Alimento para corpo e alma no JAPAN HOUSE

Como eu disse no post anterior, UMA MANHÃ NOS JARDINS de São Paulo acaba no RESTAURANTE PICCHI, mas e a tarde? Hummm… a tarde acaba no museu, no que é uma delícia de programa. Delícia? Delícia mesmo é a sorte de estar no lugar certo na hora certa! Calma, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, então explico isso mais à frente. Por enquanto, vamos chegar ao JAPAN HOUSE. Vale a pena começarmos pela maravilhosa fachada do museu.

Da rua é essa a primeira vista que se tem ao chegar no Japan House

.

 

A cortina de réguas de madeira trabalhadas com técnica de encaixe criada há mais de 300 anos, e no JAPAN HOUSE montada por artesãos japoneses, “conversam” com o painel/parede de cobogós, que são pequenos blocos vazados de cimento, comuns na arquitetura modernista brasileira..

Projeto do japonês Kengo Kuma, reconhecido no mundo todo pelo uso de materiais naturais.

 

São Paulo (onde vive a maior população nipônica fora do Japão), Londres e Los Angeles são as três sortudas cidades escolhidas pelo governo japonês para sediarem as primeiras JAPAN HOUSE do mundo. No jardim interno, elementos naturais, como bambus, fazem um contraponto de serenidade à agitação urbana.

.

Jardim interno

.

Ao lado do jardim “zen”, a lojinha chamada Madoh expõe a essência do Japão.

.

.

Em produtos alimentícios de alta qualidade…

.

.

… Cerâmica, artigos em madeira, bambu, peças de design, livros, utensílios especiais…

.

.

… Bebidas, até sakê com ouro… e ali são realizadas degustações de tempos em tempos.

.

.

Neste mesmo espaço, o IMI Café nos tira do sério com  a culinária de doces e chás japoneses: tortinhas feitas no estilo oriental, bolo chiffon de matcha, feito com o mais puro chá verde japonês, o Ichigo shori cake, bolo chiffon com chantilly fresco e morangos…

.

.

… mas o choux cream – massa extremamente leve e recheada de creme de baunilha – ah, o choux cream! Mesmo que você tenha acabado de sair do almoço, não deixe de provar.

.

..

Outra lojinha linda, maravilhosa, que mostra ainda mais a essência japonesa é a Furoshiki, dedicada a difundir o uso e a técnica do furoshiki, tecido utilizado em embalagens tradicionais japonesas, bem como bolsas para carregar coisas como o lanchinho do dia, a roupa de ginástica, etc.

.

.

Olha a lindeza desse papel que eu comprei lá, vai virar uma bandeja maravilhosa.

.

.

Não existem paredes fixas separando os ambientes. Grandes portas deslizantes, chamadas de fusuma na arquitetura tradicional japonesa, é que delimitam os ambientes. Ora brancas, ora coloridas, dependem da ocasião.

.

.

E ali, atrás de algumas “fusumas”, para uma imersão completa dos visitantes, o chef Jun Sakamoto foi o escolhido para instalar sua cozinha, claro, japonesa.

.

.

E as “fusumas” separam também os espaços de exposições. A primeira que vimos foi essa que coloco os textos em formato maior pra que você possa ler e se sentir lá:

.

.

 

.

Alimento para corpo e alma no JAPAN HOUSE

Texto copiado do site do JAPAN HOUSE

.

Bem gente, comecei o texto falando em estar no lugar certo na hora certa, lembra? Poderia eu conhecer este lugar em melhor hora? Não, pois encontro alimento para o corpo e a alma no JAPAN HOUSE. 

.

.

Sim, a verdadeira gastronomia do Japão é o tema da Exposição Satoyama, que mostra um trabalho concebido a quatro mãos entre dois importantes nomes da cena gastronômica mundial: o fotógrafo brasileiro Sergio Coimbra e o chef de cozinha japonês Yoshihiro Narisawa. Hoje, me permito simplesmente copiar e colar texto e fotos que dizem tudo, falam por mim.

.

.

A exposição exibe cerca de 80 fotografias, além de objetos e vídeos com curiosidades e relatos de personagens presentes na trajetória e nas criações do chef durante os três anos de processo em que ele e o fotógrafo Sergio Coimbra percorreram diferentes localidades no Japão para retratar a gastronomia local, definida por Narisawa como Satoyama Cuisine – ‘alimento para corpo e alma’. A Satoyama é construída com base na origem da cultura dos japoneses, que têm coexistido com a Natureza em terras, montanhas e mares.

 

.

………………………………………………………………………………………………………………

.

………………………………………………………………………………………………………………

.

………………………………………………………………………………………………………………

.

……………………………………………………………………………………………………………….

.

.

………………………………………………………………………………………………………………

.

………………………………………………………………………………………………………………



.

………………………………………………………………………………………………………………

.

………………………………………………………………………………………………………………

..

………………………………………………………………………………………………………………

 

Obs: O restaurante Narisawa, em Tóquio, ocupa a posição de número 18, entre os melhores do mundo no The 50 Best Restaurants 2017 e essa Exposição Narisawa no JAPAN HOUSE marca o pré-lançamento mundial do livro do famoso chef, que chegará às livrarias em 2018 – mais alimento para corpo e alma

.

.

Para completar, neste dia estava sendo montado algo sublime que, infelizmente, acaba em 12.11.2017. Então, se você quiser se maravilhar, assim como eu, vá antes desta data ao JAPAN HOUSE para ver a instalação em constante movimento chamada ESPUMA…

.

.
.

“O sublime da obra está em dar forma e imagem às silenciosas moléculas invisíveis de que somos feitos”.

..

JAPAN HOUSE São Paulo
AVENIDA PAULISTA, 52, SÃO PAULO – Telefone: 55-11-3090-8900

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Terça a sábado – 10 às 22h
Domingos e feriados – 10 às 18h
Segundas: fechado.

Restaurante JUNJI Sakamoto – Tel.: 11.3588-8778

.

Veja o post anterior dessa viagem a SP

UMA MANHÃ NOS JARDINS de São Paulo acaba no RESTAURANTE PICCHI

.

Veja o proximo post dessa viagem a SP

MANÍ – 9º melhor restaurante da América Latina

.

aaaa

 Se quiser receber um e-mail avisando quando publicamos novo post, por favor, deixe seu email aqui. Obrigada, Dilu

BBB

Você poderá gostar de:

2 comentários em “Alimento para corpo e alma no JAPAN HOUSE

  1. Diludicas eu estou aqui me coçando pra ir lá pro aeroporto,pegar um voo,ir direto pro Japan House,almoçar,ver tudo isso e voltar pra BH. Bate e volta maravilhoso!

Deixe seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CyberChimps