda, uma distração que me faz desligar totalmente, com a sensação de sair do corpo! Rsrsrsss… Nesse caso não desliguei totalmente, só não conseguia entender o que era aquele ovo invertido servido junto com a manteiga! kkkkkkkkkkkkkkkk Vittorio quase morreu de tanto rir ao me dizer que era azeite e a “gema branca” era a louça! kkkkkkkkkk Posso dizer que a distração é sempre um fato a ser lembrado em cada viagem nossa! Mas o que seria da vida sem uma boa e sonora gargalhada! Vittorio, siga com o papo sério, por favor!

Portugal faz o melhor pão do mundo!!!!!!!!!! Não tem pra nenhum outro país, eles exageram em fazer pão gostoso!!! Pena foi ter que manter a imagem de pessoa educada e escolher apenas três tipos diferentes! Afff! Queria mesmo era um de cada!

ana vila joya paes

O primeiro prato da degustação foi um lagostim, pera, abacate e caviar imperial. O visual do prato é esta maravilha ai abaixo, e o sabor, ah… este ficará na minha memória gustativa para sempre. Comecei experimentando cada item do prato e depois fui misturando os ingredientes, com os sabores se revelando na minha boca de forma maravilhosa. Para harmonizar com este belo prato, o sommelier Miguel optou por continuarmos com o vinho verde Covela, que na minha humilde avaliação, foi uma excelente escolha.

ana vila joya lagosta

Ana Paula e eu estávamos encantados com tudo o que estava acontecendo: local, vista, comida, vinhos e também com a gentileza de toda a equipe.

ana vila joya somelier

A cada vinho ou prato que chegava, a sua descrição era repetida pelo menos 3 vezes para que pudéssemos escrever, corrigir o que escrevemos ou gravar no celular.

ana vila joya vieira

O segundo prato foram Vieiras com trilogia de abóbora. Vieiras salteadas com espuma de abóbora, abóbora ralada e em purê. Lindo e delicioso!

ana vila joya vieiras

O vinho escolhido para harmonizar com este prato foi o branco do alto Alentejo, Julia Reynolds, com uvas da casta Arinto. Mais um acerto do Miguel! Enquanto a gente se deliciava com a arte da culinária, Deus nos presenteava com esse espetáculo!

ana vila joya vista

O terceiro prato foi um Halibut com Cantarelos. Halibut é um peixe que por aqui conhecemos como Mero e Cantarelos são cogumelos. Um prato muito suave, com o peixe cozido à perfeição, as lascas se soltando facilmente, permitindo aproveitar todos os ingredientes. Para o meu paladar, o peixe necessitava de um pouquinho mais de tempero para dar mais equilíbrio, quando saboreado com os demais ingredientes do prato.

ana vila joya peixe 2

O vinho escolhido para harmonizar com o Halibut foi o Dona Berta 2007, de uva da casta Rabigato, do Douro. Mais um acerto! Antes do quarto prato ser servido, Daniel veio com este belo decanter com o vinho Cotto Grande Escolha 2000, do produtor Montez Champalimaud.

10569144_690588591012581_22852982_n

O quarto prato da degustação foi um Cappuccino de Trufas Sot L’Y Laisse. Surpreendente! Quando vi o “prato” cheguei a pensar num sorvete de flocos. Não me entusiasmei com o visual. Agora, olhando as fotos com mais cuidado, vi detalhes do gelo na base, que antes não tinha visto. Mas o visual, na minha opinião, nada tinha com o sabor do prato. Delicioso!!!

ana vila joya capuccino

Como o sommelier Miguel e o garçon Daniel explicaram, os vinhos foram harmonizados num crescente de corpo, de acordo com a força de cada prato, pelo tipo da carne, legumes, verduras, frutas, temperos e especiarias utilizados. Para o quinto prato, Miguel escolheu outro vinho do Douro, o Chrysea (dourado em grego) 2008, considerado o mais emblemático da região atualmente. É um vinho do Porto sem ser fortificado, ou seja, sem fermentação, tendo como produtor Prats&Symington.

ana vila joya vinho

E eis que chega o quinto prato: Sela de Veado com Foie Gras, Aipo e Nespole, este prato me tirou do sério, estava maravilhoso! O veado perfeito, o foie gras divino, a composição do aipo e do molho de nespole, que são ameixas japonesas. Estavam ESPETACULARES! Fiquei com a colher pescando o molho , cadê um pãozinho que some nesta hora importantíssima!!!!!

ana vila joya carne

Estamos com cara de cansados, mas o prazer também é nítido! Pudera, viajamos oito horas e meia de BH a Lisboa e mais três horas até Albufeira. Pegamos uma praia, fomos a um coquetel e depois esse jantar magnífico!!! Que as olheiras fiquem registradas por nossa competência de ter prazer em viver!!!

ana vila joya nos dois

A partir do quinto prato, o prazer associado ao cansaço nos deixaram mais relaxados e as anotações ficaram escassas. Queríamos curtir cada instante daquele festim! E chega o sexto prato da noite, ou seria o nono? Tanto faz, está tudo bom demais da conta sô!

Um bowl com queijo gorgonzola e frutas do bosque. Uau, as surpresas não param de pousar na nossa frente. Mais um espetáculo para os olhos e para as papilas gustativas! O gorgonzola que tem um sabor intenso ficou suave, mas intenso (deu para entender?? Rsrsrsss…), que associado à acidez das frutas vermelhas e sua calda me fez comer bem devagar para que demorasse a acabar! A harmonização deste prato continuou com o Chrysea. Perfeito!

ana vila joya rutas vermelhas

Olha, está difícil ver essas fotos e não salivar!!! Meu Deus, que vontade de voltar ao paraíso na terra!!! Crianças, agora vamos começar com as sobremesas!!!! A primeira foi um Millefolhas de frutas exóticas, que foi harmonizado com o vinho AM, da região da Bairrada, do tradicional e excelente produtor Luis Pato.

Nesta sobremesa houve um momento de tensão. Quando o Daniel explicou o prato, ele citou somente 3 frutas “exóticas”: tamarindo, physalis e banana. Eu olhei para o prato e perguntei se eram só três frutas. Hã, hein, bem, são só três frutas, ele me respondeu.

Bem, vamos lá. Comecei a comer e fui me maravilhando com o (s) sabor (es). Opa! Tem mais de 3 frutas aqui!!!! Que gostinho é este?? Parece goiaba. E este? Manga. E este? Não faço a mínima idéia! E este outro? Também não sei. Chamo o Daniel e pergunto se são só três frutas mesmo, ele me responde que eu estava certo e pede desculpas pela informação errada. Ok, mas que frutas são, além das três informadas inicialmente? Manga, acertei, kumquat, que eu não fazia a mínima idéia do que se tratava, goiaba, acertei e physalis, à qual nunca tinha sido apresentado.

Só para constar, kumquat é uma fruta oriental, meio ácida, meio doce, parecida com uma mini laranja. Já a physalis é uma fruta originária da Colômbia, semelhante na forma, a um tomate, só que na cor laranja.

Mas quer saber uma coisa? Esta salada de frutas exóticas com o mil folhas estava deliciosa!!!! Não sobrou nenhum farelinho para contar história, o que fez Daniel sorrir ao ver os pratos e nossos rostos.

Estou sem palavras! E não é que o Vittorio relaxou e colocou para fora as suas emoções? Dá para sentir o quanto esta sobremesa estava gostosa!!! Rsrsrsss…

ana vila joya sobremesa

Mas ainda estava faltando uma coisa! O quê, o quê??? Chocolate, é claro!!! E ele apareceu em duas cores, passando uma leveza e suavidade que nos deixaram tranqüilos quanto aos pontos da dieta do Vigilantes do Peso… hahahahahahaha……

ana vila joya chocolate

E para o grand finale, o sommelier tascou uma surpresona!!!!! Harmonizou o chocolate com o single malt Glenlivet! Achei que o malt sobressaiu à sobremesa, ficou interessante , mas não harmonizou. Melhor seria se tivessem servido o Glenlivet após o jantar, teria sido uma ótima pedida!

10568721_680265635394105_1044936353_n

Suave como foi a noite, Ana Paula e eu trocamos olhares que transmitiam a surpresa, o prazer, o encantamento, a “joy” por momentos tão prazerosos!!! Joy……..Jóia…….Joya…….Vila Joya……Tá explicado!

O que vivemos na noite do dia 01/05 não seria possível se não houvesse uma sintonia tão boa, beirando a perfeição, entre toda equipe do Vila Joya. Competência, simpatia, alegria, discrição, educação e harmonia são palavras que descrevem bem a equipe do Vila Joya. Isto, aliado a investimentos em infra estrutura, equipamentos, mobiliário, louças, talheres e ingredientes de 1a., contribuem para que o Vila Joya seja tão premiado como restaurante e hotel!

Por esta razão chamei o sommelier Miguel e disse-lhe que gostaríamos de agradecer e cumprimentar o chef Matteo Ferrantino e sua equipe, pela noite perfeita que nos proporcionaram. Sem titubear, ele nos levou para a cozinha, onde Matteo e sua equipe ainda liberavam os pratos e nos receberam com sorrisos nos lábios e sem stress.

Não satisfeito em cumprimentar um a um, perguntei ao Matteo se uma foto com toda equipe atrapalharia o serviço. Ele me olhou, deu um sorriso e chamou a equipe para esta foto:

Miguel, chame o Daniel, o Paulo, Daniela, Sada e os outros, cujos nomes não anotamos, pois queremos tirar uma foto com vocês também.

10573355_680268038727198_703307486_n

Sabe o porquê dessa foto com a turma do salão (garçons, sommeliers, maitre)? Porque, na minha opinião, não é possível um jantar ser perfeito, apenas na execução de seu cardápio, parece exagero meu, mas o serviço executado com cordialidade, conhecimento e delicadeza, só aumentam o prazer da boa culinária!!! E essa turma do Vila Joya é simplesmente perfeita!!!

10569169_680271215393547_704982995_n

O número Sete é o mais presente em toda a filosofia e literatura sagrada. De acordo com Pitágoras, é um número perfeito e por muitos, considerado mágico e místico por si só! Sete é o número da perfeição Divina, onde se unem o três que é o símbolo de Deus e o quatro que representa a natureza. Ficamos na suíte de número Sete no Vila Joya! Por acaso? Não tenho dúvida que foi um presente de Deus a nossa estada em Albufeira no Algarve, onde A MAGIA ACONTECE!

Ana Vila Joya 1

.

aaaa

Oiiiê, se quiser receber um email avisando quando publicamos um novo post, por favor deixe seu email aqui. Obrigada, Ana Paula e Vittório

BBB

Você poderá gostar de:

24 comentários em “VILA JOYA Onde a magia acontece

  1. Ana Paula e Vittório, meus queridos Polinha e Toinho, quero que saibam que a palavra “joy” passou a fazer parte do meu vocabulário. Isso significa que o sentimento elevado de felicidade e prazer que mora com a gente, no nosso pertinho, passou a ser tb de união. O nosso Aurélio pode até pedir precaução para não confundir com “joia”, mas a alegria que sinto ao ler um post como esse, vejo o quão preciosa é nossa amizade, de grande ou inigualável valor. Como uma JOIA!

  2. Dilu, brigado pelas lindas palavras. Vc soube sintetizar maravilhosamente bem nossa amizade, associando ao post. Grandes amigos, grande irmãos. Que Deus permita termos, sermos e vivermos esta “joy” da nossa amizade cada dia mais! Brigado Dilu, Luiz Guilherme, Stellinha, Ricardo e minha querida Polinha!!!

  3. Fada é uma delícia ouvir: faz um post para mim! É um prazer ter sua companhia nas nossas viagens, mesmo que apenas no coração e no estômago! Tenho Fé que um dia faremos uma viagem juntas e depois fazer um post gratinado com carinho! Obrigada pela sua amizade, te adoro! Beijos mil

    • Ah minha querida Polinha! Também nutro dessa esperança: viajaremos juntos e será dos Deuses! Deus mandando muitos anjos nos acompanhando e nos abençoando!

  4. Quando eu falo ou comento como vcs são nesse blog, as pessoas ficam incrédulas. É muito diferente de tudo que tem por ai, demais!

    • Sandrinha, conhece aquela música do Zezé de Camargo e Luciano, “É o amor!!!” A Dilu toca tudo com muito amor e ensina a gente a viver, é só conviver com ela que tá contaminado de carinho! E vamos seguindo apaixonados pela vida e que a ela é feita para viver! Beijos

  5. Sete é neu numero!
    Então muita sorte!
    Sorte em ter voces sempre no meu pertinho,amigos e primos muito queridos.
    Depois desse post, só mesmo programando a próxima viagem…
    É pra lá que eu vou…

    • Isso mesmo Stella, vai para o paraíso porque estrela deve ficar no céu! Prima amiga, viva a vida e viva a família! Beijos

  6. Nossa, que maravilha de lugar! Nunca eu tinha ouvido falar nesse restaurante, e já fui duas vezes pra Portugal!Afff! Vivendo e aprendendo!

    • Solange, Portugal é assim mesmo, um pequeno enorme país! Nessa última viagem que fizemos a Portugal ouvi uma brincadeira de um amigo brasileiro que mora lá, ele dizia procurar um lugar feio, mas que em sete anos de residência na terra, ainda não conseguiu encontrar! rsrsrsrs Ah! Portugal é uma paixão, um amor completo! E como você diz, vivendo e aprendendo, pois ainda tenho muito a conhecer dessa terra de além mar! beijos

  7. Mineira 2 que máximo, adorei vir ao blog hoje. Olha a coincidência: nós estamos com passagem comprada para Lisboa e começando a pensar para que lado vamos. Obrigada pela dica. Se quiser nos orientar em mais o que podemos fazer e conhecer, será muito bom. Obrigada e um beijão.

    • Katarina adorei o mineira 2!!! rsrsrsrs Portugal é a nossa paixão! Sempre que vamos alugamos um carro e rodamos por volta de 2600 km em estradas que mais parece tapetes rodeadas de paisagens deslumbrantes! Além disso, o português é encantador e gentilíssimo! O Vittorio é diretor da Câmara de Comércio de Portugal aqui em Minas e já fez vários roteiros de viagens para amigos nossos, caso queira que a gente te mande um roteiro é só me pedir. meu e-mail: goncalveslanari@uol.com.br Também tenho certeza de que a Dilu tem indicações maravilhosas não só de Lisboa, como de toda Portugal! A Fada é ultra bem informada, viajada e de gosto impecável! Beijos mineiros

    • Ah meninas, deixo essa incumbência para quem entende! E muito mais que eu, o casal sabe TUDO de Portugal. Aliás, acho que deveríamos ter um espaço no blog direcionado àquele lugar super em moda e bacana. Vou adorar! E tenho certeza que muita gente vai gostar, viu Vittorio e Polinha?

  8. Aninha e Vitorio,que delicia de post.
    Claro que na proxima oportunidade vou me organizar para conhecer este paraíso.
    E vc Ana,não é superlativa não!!Vc é carinhosa,generosa,amiga,alegre, e vai puxando esta alegria
    num carrinho e deixando pedacinhos pra quem está por perto!!
    Ainda bem que consigo pegar alguns!!

    • Júnia, minha querida amiga espetaculosa, realmente é a palavra que mais te define!!! E vamos viver a vida carinhosamente!!! Beijos linda!

  9. Existem certas pessoas que tem uma energia tão bacana que atrai pessoas iguais com a força de sua energia. Voce Ana Paula deve ser assim, porque eu achei o comentário da Junia aqui em cima, tão lindo, que traduz isso que eu acabei de escrever. Parabéns, o post ta mui belo!

    • Nossa Johana obrigada! Eu sou normal, mas nasci para amar e a Dilu me ensina pelo Dilucious a amar a vida todos os dias! Dessa terra a gente só leva o que aprendeu e como viveu, por isso vivo a família e a família de amigos! Fica com Deus e viva! Beijos

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps