ESPECIAL Arte com Sabor Família PAELLA

Todo mundo sabe que a paella é uma espécie de frigideira baixa e grande que favorece o cozimento do arroz por igual, e que dela surgiu a receita originária da Espanha.

Hummm… E nem por isso eles precisam ficar nos esnobando! Esnobam só porque a divina receita nasceu quando eles, os espanhóis, juntavam sal, azeite, arroz na paellera e agregavam as carnes e legumes que conseguiam pelo caminho.

(Mais tarde, vou explicar porque estou falando em esnobação).

.

paella

.

ESPECIAL Arte com Sabor Família

PAELLA

Por Dilu Bartolomeo Villela

Dorinha Paella dorinha 3

.

Em Valência, devido à sua preparação laboriosa e seus ingredientes serem um luxo, a paella sempre foi associada às festividades e à alegria.

.

Dorinha Paella flor 2

Dorinha Paella flor

Dorinha Paella mesa

Dorinha Paella jogo

Dorinha Paella copos

IMG_9985.

E como tudo que é muito bom, o preparo da paella se popularizou e ganhou o mundo em diversas versões.

.

Dorinha Paella suco

.

E ganhou a cozinha da Dorinha com sua PAELLA maravilhosa.

.

Dorinha Paella dorinha 1

Dorinha Paella eu oculos

Dorinha Paella junia

Dorinha Paella vir

IMG_0072

Dorinha Paella eu baton

Dorinha Paella presunto

Dorinha Paella sofia rindo

Dorinha Paella cris

Dorinha Paella creme de pesto

Dorinha Paella stella

Dorinha Paella eu

Dorinha Paella croquete

Dorinha Paella vera

Dorinha Paella andrea

IMG_0016

Dorinha Paella salada

.

Na festa/paella/aula da Dorinha houve uma liga com vários alimentos. Entrou o insubstituível açafrão, que confere sabor característico ao prato, entrou frango, linguiça, camarão, lula, polvo, molho de tomate, pimentão, ervilhas, azeite e muitos outros ingredientes.

.

IMG_0075

Dorinha Paella açafrao

a sofia_Fotor_Collage

Dorinha Paella sofia e eu

Dorinha Paella aula 1

Dorinha Paella dorinha 2

Dorinha Paella camarao

IMG_0096

Dorinha Paella receita

.

Mas eu sei que os principais ingredientes, digo, ingredientes essenciais, foram a união entre amigas, a alegria, o riso, o encontro de almas, enfim, um verdadeiro luxo, pois na paella da Dorinha entrou muito amor e muito arroz, símbolo de abundância!

.

IMG_0046IMG_0064

Dorinha Paella peixe

Dorinha Paella champagne

Dorinha Paella pimentao

Dorinha Paella vera e polinha

Dorinha Paella vinho

IMG_0050

.

Por falar em arroz, já dizia Confúcio, lá pelos anos 500 a.C.: “Uma cozinha sem arroz, é o mesmo que uma mulher bonita sem um olho”. Teria ele dito isso mesmo? Tenho a impressão que, na época, esses grãozinhos inimigos de qualquer dieta ainda nem existiam.

.

Dorinha Paella apella c molho

IMG_0120

.

Mas mesmo que ele, Confúcio, não tenha realmente dito, já queria confundir… Cheio de razão! E eu, hoje aqui, sem querer “Confúncir, mas já Confúncindo”, provo que o alimento propicia é muuuuuita alegria nas pessoas…

 

kkkkkkkkkkk

Na hora que experimentamos a paella, Dorinha igual Ana Maria Braga, debaixo da mesa… kkkkkkkkkkk

.

Ele, Confúcio, queria dizer com “uma mulher bonita sem um olho”, que a comida provoca o brilho no olhar das pessoas, que dirá nas mulheres, esse ser abençoado que ama um estalar de língua. E quando ela, a comida, é bem feita, assim desse jeito…

.

Dorinha Paella c peixe

.

Uai, que jeito? Do jeito que a Dorinha faz! Acabei de me lembrar de um outro não sei quem, que disse “… arroz es uno de los triunfos de la cocina española sobre la extranjera y cabe asegurar que en ninguna parte se condimenta el arroz como en España”. Ah não, não mesmo!

.

paeja inteira

.

Taí a esnobação, nem vem que num tem! Que o arroz é um dos triunfos da cozinha, isso é, mas da espanhola sobre as outras, não! Ainda mais “esse aí” assegurando que em nenhuma parte se tempera o arroz como na Espanha… Que isso? Ainda bem que minha memória fez questão de esquecer quem disse tamanha asneira. Hummm… é porque também coitado, ele não conhecia Dorinha.

.

 

Paeja

.

Ah… e tem mais! A palavra paella vem do latim “patella”, um tipo de bandeja comum na Roma antiga, onde eram depositadas as oferendas aos deuses… Fica o toque!

.

Dorinha Paella dorinha e eu

Dorinha Paella vera 2

Dorinha Paella cha

Com a Espanha… opss.. com BH aos nossos pés

Com a Espanha… opss.. com BH aos nossos pés…

.
Meus queridos, com diferentes variações, existem ainda as “paellas filmadas”. Sim, Dorinha com toda sua generosidade nos fez artistas por um dia, e hoje, oferece a todos vocês, a receita do “luxo” – de bandeja! Em vídeo! Em festa! Em aula! Em alegria! Obrigada minha irmã!
.

E Dorinha com sua receita em vídeo!

BAIXAR RECEITA

.
aaaaSe quiser receber as atualizações do Dilucious, cadastre-se aqui

BBB

Você poderá gostar de:

37 comentários em “ESPECIAL Arte com Sabor Família PAELLA

  1. Sim Dilu,voce tem razão:os ingredientes essenciais de uma boa comida são “a união entre amigas,a alegria,o riso…”.
    Sem isso a graça da cozinha se perde entre panelas e talheres.
    Confúcio e os espanhois que me perdoem,mas o maior trunfo deste prato,a Paella,é ser preparado em uma panela grande,o que
    torna obrigatório o convite a vários amigos!!
    Obrigada Dorinha por abrir sua casa e sua cozinha e por nos presentear além de uma comida desconcertante,
    com todo o carinho do “bem receber” !Sofia,você é 10!!

    • Ô Junia, assim como vc andou dizendo que a sopa, o chutney, e não sei mais o que foram receitas suas… que você faz com os olhos fechados, lembra?, tem certos comentários seus que na verdade são meus, que você rouba de mim. Pronto, falei!

    • Junia, eu que tenho que agradecer a tarde com as companhias tao maravilhosas!! Quando os meninos elogiam a comida que eu faço, eu costumo dizer: – Tudo que e’ feito com amor e carinho, fica bom!!! beijos

  2. Amei!Amei!Amei!Amei!!! Poderia passar horas repetindo a mesma palavra! Tudo divino, na concepção literal da palavra “dos deuses”! Dorinha com seu dom abençoado por Deus, ofereceu com toda sua generosidade uma tarde maravilhosa!!! Entradas deliciosas e uma Paella MAGNÍFICA!!! E para completar a reunião de pessoas que tive o grande prazer de conhecer! Foi só alegria!!! Marca registrada de todos os encontros proporcionados por essas duas irmãs Dilu e Dorinha que como a primeira letra do nome, são duas “deusas” dos sabores e do requinte!!! Os deuses da gastronomia devem estar aplaudindo essas minhas amigas queridas. Obrigada e um beijo grande em cada uma!!!

  3. Olha, amei, amei, amei e amei!!! Ah! Gente sou over mesmo, adorei tudo de paixão! Mas confesso uma coisa: sabe as coincidências da vida? Pois é! Hoje acabei de ler a uma resposta da Bruna Lombard para um site que sigo falando exatamente da Paella e o que ela disse é tão lindo e tão romântico e que me conquistou de vez e divido aqui com vocês!!! É uma outra teoria para a origem da palavra Paella: os pescadores no fim de semana juntavam os restos de pescados e misturavam tudo com arroz para que suas mulheres não tivessem que cozinhar. Então ficou “para elas”! Ah! Fala que não é lindo? E a Dorinha fez “Para Elas”! No caso, Para nós!!! Obrigada Dorinha! Coincidências do amor e da amizade! Beijos

    • Ah minha querida Polinha! Você é over até na inocência… uma linda! Imagino que você por andar tanto com seu neto, fique assim, meio criança, meio adulta! Agora com a chegada da Vitória… No que será que você vai se transformar amor? Já sei, o que era azul, agora vai ter o rosa para fazer o que era doce ficar ainda mais. Bjs amiga

  4. Nossa Dilu… que post lindo!!! Fiquei um tanto quanto emocionada!!! Agora vou te falar.. esse outro “não sei quem”, que esnobou o resto do mundo, se tivesse aqui, vc bem sabe que eu teria colocado ele “na boa”, né??? kkkkkkk (isso é brincadeirinha entre irmãs)
    Acho que neste dia me empolguei com as companhias tao maravilhosas!!! Quero agradecer a todas por este dia tao festivo, mas principalmente a Sofia!!! Essa filha tao abençoada que Deus me deu!!!

    • kkkkkkkkk…. Gente, essa da Dorinha dizer que colocaria o tal fulano esnobento “na boa” é uma marca nossa, muito engraçada!

      Deixa eu contar: Uma vez, viajamos Dorinha, Rosa (minha outra irmã), Valeria (amiga que amamos muito) e eu. Foi com certeza, uma das melhores viagens que já fiz. Dorinha se transformou na “TIA”, pois era ela quem arrumava, organizava, providenciava, enfim de um a tudo, era com ela! Rosa, Valeria e eu só ficávamos lá… curtindo… “na boa”. Tudo que a gente fazia, era engraçado! Teve um dia, que Dorinha vai lá não sei onde, compra uma sombrinha vermelha, abre a sombrinha e vai na nossa frente como se fosse um guia. E tudo que a gente fazia, que dava certo, que corria conforme o planejado, Dorinha dizia: “Só coloco ôcês na boa!!!!” E lá íamos nós, felizes e rindo de tudo. Mas, e quando alguma coisa não dava certo? Dorinha mais que depressa soltava a “pérola” da viagem: “Vão correr?” kkkkkkkkkkkkk E lá íamos nós, do mesmo jeito, felizes e rindo de tudo!

      Sem querer, fica aqui uma mensagem de vida! Pega e faz proveito dela quem quiser!

  5. Gente, que dia lindo, que post maravilhoso, que paella deslumbrante, que astral magnifico! Parabens pra vcs todas que participaram, envolveram e renderam tudo isso. Beijão

  6. Estou cheia de boa inveja. Hoje um grande cozinheiro me disse e escreveu que cozinha é magia e tem que ser feito com amor de uma casa e é isto que vejo aqui. Beijo, Mônica

  7. Ohhhhh que tarde deliciosa, com muita arte, com muito sabor, em família e entre amigas!
    Bartolomeo’s girls!
    Dilu,Dorinha e a linda Sofia

    Ops… Gostei da idéia da viagem com Tia Dorinha

    • Ola Rodrigo
      Eu ja vi o arroz proprio para Paella no Verdemar. Mas caso vc nao ache, pode comprar o arroz Parboilizado que fica bem parecido. Sempre que tiver alguma duvida, tentaremos esclarece-las!!

  8. Chegando agora de viagem, maspensei tanto nesta tarde de quinta e falei tanto já desta paella que vou logo fazer meu comentário. Primeiro, claro, agradecer Dorinha e Sofia pela tarde tão gostosa, pelo carinho de nos receber, pela delícia que foi tudo. Também à Dilu e às meninas. Sempre sinto saudades de vcs e sempre fico feliz em revê-las. Agora a paella. Dorinha é mesmo uma craque. Fazer assim um prato, ao vivo e a cores não é pra qq um! ainda mais uma paella. Sempre ouvi dizer da dificuldade de fazer uma, já que o tempo de cozimento de cada ingrediente é diferente e ainda tem o danado do arroz que é didí li, dificílimo de ficar no ponto. Tdo ficou perfeito. Trabalho de savoir faire e, especialmente intuição e sensibilidade. Fiquei pensando…. Como podemos gostar tanto de tantas pessoas completamente diversas de nós e entre si nesta vida? Daqui pra frente, este será pra mim o chamado “mistério da paella”! Entre um camarão VG, ao lado de uma prosaica linguicinha…. Um polvo e um frango….o bom e velho alho com um tempero mais sofisticado….. Cada um com seu tempo de cozimento, sua textura, seus sucos. Todos misturados ao arroz, e cobertos por cheiro verde ao final, emprestam o melhor de si, se harmonizam, se misturam (sem perder suas individualidades), se completam e viram outra coisa. Mais rica, mais gostosa, porque feita de todos juntos e misturados. Foi uma grande paella de afeto, que ao final, me fez pensar sobre como pode ser maravilhoso um encontro de diferenças numa mesma paella! eita vida boa meu Deus! a isto dou graças.

  9. Querida Dorinha,voce como sempre ensinando essas receitas deliciosas e temperando com sua dose de amor e delicadesa . Tudo fica mais simples e nos convida a sermos um pouco de Chef também. PARABÉNS!!!!Bjs

  10. Ah Paella…
    Não é grego, mas é dos deuses…
    Aquele prato espanhol com uma linda apresentação, cor, cheiro e sabor próprio…
    O arroz com aquela brilhante cor amarelo e seu sabor picante único do açafrão.
    Assim eu descrevo esse prato maravilhoso. Seja ela de Valencia, Barcelona, Toledo, ou Bilbao…
    Parabéns Dorinha!!!

  11. Ahhhhhhh!!!!!!!!!!!!!! Que delícia! Uma super aula em casa na hora que vc pode assistir. Muito bom mesmo é participar deste TUDO de BOM que vcs nos oferecem. Parabéns Dorinha. Grande beijo

  12. Querida Dilu, Dorinha, Vera, Ana Paula, e Cristina,

    E para mim indescrítivel saborear com os olhos e coração este encontro, realizado em agosto de 2014, período no qual não as conhecia. Tenho dificuldades em expressar as minhas emoções por este momento, ao perceber que estava escrito nas estrelas o nosso encontro a partir do mesmo ano em dezembro, quando fui presenteada por Deus, através de vc Dilu, com amizades tão especiais. Como perolas preciosas, cada uma de vcs ocupam de forma especial um espaço no meu coração e fazem diferença na minha caminhada. Nossos encontram suscitam o que temos de melhor. Amo vcs. Saudades.

    • Ah minha linda! Que emoção me provoca palavras tão doces, vindas de alguém que, sei, vive a mil. Como elas se tornam ainda mais maravilhosas, exatamente por isso. Fico imaginando vc, com milhões de afazeres: parar… ler essas coisinhas aqui… pensar… gastar tempo e escrever coisas tão sensíveis. Você não existe Graça, te falo isso com uma saudade enorme batento aqui no meu peito…

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps