MANDARIN ORIENTAL MIAMI

Vou começar este post te pedindo para exemplificar algo chic. Lembre-se que existe o chic opulento, ostentoso, espalhafatoso, que pode chegar às raias da breguice, da cafonice. E o chic verdadeiro – aquele que é elegante, sofisticado, requintado – e é esse o padrão que quero. Já ouvi dizer que a palavra chic vem do holandês medieval schikken, que significa arranjar ou organizar de forma adequada. Isso é um conceito chic, pois na maioria das vezes, o chic está pautado com a forma alinhada e polida como certos contextos se apresentam. Mas repetindo, eu disse que iria começar este post te pedindo para exemplificar algo chic. Fiz um rodeio com a intenção de te dar tempo para pensar na resposta e… Já sei! Você pensou em MANDARIN ORIENTAL MIAMI.

.

Mandarin 11 .

MANDARIN ORIENTAL MIAMI

Por Dilu Bartolomeo Villela

Todos sabem da minha paixão por Paris, e ao planejar uma viagem, minha primeira opção sempre segue naquela direção, ou qualquer uma que eu possa começar ou terminar pela Cidade Luz. Em contrapartida, toda hora tenho sido “estimulada a gostar “ de Miami. Louise, Ângela, Stella, Maria Eugênia, Leninha, Suzana, etc., e de uns tempos para cá, até por meu marido. Pois bem, vocês venceram e me convenceram a olhar com outros olhos essa cidade que passou a ser o quintal dos brasileiros.

nós em miami

.

Mas todos que querem me convencer, sempre se referem apenas aos restaurantes, tem até os posts da Louise veja aqui e o da Stella veja aqui. Por isso, hoje resolvi falar de hotel. Em Miami, Louise, Luiz e eu conhecemos o Intercontinental com sua vista de tirar o fôlego, o inesquecível Fontainebleau Miami Beach, o antigo  Sheraton, que foi demolido para dar lugar ao St Regis, o Ritz Carlton e o Mandarin Oriental.

Louise e eu no MANDARIN ORIENTAL Miami

Louise e eu quando nos hospedamos no MANDARIN ORIENTAL Miami

 

E foi tendo as melhores lembranças desse último, que comecei o post falando sobre o que é ser chic. A começar pela forma arquitetônica do Hotel MANDARIN ORIENTAL MIAMI, que parece se abrir num grande sorriso aos seus visitantes. Arredondada, alegre, assim como a cidade que o acolheu. Esse foi meu jeito de descrever, mas…

Mandarin janelas

.

Mas o caso que a bem da verdade e só para satisfazer nossa curiosidade, segundo Bruno Chaloub Dieguez, a forma arredondada do prédio é uma referência ao formato do leque, símbolo e logo do grupo Mandarin Oriental. E serve também para propiciar para que todos os hóspedes, em qualquer quarto, tenham uma espetacular vista para a água.

Mandarin 14

.

E por falar em hóspedes, o que eles mais encontram no hotel, é segurança – “artigo” de altíssimo luxo para nós brasileiros. O lugar é tão seguro, que à noite passeávamos em torno do hotel… Isso é maravilhoso! A coisa que mais gosto de fazer quando estou viajando é sair para dar uma voltinha depois do jantar, à pé.

Louise mandarin

.

Sua localização em Brickell Key, uma pequena ilha em Downtown, não causa nenhuma dificuldade, pois Miami é uma cidade que convém alugar carro. A equipe de valet do hotel é super atenciosa, sempre nos esperando com garrafinhas de água. Até a poltrona colocada na porta do hotel para esperar pelo carro é bacana.

10681759_873309376027443_61604529_n.

Não sei se é verdade, mas fiquei sabendo que a área recebeu 260 toneladas de areia para gerar a praia particular do hotel… Coisas dos super poderosos orientais…

Mandarin 1

Mandarin 15 a

.

Mas além da beleza, era super agradável quando todos os dias, Louise e eu íamos fazer caminhada na ilha. A pista de cooper está quase o tempo todo perto da água… Tudo de bom!

Mandarin 13

.

E depois, íamos para a academia – esse “pedaço” não era muito bom não… rsrsrsss… ao invés de ficar lá curtindo todo o resto que o hotel propicia, tinha de malhar… afff!).

Mandarin 9

 

Mas depois… como ninguém é de ferro, vinha a hora do Spa, que é agraciado pelo Guia de Viagens Forbes Five-Star Award. Um luxo!

Mandarin 2

Mandarin 4

Mandarin 7

 

No MANDARIN ORIENTAL o que temos é a garantia de uma experiência inesquecível e incomparável, desde as áreas comuns, passando pela entrada no quarto…

Mandarin 5

.

… até a constatação do conforto, da linda decoração, do serviço, da atenção que nos é dedicada o tempo todo e o melhor, tudo nos mínimos detalhes.

Mandarin 16

Mandarin 3

.

O quarto tem vista excepcional da Biscayne Bay e do skyline de Miami.

Mandarin 10

DSCN3901

.

O banheiro é completo, nada falta! Em mármore, oferece box, banheira, deliciosas amenities, que são diariamente repostas, e é interligado ao quarto, o que me incomodaria um pouco, se não houvesse a cortina controlada automaticamente.

Mandarin 8

 

Num firme compromisso de oferecer serviço inigualável desde a reserva até o serviço de conciergerie, os atendentes do hotel abreviam todo tipo de trabalho que nós, como hóspedes, possamos ter, facilitando o desembaraço de uma ou qualquer necessidade. Entrou no hotel, a satisfação se torna total.

Mandarin 6

.

Sem querer lançar mão de jogo de palavras (mas lançando), esse pessoal do Mandarin “manda” bem demais! O nível altíssimo de cuidados dedicados aos hóspedes, torna qualquer estadia tão perfeita, que supera as expectativas até mesmo dos mais exigentes. Numa próxima ida a Miami, sugiro que tenha a felicidade de ter essa experiência MANDARIN ORIENTAL.

louise sky mandarin

.

Como comecei este post te pedindo para exemplificar algo chic e o que é elegante, sofisticado, requintado, digo que, tudo o que acabei de mostrar está conforme o “tal” holandês medieval schikken, quando explica que chic é o que arranja ou organiza tudo de forma adequada, ou em outras palavras, “manda bem” (de novo, olha eu rimando as palavras…).

Mandarin 12

Pois é, isso sim, é um conceito chic. Se “manda” para o MANDARIN ORIENTAL MIAMI. Ah… e não se esqueça de “mandar” notícias! Sem trocadilhos!

.

aaaaSe quiser receber um email avisando quando publicamos um novo post, por favor deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

BBB

Você poderá gostar de:

29 comentários em “MANDARIN ORIENTAL MIAMI

  1. Estive no Mandarim Oriental de Las Vegas.É tudo isso que voce falou,coroado pelo excelente restaurante Twist by Pierre Gaignaire.

    • Cintia, estando em Miami, mesmo que hospedada em outro lugar, te aconselho a conhecer o MANDARIN ORIENTAL. Para um café da manhã, ou para um japonês, enfim, para qualquer momento de prazer!

    • Ah querida, que delícia! Obrigada! Fico muito feliz com seu comentário.
      Antes de você ir, eu vou te contar a respeito do MANDARIN ORIENTAL de Barcelona. Nessa minha próxima viagem, vai ser a vez dele… super ansiosa! Bjs

  2. Dilu, eu moro em Miami e eu acho o Mandarin exatamente isso que você descreveu, é um chic sem opulência, sem exagero, sem nada a mais e nada a menos. Parabéns pela matéria. Kisss

  3. Diluzinha, eu adorei o post, estou indo pra Miami em dezembro e quero ficar lá no Mandarin, o que vc acha?
    Vc não falou dos restaurantes do hotel.
    Beijinho e muito obrigada por ta sempre colocando tanta coisa bacana pra nós. By by

    • Amore, super obrigada, você é uma fofa gentil.
      Querida, acho que você vai adorar – experiência UNIQUE. Só desejo que você tenha muitas alegrias e sorte na sua estadia no MANDARIN ORIENTAL.
      Eu não falei sobre os restaurantes pq não tenho mais as fotos. Perdi quase todas as fotos do meu computador e como você sabe, só tomamos providências depois que as coisas ruins acontecem. Estou fazendo back up só agora, depois do desastre ocorrido. Ahhh mas esse é um assunto tão ruim, que nem gosto de comentar.
      Bem, em março vamos para Miami e ai, prometo desde já os posts dos restaurantes. O Bruno Chaloub Dieguez, do MO, escreveu no facebook sobre o La Mar, peruano inaugurado em março, e que está “bombando”. A Stella Faria citou o La Mar numa PITADA, veja neste link http://dilucious.com.br/?p=13394 Huumm… eu também estou super curiosa.
      Bjss

  4. Dilu, nós tb já nos hospedamos nesse hotel bacanérrimo. Eu tenho umas amigas que não gostam da região, mas eu penso como vc, também acho que é demais! Passear ali em volta do hotel, ver todo mundo que mora por ali com cachorro, vivendo a vida, é muito bom.
    Você conhece o Mandarin de Paris?

    • Hummm Patrícia, só conheço o local, de entrar e sair, nada mais. Quando ficamos no Ritz, eu passava muito na porta, fica bem ali pertinho. Mas agora em outubro, vou conhecer o restaurante Camélia. Estou contando os minutos, super ansiosa. Bjss

  5. Eu acho essa rede de hotéis uma maravilha. Para quem não conhece, e se vcs olharem na internet, vcs vão entender. É como Dilu Bartolomeo Villela falou, sem ostentação desnecessária, e mesmo assim, um luxo!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps